Subs­tân­ci­as são apre­en­di­das pri­mei­ro em fes­tas no li­to­ral

Correio da Bahia - - Mais -

A mai­or par­te das amos­tras apre­en­di­das na Bahia vem de fes­tas ele­trô­ni­cas re­a­li­za­das no in­te­ri­or. A in­for­ma­ção é con­fir­ma­da pe­lo De­par­ta­men­to de Re­pres­são e Com­ba­te ao Cri­me Or­ga­ni­za­do (Dra­co). A quan­ti­da­de, no en­tan­to, não foi in­for­ma­da.

A ex­pli­ca­ção pa­ra es­se uso, se­gun­do o co­or­de­na­dor do Cen­tro de Es­tu­dos e te­ra­pia do Abu­so de Dro­gas (Ce­tad/Uf­ba), Antô­nio Nery, é que as fes­tas são re­a­li­za­das em lo­cais mais iso­la­dos, já que o ob­je­ti­vo é man­ter uma at­mos­fe­ra mais pró­xi­ma à na­tu­re­za. “As fes­tas são sem­pre no in­te­ri­or, no Sul da Bahia, em Por­to Se­gu­ro, por exem­plo, em lu­gar que te­nha iso­la­men­to pa­ra fa­zer as fes­tas de­les. E es­ses es­pa­ços reú­nem de três a se­te mil jo­vens”, re­la­ta Nery.

De acordo com ele, já exis­te um tra­ba­lho de re­du­ção de da­nos im­plan­ta­dos nes­ses lo­cais, com aten­di­men­to mé­di­co e in­cen­ti­vo pa­ra que os jo­vens be­bam água e evi­tem a de­si­dra­ta­ção.

“Nes­sas fes­tas obri­ga­to­ri­a­men­te tem se dis­tri­buí­do mui­ta água, o pes­so­al tem mon­ta­do uma bar­ra­ca de aten­di­men­to à saú­de, tem sem­pre um aten­di­men­to mé­di­co e psi­co­ló­gi­co, tem umas bar­ra­cas de re­pou­so pa­ra es­sas pes­so­as”, afir­ma Nery.

O per­fil do con­su­mi­dor des­se ti­po de es­ti­mu­lan­te é de jo­vens que têm mai­or po­der aqui­si­ti­vo, já que ca­da com­pri­mi­do po­de cus­tar até R$ 550 e o uso é pon­tu­al. Pa­ra Nery, não há ris­co de uma to­xi­co­ma­nia (uso com­pul­si­vo de uma subs­tân­cia) nes­ses ca­sos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.