A boa do fe­ri­a­dão

Correio da Bahia - - Esporte - Fer­nan­da Va­re­la fer­nan­da.va­re­la@re­de­bahia.com.br

Fe­ri­a­dão com­bi­na com praia, chur­ras­co, cer­ve­ja ge­la­da e, no fim da tar­de, um jo­go de futebol. Ho­je não tem ro­da­da da Sé­rie A, mas os ru­bro-ne­gros po­dem fi­car sos­se­ga­dos. Às 16h, po­de co­lo­car a ca­mi­sa do Leão por­que vai ter jo­go. O Uni­ver­so/Vi­tó­ria faz sua pri­mei­ro par­ti­da em ca­sa pe­lo NBB 9, con­tra o Bra­sí­lia, no Gi­ná­sio de Ca­ja­zei­ras. O in­gres­so cus­ta 1kg de ali­men­to.

E, se vo­cê é tri­co­lor e tam­bém es­tá se sen­tin­do “ór­fão” de futebol no fe­ri­a­do, po­de che­gar jun­to. Se­gun­do o técnico ru­bro-ne­gro Ré­gis Mar­rel­li, to­da tor­ci­da se­rá bem-vin­da. “De­va­gar­zi­nho, que­re­mos que o tor­ce­dor do es­ta­do da Bahia apren­da a gos­tar do bas­que­te tam­bém. Eu tra­ba­lhei du­ran­te mui­to tem­po no in­te­ri­or de São Paulo e lá o bas­que­te era o car­ro-che­fe de mui­tas ci­da­des. Cla­ro, sei o qu­an­to o futebol é im­por­tan­te pa­ra as pes­so­as, mas dá pa­ra gos­tar e acom­pa­nhar ou­tros es­por­tes tam­bém. Pre­ci­sa­mos de tem­po, mas va­mos che­gar lá. O tor­ce­dor gos­ta de coi­sa boa. Quan­do o ti­me es­ti­ver en­cai­xa­do, vão sen­tir gos­to de acom­pa­nhar e che­ga­re­mos lá”, diz Mar­rel­li, em­pol­ga­do.

Pa­ra os mais com­pe­ti­ti­vos, que não gos­tam de ver o Leão per­der nem em par ou ím­par, exis­te um mo­ti­vo a mais pa­ra com­pa­re­cer ao gi­ná­sio: vai ter cli­ma de re­van­che. Is­so por­que, há me­nos de um mês, no dia 26 de ou­tu­bro, o Bra­sí­lia ven­ceu o Vi­tó­ria por 79x76 na fi­nal da Copa Uni­ver­so e sa­grou-se cam­peão.

Pa­ra o du­e­lo, Mar­rel­li te­rá o des­fal­que do ala Arthur Bel­chor, que se re­cu­pe­ra de uma le­são na co­xa. O pivô Coim­bra, que so­freu lu­xa­ção no om­bro, es­tá ap­to a jo­gar, mas se­rá pou­pa­do e só en­tra­rá em qua­dra se hou­ver ne­ces­si­da­de.

Es­sa se­rá a se­gun­da par­ti­da do Uni­ver­so/Vi­tó­ria no NBB. O ru­bro-ne­gro es­tre­ou di­an­te do Pi­nhei­ros, no dia 7, e ven­ceu por 79x75. Dois di­as de­pois, pe­la se­gun­da ro­da­da, o Leão te­ria um du­e­lo con­tra o Rio Cla­ro, mas a equi­pe do in­te­ri­or pau­lis­ta aban­do­nou a com­pe­ti­ção por fal­ta de di­nhei­ro.

Uni­ver­so/Vi­tó­ria faz o pri­mei­ro jo­go em Ca­ja­zei­ras ho­je, con­tra o Bra­sí­lia

100% DE APRO­VEI­TA­MEN­TO

O ti­me ver­me­lho e pre­to é um dos cin­co que têm 100% de apro­vei­ta­men­to, mas apa­re­ce em 9º na ta­be­la, em­pa­ta­do com o Mo­gi, por ter jo­ga­do só uma vez. Am­bos têm dois pon­tos e o Leão per­de no sal­do (31 do Mo­gi con­tra qua­tro).

Já o tri­cam­peão Bra­sí­lia, que ven­ceu os dois jo­gos, é con­si­de­ra­do um dos ti­mes mais for­tes do tor­neio e li­de­ra o NBB com qua­tro pon­tos e sal­do de 32, à fren­te do Fla­men­go. Na es­treia, atro­pe­lou o Vasco por 95x72 e, na se­gun­da, ven­ceu o Ca­xi­as do Sul por 91x82.

Edu Ma­ri­a­no, Daw­kins, Dou­glas Kurtz e An­dré Góes (ao fun­do)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.