Cai­xa com 5 CDs re­al­ça a gran­de­za do in­tér­pre­te

Correio da Bahia - - Vida -

No tra­ba­lho com a ban­da Le­gião Ur­ba­na, a ar­te de Re­na­to Rus­so (1960-1996) de­sa­fia o tem­po e con­quis­ta as no­vas ge­ra­ções com a sua qua­li­da­de mu­si­cal e o ta­len­to do le­tris­ta em fa­lar de te­mas exis­ten­ci­a­lis­tas atem­po­rais. Já na car­rei­ra so­lo do ar­tis­ta, além do bom gos­to em su­as es­co­lhas, o que mais se des­ta­ca é a gran­de­za vo­cal do in­tér­pre­te, o me­lhor da sua ge­ra­ção.

A cai­xa Re­na­to Rus­so - Obra Com­ple­ta (Uni­ver­sal/EMI) re­a­fir­ma a ex­ce­lên­cia do in­tér­pre­te e reú­ne, em 5 CDs, os re­mas­te­ri­za­dos ál­buns The Sto­newall Ce­le­bra­ti­on Con­cert (1994), Equi­lí­brio Dis­tan­te (1995), o pós­tu­mo O Úl­ti­mo So­lo (1997) e as co­le­tâ­ne­as Pre­sen­te (2003) e Du­e­tos (2010). Sto­newall, com re­per­tó­rio to­do em in­glês de stan­dards e hits ame­ri­ca­nos, e Equi­lí­brio Dis­tan­te, com co­vers de can­ções ita­li­a­nas, são re­al­men­te as pe­pi­tas de ou­ro do box. É, a cha­ma de Re­na­to Man­fre­di­ni Jú­ni­or não se apa­ga.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.