Tem que cor­res­pon­der

Correio da Bahia - - Vida - Moy­sés Su­zart moy­ses.su­zart@re­de­bahia.com.br

Na par­ti­da con­tra o San­tos, ama­nhã, o go­lei­ro Caí­que fa­rá ape­nas seu 16º jo­go co­mo pro­fis­si­o­nal, mas seu fu­tu­ro no clu­be já cria uma ex­pec­ta­ti­va mui­to gran­de em tor­no do ga­ro­to de 19 anos. Som­bra cons­tan­te do go­lei­ro Fer­nan­do Mi­guel, Caí­que já di­vi­de opi­niões so­bre qu­em me­re­ce a ti­tu­la­ri­da­de no Leão.

Ele qua­se con­se­guiu is­to na era Vag­ner Man­ci­ni, quan­do o ex-téc­ni­co op­tou pe­lo pra­ta da ca­sa con­tra o Fla­men­go e dei­xou Fer­nan­do Mi­guel no ban­co. O pro­ble­ma é que o trei­na­dor aca­bou de­mi­ti­do e Ar­gel Fucks de­vol­veu a ti­tu­la­ri­da­de pa­ra o mais ex­pe­ri­en­te. Con­tra o San­tos, na Vi­la Bel­mi­ro, Caí­que te­rá sua pri­mei­ra chan­ce com Ar­gel, já que Mi­guel es­tá sus­pen­so.

Dos 15 jo­gos, em ape­nas um Caí­que en­trou no de­cor­rer da par­ti­da, no em­pa­te com a Pon­te Pre­ta, quan­do Fer­nan­do Mi­guel saiu ma­chu­ca­do, pe­lo Bra­si­lei­rão. Des­tes ali­nha­men­tos, Caí­que le­vou 17 gols, uma mé­dia de 1,13 so­fri­do por em­ba­te. Já Fer­nan­do Mi­guel jo­gou em 38 par­ti­das e to­mou 48 gols, uma mé­dia de 1,26 re­vés por con­fron­to.

Ape­sar da bri­ga pe­la va­ga, am­bos se di­zem ami­gos. Na ver­da­de, o con­ví­vio é en­tre um pro­fes­sor e o alu­no. “Es­sa dis­pu­ta por po­si­ção é im­por­tan­te pa­ra o clu­be. Caí­que é um ga­ro­to pro­mis­sor, com um po­ten­ci­al enor­me e não sur­pre­en­de as atu­a­ções que ele te­ve até aqui. Fi­co fe­liz em vê-lo cres­cer, pois é um jo­vem que tra­ba­lha du­ro to­dos os di­as, as­sim co­mo eu, e es­tá ten­do o seu tra­ba­lho re­co­nhe­ci­do”, dis­se Fer­nan­do Mi­guel, so­bre Caí­que. A bri­ga per­ma­ne­ce tam­bém em 2017, já que Fer­nan­do Mi­guel tem con­tra­to até o fi­nal do pró­xi­mo ano.

Com Caí­que, o Vi­tó­ria tra­ba­lhou on­tem em ple­no fe­ri­a­do. A tur­ma no­va­men­te trei­nou bo­la pa­ra­da, tan­to ata­can­do, quan­do de­fen­den­do. Se a pre­o­cu­pa­ção do Vi­tó­ria é com as bo­las aé­re­as do San­tos, no Pei­xe um no­me cau­sa te­mor: Ma­ri­nho. On­tem, o la­te­ral Ze­ca aler­tou pe­lo pe­ri­go que o ca­mi­sa 7 ru­bro-ne­gro po­de tra­zer. “É um ti­me que es­tá sur­pre­en­den­do no cam­pe­o­na­to, com ata­can­tes rá­pi­dos co­mo Ma­ri­nho, que faz um gran­de ano, e Zé Lo­ve. Nós te­mos con­ver­sa­do mui­to pa­ra não ser­mos sur­pre­en­di­dos den­tro da Vi­la”, dis­se Ze­ca.

Caí­que ga­nha sua pri­mei­ra chan­ce com o téc­ni­co Ar­gel Fucks

APRE­SEN­TA­ÇÃO

Ho­je a cha­pa li­de­ra­da pe­lo ex-pre­si­den­te Pau­lo Car­nei­ro e pe­lo ex-vi­ce-pre­si­den­te Wal­ter Sei­jo, Vi­tó­ria Gi­gan­te, lan­ça ofi­ci­al­men­te sua can­di­da­tu­ra pa­ra o plei­to ru­bro-ne­gro, em de­zem­bro.

A cha­pa já con­se­guiu o nú­me­ro su­fi­ci­en­te de só­ci­os, mas ain­da não di­vul­gou ofi­ci­al­men­te seus can­di­da­tos. Até on­tem, ne­nhu­ma cha­pa ain­da ha­via fei­to ins­cri­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.