Si­tes si­mu­lam des­ti­no de alu­nos após Enem

Correio da Bahia - - Mais - Thi­a­go Freire thi­a­go.freire@re­de­bahia.com.br

Pa­ra gran­de par­te dos 5,8 mi­lhões que já pres­ta­ram o Exa­me Na­ci­o­nal do En­si­no Mé­dio (Enem), no iní­cio do mês, o tes­te é o pri­mei­ro pas­so pa­ra in­gres­sar no en­si­no su­pe­ri­or. O que fa­zer de­pois de re­ce­ber o re­sul­ta­do, no en­tan­to, po­de ge­rar dú­vi­das, já que as pos­si­bi­li­da­des são mui­tas. A no­ta do Enem já ser­ve pa­ra en­trar em uni­ver­si­da­des pú­bli­cas e pri­va­das, cen­tros téc­ni­cos e até ins­ti­tui­ções de Por­tu­gal. Pa­ra aju­dar, al­guns si­tes ofe­re­cem si­mu­la­do­res que mos­tram o que é pos­sí­vel fa­zer com a sua no­ta do exa­me e, prin­ci­pal­men­te, on­de a no­ta do alu­no na pro­va des­te ano po­de ga­ran­tir uma va­ga no cur­so de­se­ja­do.

De­sem­pre­ga­da, a es­tu­dan­te La­ris­sa Mos­co­so, 29 anos, fez o Enem no iní­cio do mês e es­pe­ra en­trar nu­ma fa­cul­da­de, mas não sa­be por qual ca­mi­nho. “Ain­da não sei se vou con­se­guir pas­sar pe­lo Si­su (Sis­te­ma de Se­le­ção Uni­fi­ca­do), ou Prou­ni (Pro­gra­ma Uni­ver­si­da­de pa­ra To­dos). De­pen­den­do da mi­nha no­ta é que vou ver re­al­men­te pa­ra on­de vou”, pla­ne­ja a jo­vem, que ain­da es­tá em dú­vi­da se cur­sa Re­cur­sos Hu­ma­nos ou As­sis­tên­cia So­ci­al.

PRO­GRA­MAS FE­DE­RAIS

En­tre os si­tes que mos­tram o que é pos­sí­vel fa­zer com a no­ta do exa­me es­tá o Qu­e­roBol­sa (qu­e­robol­sa.com.br/pro­gra­mas-do-go­ver­no), que é fo­ca­do nos pro­gra­mas do go­ver­no fe­de­ral. O ser­vi­ço per­mi­te ve­ri­fi­car as no­tas de cor­te pa­ra pas­sar no Sis­te­ma de Se­le­ção Uni­fi­ca­do (Si­su), Pro­gra­ma Uni­ver­si­da­de pa­ra To­dos (Prou­ni) e Fundo de Fi­nan­ci­a­men­to Es­tu­dan­til (Fi­es). O usuá­rio pre­ci­sa ape­nas pre­en­cher um for­mu­lá­rio in­for­man­do o cur­so pre­ten­di­do, a ci­da­de e a no­ta mé­dia no Enem.

Após es­se pas­so, é pos­sí­vel ve­ri­fi­car em quais fa­cul­da­des, e atra­vés de quais pro­gra­mas, o can­di­da­to tem chan­ce de in­gres­sar com o de­sem­pe­nho na pro­va, le­van­do em con­si­de­ra­ção as no­tas de cor­te das edi­ções an­te­ri­o­res. Por exem­plo, o can­di­da­to que quei­ra cur­sar Di­rei­to em uma fa­cul­da­de de Salvador, vai con­se­guir ver as no­tas de cor­te da Uni­ver­si­da­de Fe­de­ral da Bahia (745), Uni­ver­si­da­de Jor­ge Ama­do (623), Fa­cul­da­de Ruy Bar­bo­sa (680), en­tre ou­tras ins­ti­tui­ções.

Di­fe­ren­te de La­ris­sa, a es­tu­dan­te Anaís Mat­tos, 19, já sa­be o que quer. “Já fa­ço Ar­qui­te­tu­ra na Uni­facs. Que­ro ape­nas ver se con­si­go pas­sar na Uf­ba. Se for pa­ra ir pa­ra ou­tra par­ti­cu­lar, pre­fi­ro fi­car aqui. Só mu­do se for pa­ra a Uf­ba”, afir­ma ela, em­bo­ra não te­nha cer­te­za se vai con­se­guir sa­tis­fa­zer seu de­se­jo. “Fiz (o exa­me des­te ano) sem es­tu­dar, não ti­ve acom­pa­nha­men­to de cur­si­nho, nem pro­fes­sor. Já fa­ço fa­cul­da­de e tra­ba­lho, en­tão ti­nha pou­co tem­po li­vre. Mas den­tro de meus li­mi­tes, gos­tei de meu re­sul­ta­do”, dis­se ela, se au­to­a­va­li­an­do.

MA­PA DO SI­SU

Pa­ra quem, co­mo La­ris­sa, quer che­car ape­nas se vai con­se­guir pas­sar em uni­ver­si­da­des pú­bli­cas, uma boa fer­ra­men­ta é o Ma­pa do Si­su (ma­pa­do­si­su.com.br). Após re­a­li­zar um ca­das­tro, o si­te pe­de três op­ções de cur­so, a no­ta de ca­da pro­va do Enem e, op­ci­o­nal­men­te, es­ta­do e ci­da­de pre­ten­di­dos.

O si­mu­la­dor mos­tra en­tão to­dos os cur­sos dis­po­ní­veis e se o alu­no pas­sa­ria ou não. Pa­ra is­so, a fer­ra­men­ta cal­cu­la a no­ta do alu­no já pon­de­ra­da pe­los res­pec­ti­vos pe­sos de ca­da cur­so e com­pa­ra com a no­ta de cor­te do ano pas­sa­do. O Ma­pa do Si­su mos­tra ain­da a no­ta de cor­te de ca­da dia da se­le­ção.

Pro­je­ções são fei­tas com ba­se em no­tas de cor­te no exa­me an­te­ri­or

PROUNISTAS

Pa­ra quem pen­sa em cur­sar uma fa­cul­da­de pri­va­da, e quer fi­nan­ci­ar a men­sa­li­da­de, se­ja to­tal ou par­ci­al­men­te, o Fi­es tem um si­mu­la­dor ofi­ci­al, que po­de ser aces­sa­do na aba Si­mu­la­ção do si­te sis­fi­es­por­tal.mec.gov.br. Ne­le, o usuá­rio in­for­ma quan­tos se­mes­tres fal­tam pa­ra con­cluir o cur­so, o va­lor da men­sa­li­da­de e o per­cen­tu­al de­la que pre­ci­sa ser fi­nan­ci­a­da.

Ain­da é pos­sí­vel in­for­mar se pos­sui bol­sa Prou­ni de 25% ou 50% - os prounistas po­dem fi­nan­ci­ar o res­tan­te da men­sa­li­da­de. A fer­ra­men­ta res­pon­de com a lis­ta de to­das as par­ce­las a ser pa­gas, com da­ta e va­lor, das fa­ses de uti­li­za­ção, ca­rên­cia e amor­ti­za­ção.

Ga­nhar bol­sa de es­tu­dos em fa­cul­da­de par­ti­cu­lar

O Pro­gra­ma Uni­ver­si­da­de Pa­ra To­dos (Prou­ni), que ofe­re­ce bol­sas de es­tu­dos em ins­ti­tui­ções pri­va­das, tam­bém se­le­ci­o­na os can­di­da­tos pe­la no­ta do Enem. Pa­ra par­ti­ci­par, pre­ci­sa ter ren­da fa­mi­li­ar per ca­pi­ta de até três sa­lá­ri­os mí­ni­mos, ter fei­to Enem no ano ime­di­a­ta­men­te an­te­ri­or, não ter ze­ra­do a re­da­ção e ter ti­ra­do ao me­nos 450 pon­tos nas pro­vas ob­je­ti­vas.

Fi­nan­ci­ar as men­sa­li­da­des com ju­ros bai­xos

Com o Fi­es, é pos­sí­vel fi­nan­ci­ar a men­sa­li­da­de da fa­cul­da­de com ju­ros de 6,5% ao ano. Du­ran­te o cur­so, o es­tu­dan­te pa­ga uma ta­xa tri­mes­tral, mas de bai­xo va­lor. Após 18 me­ses de con­clu­são, o fi­nan­ci­a­men­to co­me­ça a ser amor­ti­za­do com par­ce­las men­sais, por um pra­zo de até três ve­zes o pe­río­do to­tal do cur­so. Pa­ra se ins­cre­ver, os re­qui­si­tos são os mes­mos do Prou­ni, mas po­de ter fei­to Enem a par­tir de 2010.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.