No pé e na ca­be­ça

Correio da Bahia - - Esporte - Ivan Di­as Mar­ques, com agên­ci­as ivan.mar­ques@re­de­bahia.com.br

Após re­cor­de, Ti­te elo­gia for­ça men­tal do Bra­sil con­tra pe­ru­a­nos

O téc­ni­co Ti­te ad­mi­tiu na ma­dru­ga­da de on­tem que não “es­pe­ra­va” fe­char o ano igua­lan­do a sequên­cia de vitórias da se­le­ção das Eli­mi­na­tó­ri­as da Co­pa de 70. Ao ven­cer o Pe­ru por 2x0, em Li­ma, o Bra­sil ven­ceu a sex­ta par­ti­da con­se­cu­ti­va. A Se­le­ção de João Sal­da­nha, em 1969, era a úni­ca a al­can­çar es­te fei­to.

“Ain­da não caiu a fi­cha ain­da. Is­so vai cair na sequên­cia”, afir­mou o trei­na­dor, que só vol­ta­rá a tra­ba­lhar com o ti­me em mar­ço. A Se­le­ção li­de­ra as Eli­mi­na­tó­ri­as, com 27 pon­tos, qua­tro de van­ta­gem pa­ra o Uru­guai, 2º co­lo­ca­do, ri­val do dia 23 de mar­ço, em Mon­te­vi­déu. Cin­co di­as de­pois, o Bra­sil re­ce­be o Pa­ra­guai. O lu­gar ain­da não foi de­fi­ni­do.

Ti­te foi con­tra­ta­do em ju­nho, após a eli­mi­na­ção na pri­mei­ra fa­se na Co­pa Amé­ri­ca Cen­te­ná­rio, nos EUA. O Bra­sil es­ta­va em 6º, fo­ra da zo­na de clas­si­fi­ca­ção pa­ra a Co­pa da Rús­sia-2018.

So­bre o jo­go con­tra os pe­ru­a­nos, o téc­ni­co elo­gi­ou a for­ça men­tal do ti­me. “Po­de­ría­mos ter saí­do de um bom re­sul­ta­do con­tra a Ar­gen­ti­na e bai­xar a guar­da. Is­so se­ria na­tu­ral. Mas man­ti­ve­mos o ní­vel al­tís­si­mo de con­cen­tra­ção. Is­so foi im­por­tan­te. A so­ber­ba é o pri­mei­ro pas­so pa­ra per­der”.

O trei­na­dor ad­mi­tiu pre­o­cu­pa­ção com as “fé­ri­as”, por cau­sa do rit­mo de jo­go de al­guns atle­tas. Prin­ci­pal­men­te com o ata­can­te Ga­bri­el Je­sus, que irá pa­ra o Man­ches­ter City sem ga­ran­tia de es­ca­la­ção, o go­lei­ro Alis­son, re­ser­va na Ro­ma, e os “chi­ne­ses” Re­na­to Au­gus­to e Pau­li­nho, que en­tra­rão em re­ces­so.

Com sex­to triun­fo se­gui­do, Ti­te igua­la re­cor­de de João Sal­da­nha, em 69

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.