Ain­da fo­ra da zo­na

Correio da Bahia - - Esporte - Moy­sés Su­zart moy­ses.su­zart@re­de­bahia.com.br

Ata­que dos so­nhos, uma de­fe­sa dos pe­sa­de­los. O Vi­tó­ria po­de ser re­su­mi­do as­sim na der­ro­ta pa­ra o San­tos on­tem, por 3x2, na Vi­la Bel­mi­ro. O Leão jo­gou bem do meio pa­ra fren­te, deu tes­ta. Po­rém, tem a de­fe­sa... Pas­ses ma­ca­bros e va­ci­los in­fan­tis atra­pa­lha­ram a tão so­nha­da vi­tó­ria em São Paulo. Mes­mo com o re­sul­ta­do, o ti­me es­tá fo­ra da zo­na, pois o In­ter em­pa­tou com a Pon­te Pre­ta, por 1x1, no Bei­ra-Rio, che­gan­do aos 39 pon­tos. O Leão, no en­tan­to, ga­nha dos ri­vais nos gols pró (45 con­tra 33).

Até os 35 mi­nu­tos do pri­mei­ro tem­po, um de­sa­vi­sa­do não sa­be­ria di­zer qu­em bri­ga­va pe­lo tí­tu­lo ou qu­em lu­ta­va con­tra o re­bai­xa­men­to. Era lá e cá. Sem me­do, o Vi­tó­ria agre­dia o San­tos, que ten­ta­va pa­rar o ti­me bai­a­no nos con­tra-ata­ques e nas fal­tas. O jo­go es­ta­va fre­né­ti­co. O Leão não res­pei­ta­va os san­tis­tas e qual­quer um me­re­cia abrir o pla­car.

Po­rém, a re­a­li­da­de sem­pre apa­re­ce em al­gum mo­men­to. O Vi­tó­ria tei­ma­va em er­rar mui­tos pas­ses cur­tos, qua­se sem­pre re­sul­tan­do em con­tra-ata­ques qua­se fa­tais a fa­vor do ti­me pau­lis­ta. Aos 19, Mar­ce­lo deu um passe er­ra­do e Lu­cas Li­ma acer­tou o tra­ves­são. Aos 35, as li­mi­ta­ções téc­ni­cas na de­fe­sa re­sul­ta­ram no gol do San­tos. Lu­cas Li­ma dei­xou Co­pe­te li­vre e im­pe­di­do pa­ra mar­car. O juiz va­li­dou.

O que es­ta­va ruim, pi­o­rou. En­quan­to a tur­ma da fren­te se es­for­ça­va, a de­fe­sa en­tre­ga­va o ou­ro. As lam­ban­ças de Ka­nu e Vic­tor Ra­mos ti­ra­vam a es­pe­ran­ça de uma vi­ra­da. Ar­gel viu su­as im­pro­vi­sa­ções não ren­de­rem e re­sol­veu mu­dar no se­gun­do tem­po. Eul­ler, no meio, deu lu­gar pa­ra David. Mar­ce­lo a Di­o­go Ma­teus, que foi pa­ra di­rei­ta, en­quan­to Jo­sé We­li­son vol­tou ao meio.

O ti­me re­tor­nou co­mo no iní­cio do pri­mei­ro tem­po. Aos 16, a re­com­pen­sa: um pê­nal­ti. Pa­ra os pes­si­mis­tas, a pe­na­li­da­de não se­ria o me­lhor ne­gó­cio, já que o Vi­tó­ria ha­via per­di­do os úl­ti­mos qua­tro. Ma­ri­nho ba­teu e, des­ta vez, fez. Po­rém, Di­o­go Ma­teus re­sol­veu me­lar a fes­ta. Fez pê­nal­ti gros­sei­ro. Ri­car­do Oli­vei­ra, aos 20 mi­nu­tos, não per­do­ou.

O en­re­do era o mes­mo. O Vi­tó­ria ata­ca­va bem, mas a li­mi­ta­ção de­fen­si­va atra­pa­lha­va. Aos 38 mi­nu­tos do se­gun­do tem­po, o ates­ta­do de uma de­fe­sa li­mi­ta­da. Vic­tor Ra­mos, den­tro da pe­que­na área, per­deu a bo­la pa­ra Co­pe­te, que am­pli­ou. O ata­que no­va­men­te fez sua par­te. Aos 48 mi­nu­tos, Ser­gi­nho di­mi­nuiu. Era tar­de. Do­min­go, às 16h, o ti­me en­ca­ra o Fi­guei­ren­se no Bar­ra­dão. San­tos Van­der­lei, Vic­tor Fer­raz, Fa­bián No­gue­ra, Yu­ri e Ze­ca; Re­na­to (Léo Cit­ta­di­ni), Thi­a­go Maia, Vi­tor Bu­e­no (Lu­cas Ve­rís­si­mo) e Lu­cas Li­ma (Ela­no); Co­pe­te e Ri­car­do Oli­vei­ra Técnico Do­ri­val Jú­ni­or

Vi­tó­ria Caí­que, Jo­sé We­li­son, Ka­nu, Vic­tor Ra­mos e Di­e­go Re­nan; Wil­li­an Fa­ri­as, Mar­ce­lo (Di­o­go Ma­teus), Cár­de­nas (Ser­gi­nho) e Eul­ler (David); Ma­ri­nho e Ki­e­za

Técnico Ar­gel Fucks

Es­tá­dio Vi­la Bel­mi­ro, em San­tos Gols Co­pe­te, aos 34 mi­nu­tos do 1º tem­po; Ma­ri­nho, aos 16, Ri­car­do Oli­vei­ra, aos 22,

Co­pe­te, aos 38, e Ser­gi­nho, aos 47 mi­nu­tos do 2º tem­po Car­tão ama­re­loYu­ri, Thi­a­go Maia e Ri­car­do Oli­vei­ra (San­tos); Di­o­go Ma­teus (Vi­tó­ria) Pú­bli­co 9.258 pa­gan­tes

Ren­da R$ 260.390,00

Ár­bi­tro Wil­ton Pe­rei­ra (GO), au­xi­li­a­do por Fa­bri­cio

Vi­la­ri­nho da Silva (GO) e

Fa­bi­a­no da Silva Ra­mi­res (ES)

Leão per­de do San­tos, mas se be­ne­fi­cia com em­pa­te do In­ter

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.