A men­ti­ra de per­nas lon­gas

Correio da Bahia - - Mais -

A men­ti­ra no Bra­sil foi po­lí­ti­ca do po­der co­lo­ni­al por três sé­cu­los. Por is­so, per­de­mos mui­to e qua­se a obra Cul­tu­ra e Opu­lên­cia do Bra­zil (...) de An­dré João An­to­nil, pseudô­ni­mo do je­suí­ta ita­li­a­no João Antônio An­dre­o­ni (1649.1716). Quan­do a obra foi im­pres­sa em Por­tu­gal, em 1711, de­pois de mui­tas au­to­ri­za­ções por­que a Cor­te e a Igre­ja con­tro­la­vam mi­nu­ci­o­sa­men­te a ex­pan­são do co­nhe­ci­men­to, eles des­co­bri­ram que a obra es­can­ca­ra­va a ri­que­za es­ton­te­an­te da Colô­nia e pro­vo­ca­va a co­bi­ça dos vi­zi­nhos. Man­da­ram re­co­lher e des­truir to­dos os exem­pla­res an­tes da dis­tri­bui­ção e proi­bi­ram sua im­pres­são até 1837. Al­guns exem­pla­res es­ca­pa­ram do au­to-de-fé e for­ta­le­ce­ram o co­nhe­ci­men­to.

Nos Tris­tes Tró­pi­cos de Clau­de Lé­vi-Strauss, de 1955, es­tá a mes­ma sur­pre­sa nar­ra­ti­va dos vi­a­jan­tes da Colô­nia e do Im­pé­rio ten­tan­do ex­pli­car ao mun­do a “de­mo­cra­cia ra­ci­al” bra­si­lei­ra que nun­ca hou­ve, sua flo­res­ta e gen­te mis­ci­ge­na­da, re­sul­ta­do do la­bo­ra­tó­rio ét­ni­co que nos for­ma­tou. Em 1955, his­to­ri­ca­men­te on­tem, o Pla­ne­ta con­ti­nu­ou nos des­co­nhe­cen­do, des­co­nhe­cen­do nos­sa his­tó­ria ain­da ago­ra ig­no­ra­da pe­la po­pu­la­ção, e nos­sa ge­o­gra­fia, sem­pre con­fun­di­da com a ge­o­gra­fia Ar­gen­ti­na. O mais im­por­tan­te ar­ti­go da 8ª Cons­ti­tui­ção bra­si­lei­ra, de 1988, men­te quan­do diz que so­mos to­dos iguais pe­ran­te a lei. Há um fo­ro de 1° ins­tân­cia pa­ra nos jul­gar, ci­da­dãos co­muns, um fo­ro de 2ª ins­tân­cia pa­ra jul­gar pre­fei­tos e juí­zes, um fo­ro de 3ª ins­tân­cia pa­ra go­ver­na­do­res e o STF pa­ra jul­gar pre­si­den­tes, vi­ces, de­pu­ta­dos fe­de­rais, se­na­do­res e mi­nis­tros. Se eu e Mi­chel Te­mer aten­tar­mos con­tra o pu­dor fi­can­do nus nu­ma mes­ma rua, e al­guém nos de­nun­ci­ar, eu se­rei jul­ga­da por um juiz de 1ª ins­tân­cia e Te­mer pe­lo STF. Co­mo po­lí­ti­cos bra­si­lei­ros pra­ti­cam cri­mes sem pa­rar, to­dos co­muns, so­bre­tu­do con­tra o erá­rio, e há ape­nas no­ve mi­nis­tros pa­ra jul­gá-los, os cri­mi­no­sos sem­pre ven­cem a Jus­ti­ça por W.O.

A im­pres­são, ago­ra, é que os bra­si­lei­ros es­tão dis­pos­tos a dar um pi­au na men­ti­ra. Quan­do a as­ses­so­ria de Dil­ma Rous­seff in­for­mou que “di­fe­ren­te­men­te do que in­for­ma a Glo­bonews, Sér­gio Ca­bral ja­mais foi ali­a­do da ex-pre­si­den­ta da Re­pú­bli­ca”, mi­lha­res de bra­si­lei­ros re­lem­bra­ram a ali­an­ça um­bi­li­cal de Ca­bral, Lu­la e Dil­ma em fotos, no­tí­ci­as e ví­de­os, com a de­cla­ra­ção de Dil­ma na cam­pa­nha de Ca­bral que “Sér­gio Ca­bral foi o me­lhor go­ver­na­dor que o Rio de Ja­nei­ro já te­ve”.

Mas pa­re­ce que os po­lí­ti­cos ain­da não sa­ca­ram que a Voz do Po­vo cri­ou cor­po. Que­rem ver? O Gov. Rui Cos­ta de­cla­rou que a po­pu­la­ção só sa­be­rá hoje, pe­lo DO, que se­cre­ta­ria o ex-go­ver­na­dor Ja­ques Wag­ner ocu­pa­rá a par­tir de se­gun­da-fei­ra. Os bem-hu­mo­ra­dos su­ge­rem Cul­tu­ra, Tu­ris­mo ou Ar­te­sa­na­to com Pon­to de Cruz, mas os Orá­cu­los Nagôs vi­ram nos bú­zi­os que Wag­ner co­or­de­na­rá po­lí­ti­cas econô­mi­cas e obras es­tru­tu­ran­tes co­mo a Pon­te Ssa.Ita­pa­ri­ca, com di­nhei­ro chi­nês, que nós pa­ga­re­mos, e fun­da­rá um no­vo par­ti­do por­que o PT já deu. Se­rá? Uma coi­sa é cer­ta. A men­ti­ra.BR de per­nas lon­guís­si­mas te­rá as per­nas en­cur­ta­das por­que os bra­si­lei­ros en­che­ram o sa­co de su­por­tar a men­ti­ra ins­ta­la­da nos Bra­sis em 1549. Men­ti­ro­sos, se li­guem! Che­ga­ram 150 exem­pla­res da bi­o­gra­fia de Ri­ta Lee na Li­vra­ria Cul­tu­ra do Shop­ping Sal­va­dor que, se­gun­do o ven­de­dor, aca­ba­ram num so­pro. Tal­vez por­que to­do mun­do sa­be que Ri­ta Lee não men­te.

O mais im­por­tan­te ar­ti­go da 8ª Cons­ti­tui­ção bra­si­lei­ra, de 1988, men­te

quan­do diz que so­mos to­dos iguais pe­ran­te a lei. Há um fo­ro de 1ª ins­tân­cia pa­ra nos jul­gar, ci­da­dãos co­muns, um fo­ro de 2ª

ins­tân­cia pa­ra jul­gar pre­fei­tos e juí­zes, um fo­ro

de 3ª ins­tân­cia pa­ra go­ver­na­do­res e o STF pa­ra jul­gar pre­si­den­tes, vi­ces,

de­pu­ta­dos fe­de­rais, se­na­do­res e mi­nis­tros

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.