Mais de 40% vão fa­zer bi­cos pa­ra ter ren­da ex­tra

Correio da Bahia - - Mais -

A pes­qui­sa do Ser­vi­ço de Pro­te­ção ao Cré­di­to (SPC Bra­sil) e da Con­fe­de­ra­ção Na­ci­o­nal de Di­ri­gen­tes Lo­jis­tas (CNDL) tam­bém mos­tra que 41% dos en­tre­vis­ta­dos pre­ten­dem fa­zer bi­cos ou ou­tras ati­vi­da­des pa­ra a ge­ra­ção de ren­da ex­tra com o ob­je­ti­vo de com­prar uma mai­or quan­ti­da­de ou pre­sen­tes me­lho­res. O nú­me­ro é 3% mai­or do que no mes­mo le­van­ta­men­to do ano pas­sa­do, quan­do 38% se mos­tra­ram in­te­res­sa­dos em tra­ba­lhos ex­tras. O com­por­ta­men­to es­tá pre­sen­te, prin­ci­pal­men­te, en­tre os en­tre­vis­ta­dos de 18 a 24 anos (50,1%), mu­lhe­res (47,9%) e as pes­so­as das clas­ses C, D e E (44,8%).

“A par­tir do mo­men­to que as pes­so­as re­ce­bem di­nhei­ro vin­do de um tra­ba­lho ex­tra, mais sa­cri­fi­ca­do, es­se di­nhei­ro é mais va­lo­ri­za­do e é pre­ci­so olhá-lo com ca­ri­nho.

Não é por­que ga­nhou mais que vai sair gas­tan­do mais”, re­for­ça o edu­ca­dor fi­nan­cei­ro Jo­sé Vig­no­li, que des­ta­ca a ne­ces­si­da­de de con­su­mir com cons­ci­ên­cia. “É im­por­tan­te fa­zer um le­van­ta­men­to das pes­so­as que se­rão pre­sen­te­a­das e quan­to se vai gas­tar com ca­da pre­sen­te”, apon­ta.

Evi­tar com­pras de úl­ti­ma ho­ra e já pen­sar quais se­rão os cus­tos das cei­as de Natal e Ano-No­vo, e se es­tes se­rão di­vi­di­dos tam­bém são ou­tras es­tra­té­gi­as re­co­men­da­das por Vig­no­li. “Dá mais tra­ba­lho, mas irá tra­zer uma tran­qui­li­da­de fi­nan­cei­ra. O ob­je­ti­vo do planejamento não é não gas­tar, mas sim fa­zer com que as coi­sas se­jam fei­tas com cons­ci­ên­cia pa­ra que o con­su­mi­dor te­nha a ver­da­dei­ra no­ção da pro­fun­di­da­de do seu bol­so”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.