Apoio não

Correio da Bahia - - Vida - Bru­no Qu­ei­roz bru­no.qu­ei­roz@re­de­bahia.com.br

Con­fir­mar o aces­so à Sé­rie A hoje, con­tra o Bra­gan­ti­no, às 16h30, não de­pen­de so­men­te do Bahia. E daí? O tor­ce­dor, co­mo sem­pre, fa­rá sua par­te na Fon­te No­va, que re­ce­be­rá o seu mai­or pú­bli­co em 2016.

Mais de 43 mil tri­co­lo­res vão em­pur­rar o ti­me ru­mo à pri­mei­ra di­vi­são, que só vi­rá nes­ta ro­da­da com um triun­fo sim­ples so­bre o ti­me pau­lis­ta, ali­a­do a um tro­pe­ço do Náu­ti­co di­an­te do Tu­pi. Um em­pa­te já se­rá su­fi­ci­en­te.

O can­to, que cer­ta­men­te se­rá unís­so­no, foi mul­ti­pli­ca­do jo­go a jo­go, des­de que Gu­to Fer­rei­ra as­su­miu o Bahia no triun­fo por 2x0 so­bre o Oes­te, na 13ª ro­da­da. Na oca­sião, o clu­be te­ve o seu me­nor pú­bli­co na Sé­rie B, 6.496 pa­gan­tes.

“A me­nor tor­ci­da do Bahia na Sé­rie B, em ca­sa, foi no jo­go que eu as­su­mi. E nes­se pró­xi­mo jo­go, a ga­ran­tia do mai­or pú­bli­co do Bahia no ano. Is­so mos­tra a vi­ra­da que foi. Se so­mar os jo­gos aqui em ca­sa, es­ta­mos com uns qua­tro a cin­co jo­gos com 20 mil”, lem­bra o trei­na­dor, que pre­fe­riu não ava­li­ar mi­nu­ci­o­sa­men­te o tra­ba­lho fei­to até aqui.

“Acho que con­se­gui fa­zer coi­sas im­por­tan­tes. Dei­xei de fa­zer da ma­nei­ra exa­ta que eu gos­ta­ria. Mas no to­do, es­tá acon­te­cen­do. Mas não pos­so di­zer ape­nas que sou eu. Tem mui­ta gen­te en­vol­vi­da. De­pois dos qua­tro pon­tos, a gen­te po­de con­ver­sar de uma ma­nei­ra mais de­ta­lha­da. Até lá, tu­do is­so que a gen­te con­ver­sou aqui po­de ser ana­li­sa­do”.

É ine­gá­vel que o apoio e a ener­gia oriun­dos da ar­qui­ban­ca­da têm si­do fun­da­men­tais nes­sa ar­ran­ca­da tri­co­lor, que tem a me­lhor mé­dia de pú­bli­co do cam­pe­o­na­to, com 15.710 pa­gan­tes por jo­go, e que ain­da au­men­ta­rá.

“A gen­te pre­ci­sa do apoio for­te pa­ra que a gen­te con­si­ga mar­car ce­do, fa­zer um gran­de jo­go, com to­do res­pei­to ao ti­me do Bra­gan­ti­no. Pre­ci­sa­mos fa­zer o me­lhor jo­go pa­ra con­se­guir es­se triun­fo tão es­pe­ra­do”, des­ta­ca Gu­to.

A con­fi­an­ça no aces­so já no jo­go de hoje é gran­de, prin­ci­pal­men­te pe­lo re­tros­pec­to do Bahia em ca­sa. O tri­co­lor é o me­lhor man­dan­te da Sé­rie B, com 14 triun­fos em 18 jo­gos. Fo­ram 44 pon­tos con­quis­ta­dos na Fon­te e um se­gun­do

Fon­te No­va es­ta­rá lo­ta­da pa­ra, quem sa­be, ser pal­co do jo­go do aces­so

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.