À PF, Ca­bral diz não lem­brar quem pa­gou joi­as, re­for­ma e mó­veis

Correio da Bahia - - Brasil -

OPE­RA­ÇÃO CA­LI­CU­TE Uma re­for­ma em ca­sa, blin­da­gem de car­ros, com­pra de joi­as e obras de ar­tes. Gas­tos na­da tri­vi­ais que sim­ples­men­te “es­ca­pa­ram” das lem­bran­ças do ex-go­ver­na­dor do Rio de Ja­nei­ro Sér­gio Ca­bral (PMDB) ou de sua mu­lher, a ad­vo­ga­da Adri­a­na An­cel­mo, nos de­poi­men­tos pres­ta­dos por am­bos à Po­lí­cia Fe­de­ral. Pre­so na quin­ta-fei­ra pas­sa­da, por sus­pei­ta de che­fi­ar um es­que­ma de des­vi­os em con­tra­tos pú­bli­cos do es­ta­do, o pe­e­me­de­bis­ta re­la­tou que, no fim de 2010, pre­ci­sou dei­xar por al­guns di­as o imó­vel em que mo­ra­va “de­vi­do a ne­ces­si­da­de de obra” e foi mo­rar em um apar­ta­men­to em­pres­ta­do por um ami­go. Po­rém, ques­ti­o­na­do so­bre quem te­ria con­tra­ta­do a obra e com­pra­do o mo­bi­liá­rio pa­ra sua re­si­dên­cia, ele dis­se “não se re­cor­dar”. Em re­la­ção às joi­as e obras de arte que o ca­sal pos­sui, o ex-go­ver­na­dor tam­bém de­mons­trou não sa­ber mui­to so­bre o as­sun­to. Se­gun­do a PF, dis­se que “não sa­be­ria pre­ci­sar” se eles va­li­am mais de R$ 100 mil e que “al­guns (dos ob­je­tos) fo­ram ad­qui­ri­dos por sua es­po­sa ou re­ce­bi­dos de pre­sen­te”. Con­fron­ta­do com o de­poi­men­to de do­nos de jo­a­lhe­ri­as, que as­se­gu­ra­ram ter Ca­bral co­mo cli­en­te, a memória fa­lhou de no­vo, quan­do in­da­ga­do so­bre co­mo pa­gou os itens. Adri­a­na An­cel­mo, le­va­da pa­ra de­por co­er­ci­ti­va­men­te pe­la PF, tam­bém foi na mes­ma li­nha ao ser ques­ti­o­na­da co­mo pa­gou a blin­da­gem de seus car­ros. “(a ad­vo­ga­da) Pos­sui três veí­cu­los, to­dos blin­da­dos; (diz) que não se re­cor­da se efe­tu­ou o pa­ga­men­to de blin­da­gem de veí­cu­los em es­pé­cie; que não se lem­bra de ter ad­qui­ri­do mó­veis pa­ra seu es­cri­tó­rio ou pa­ra a sua re­si­dên­cia nos úl­ti­mos anos”, diz tre­cho do de­poi­men­to da mu­lher de Ca­bral, al­vo da Ope­ra­ção Ca­li­cu­te, des­do­bra­men­to da La­va Ja­to. A ad­vo­ga­da tam­bém man­te­ve si­lên­cio so­bre con­tra­tos de seu es­cri­tó­rio com em­pre­sas e con­ces­si­o­ná­ri­as de ser­vi­ços pú­bli­cos du­ran­te os dois go­ver­nos de Ca­bral.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.