Va­za­men­to po­de ter cau­sa­do fo­go em lo­ja

Correio da Bahia - - Mais -

A ex­plo­são que atin­giu a far­má­cia Pa­gue Me­nos no centro de Ca­ma­ça­ri e dei­xou seis pes­so­as mor­tas e 14 fe­ri­das, na tar­de de on­tem, po­de ter si­do cau­sa­da por um va­za­men­to de gás, se­gun­do o ma­jor La­nus­se Araú­jo, co­man­dan­te do 10º Gru­pa­men­to de Bom­bei­ros Mi­li­ta­res (GBM/Ca­ma­ça­ri). Hou­ve ini­ci­al­men­te uma ex­plo­são no me­za­ni­no do es­ta­be­le­ci­men­to, o que pro­vo­cou o de­sa­ba­men­to par­ci­al da la­je.

O di­re­tor da De­fe­sa Ci­vil de Ca­ma­ça­ri, Mau­rí­cio Bon­fim, con­fir­mou a si­tu­a­ção. “Foi uma la­je de apro­xi­ma­da­men­te 40 me­tros qua­dra­dos que de­sa­bou, acre­di­ta­mos que pe­la ex­plo­são, mas ape­nas o lau­do do DPT de­ve de­ter­mi­nar is­so”. Tu­do acon­te­ceu na par­te do fun­do do es­ta­be­le­ci­men­to. “Exis­tia um ser­vi­ço de ma­nu­ten­ção no me­za­ni­no da far­má­cia e, pro­va­vel­men­te, foi em vir­tu­de des­sa ex­plo­são do me­za­ni­no que fez de­sa­bar. Após a ex­plo­são, te­ve o in­cên­dio. Pri­mei­ro, a ex­plo­são, o de­sa­ba­men­to e em se­gui­da o in­cên­dio”, ex­pli­cou La­nus­se. “Ob­vi­a­men­te, po­de ter acon­te­ci­do (va­za­men­to de gás). Era um ser­vi­ço de sol­da”, com­ple­tou o ma­jor.

De acor­do com Mau­rí­cio Bon­fim, so­men­te a in­ves­ti­ga­ção irá de­ter­mi­nar o que cau­sou o in­ci­den­te. “O DPT de­ve ana­li­sar e o lau­do pe­ri­ci­al de­ve apu­rar o que re­al­men­te acon­te­ceu”, co­men­tou. “Os bom­bei­ros es­tão lá, ain­da tra­ba­lhan­do, tem uma la­je ain­da pa­ra ver se ain­da tem uma ví­ti­ma. Va­mos tra­ba­lhar a noi­te to­da, e só va­mos sair quan­do ti­ver cer­te­za que não tem mais ne­nhum cor­po”, con­ti­nu­ou Bon­fim. Pa­ra as bus­cas, os bom­bei­ros que­bra­ram a es­tru­tu­ra que de­sa­bou e usou um cão.

Em no­ta, a re­de de far­má­ci­as Pa­gue Me­nos in­for­mou que “la­men­ta o in­ci­den­te e que se so­li­da­ri­za com a dor das ví­ti­mas”. A empresa in­for­mou ain­da que es­tá pres­tan­do as­sis­tên­cia às fa­mí­li­as e que es­tá tra­ba­lhan­do jun­to com as au­to­ri­da­des pa­ra in­ves­ti­gar a cau­sa do in­cên­dio. “A se­gu­ran­ça dos nos­sos fun­ci­o­ná­ri­os e cli­en­tes sem­pre foi e sem­pre se­rá de ex­tre­ma im­por­tân­cia pa­ra nos­sa com­pa­nhia”, diz o co­mu­ni­ca­do.

Vi­a­tu­ra do Cor­po de Bom­bei­ros Mi­li­tar (CBM) e ca­mi­nhão-pi­pa ten­tam con­ter fo­go den­tro de far­má­cia

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.