Polícia abre inqué­ri­to so­bre ca­so

Correio da Bahia - - Mais -

In­te­gran­tes das po­lí­ci­as Civil, Mi­li­tar e Téc­ni­ca, além do Cor­po de Bom­bei­ros, ex­pli­ca­ram, on­tem à tar­de, detalhes so­bre a ope­ra­ção de res­ga­te na far­má­cia Pa­gue Me­nos de Ca­ma­ça­ri, a iden­ti­fi­ca­ção dos cor­pos (ver aci­ma) e o an­da­men­to da in­ves­ti­ga­ção. Se­gun­do a de­le­ga­da Thaís Si­quei­ra, da 18ª De­le­ga­cia (Ca­ma­ça­ri), um inqué­ri­to já foi ins­tau­ra­do pa­ra apu­rar as cau­sas do aci­den­te, mas ain­da é mui­to ce­do pa­ra apon­tar algum cul­pa­do.

“Va­mos apu­rar os res­pon­sá­veis e as cau­sas des­sa tra­gé­dia. Por en­quan­to, po­de­mos di­zer que foi uma ex­plo­são se­gui­da de in­cên­dio. Te­mos que se­guir com as oi­ti­vas e aguar­dar os re­sul­ta­dos da pe­rí­cia e a iden­ti­fi­ca­ção das ví­ti­mas. Os res­pon­sá­veis se­rão in­di­ci­a­dos”, de­cla­rou.

On­tem pe­la ma­nhã, a de­le­ga­da ou­viu a pri­mei­ra tes­te­mu­nha, uma fun­ci­o­ná­ria da far­má­cia. “Ela dis­se que es­ta­va no me­za­ni­no, jun­to com co­le­gas. Às 13h35, ela des­ceu pa­ra o cai­xa. Nes­se mo­men­to, ou­viu um es­tron­do e tu­do veio abai­xo. Ela tam­bém dis­se que tem cer­te­za que ao me­nos três co­le­gas não saí­ram com vi­da”, re­la­tou. Ain­da de acor­do com a de­le­ga­da, a tes­te­mu­nha con­tou em de­poi­men­to que a far­má­cia es­ta­va em obras há cer­ca de um mês. No dia do aci­den­te, cin­co ope­rá­ri­os tra­ba­lha­vam no es­ta­be­le­ci­men­to. Es­ses ope­rá­ri­os ain­da não fo­ram iden­ti­fi­ca­dos. A de­le­ga­da tam­bém não sou­be in­for­mar se uma em­pre­sa foi con­tra­ta­da pa­ra a obra ou se foi um con­tra­to par­ti­cu­lar. O co­or­de­na­dor de En­ge­nha­ria Le­gal do DPT, Edu­ar­do Ro­da­mi­lans, in­for­mou que os pe­ri­tos en­con­tra­ram no lo­cal equi­pa­men­tos de sol­da e um bo­ti­jão de gás, mas ain­da não é pos­sí­vel de­ter­mi­nar a cau­sa da ex­plo­são. Pe­ri­tos do DPT vão con­ti­nu­ar a pe­rí­cia na ma­nhã de ho­je.

Pa­ra o co­man­dan­te do 10º Gru­pa­men­to de Bom­bei­ros Mi­li­ta­res (Ca­ma­ça­ri), ma­jor La­nus­se Araú­jo, a ex­plo­são foi cau­sa­da por um va­za­men­to de gás. “O que ge­rou a ex­plo­são po­de ter si­do um ma­ça­ri­co, um is­quei­ro”, ci­tou. La­nus­se ain­da de­ta­lhou as ope­ra­ções de bus­ca e res­ga­te, que ter­mi­na­ram às 13h de on­tem. “Foi uma ope­ra­ção mui­to com­ple­xa e des­gas­tan­te. Ti­ve­mos que rom­per uma es­tru­tu­ra de con­cre­to de 40m², que es­ta­va so­bre pes­so­as”, re­la­tou.

Equi­pes do Cor­po de Bom­bei­ros e da pre­fei­tu­ra tra­ba­lham na far­má­cia on­de ocor­reu tra­gé­dia com 9 mor­tos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.