Bai­a­no po­de ser o me­lhor mo­to­ris­ta da Amé­ri­ca La­ti­na

Correio da Bahia - - Front Page -

O ca­mi­nhão trans­por­ta, ver­da­dei­ra­men­te, um país nas cos­tas. E o ca­mi­nho­nei­ro atua em to­dos os elos da ca­deia do trans­por­te ro­do­viá­rio. Ele li­ga, por exem­plo, o cam­po à ca­sa do con­su­mi­dor e trans­fe­re a ma­té­ria-pri­ma pa­ra as li­nhas de pro­du­ção de to­da a in­dús­tria. Por­tan­to, a ca­pa­ci­ta­ção é fun­da­men­tal pa­ra que ele de­sem­pe­nhe um bom pa­pel.

No Bra­sil, os ca­mi­nhões no­vos nun­ca es­ti­ve­ram tão pró­xi­mos tec­no­lo­gi­ca­men­te dos eu­ro­peus, e são ca­da vez mais glo­bais, efi­ci­en­tes e avan­ça­dos. Mas de na­da adi­an­ta tan­to in­ves­ti­men­to de en­ge­nha­ria se o mo­to­ris­ta do trans­por­ta­dor ou o autô­no­mo não se atu­a­li­zar com trei­na­men­to cons­tan­te. A con­ta a ser fei­ta é bem re­a­lis­ta: quem não in­ves­tir em for­ma­ção do con­du­tor es­tá fa­da­do a não ser mais com­pe­ti­ti­vo no mer­ca­do.

An­te­ven­do es­se ce­ná­rio de­sa­fi­a­dor e ofe­re­cen­do sua con­tri­bui­ção ao se­tor de trans­por­tes e pa­ra a so­ci­e­da­de, a Sca­nia vem or­ga­ni­zan­do, des­de 2005, uma com­pe­ti­ção que bus­ca o me­lhor mo­to­ris­ta de ca­mi­nhão do Bra­sil.

Mas o mai­or le­ga­do da ação não é sim­ples­men­te fa­zer com que con­du­to­res du­e­lem en­tre si pa­ra ver quem é o mais ha­bi­li­do­so. Nes­sa com­pe­ti­ção, os ob­je­ti­vos são a va­lo­ri­za­ção da pro­fis­são, tam­bém pa­ra atrair os jo­vens, a cons­ci­en­ti­za­ção pa­ra uma con­du­ção de­fen­si­va e a ca­pa­ci­ta­ção. Os mi­lha­res de pro­fis­si­o­nais ins­cri­tos até ho­je – cerca de 215 mil – re­ce­be­ram al­gum ti­po de trei­na­men­to gra­tui­to pa­ra con­tri­buir pa­ra a se­gu­ran­ça nas es­tra­das e pa­ra a cons­tru­ção de um se­tor de trans­por­te mais sus­ten­tá­vel e efi­ci­en­te. No to­tal, já fo­ram dis­po­ni­bi­li­za­das, sem cus­to, 45 mil ho­ras de trei­na­men­to aos par­ti­ci­pan­tes.

Es­te ano, a com­pe­ti­ção re­ce­beu uma pa­dro­ni­za­ção mun­di­al e pas­sou a se cha­mar Sca­nia Dri­ver Com­pe­ti­ti­ons (SDC). Ela é re­a­li­za­da na Sué­cia des­de 2003 e se ex­pan­diu en­tre os paí­ses on­de a fa­bri­can­te atua. Em 2016, o Bra­sil che­gou à sexta edi­ção.

A Bahia tem enor­me afi­ni­da­de com o tor­neio. Em 2010, Fer­nan­do Pi­tan­ga, na­tu­ral de Sal­va­dor, foi o gran­de cam­peão, ao der­ro­tar 29 com­pe­ti­do­res na fi­nal. Qu­an­do se ins­cre­veu, es­ta­va de­sem­pre­ga­do, e de­pois que se cre­den­ci­ou pa­ra a fi­nal con­se­guiu um em­pre­go. Mu­dou sua vi­da.

Nes­ta edi­ção, a com­pe­ti­ção re­ce­beu mais de 42 mil ins­cri­tos. A Bahia foi o quin­to es­ta­do em ins­cri­ções, com 7,5% de re­pre­sen­tan­tes. Den­tre eles, se des­ta­cou mais um ca­mi­nho­nei­ro de Sal­va­dor. Luís Car­los dos San­tos, 31 anos, su­pe­rou qua­tro fa­ses pa­ra chegar à fi­nal na­ci­o­nal. Na dis­pu­ta, não con­se­guiu ser cam­peão bra­si­lei­ro, mas fi­cou en­tre os três me­lho­res do país, e se tor­nou o ter­cei­ro me­lhor mo­to­ris­ta de ca­mi­nhão do Bra­sil. A com­pe­ti­ção po­de­ria ter ter­mi­na­do pa­ra ele, ca­so o for­ma­to, em 2016, não ti­ves­se re­ce­bi­do uma mu­dan­ça há mui­to aguar­da­da pe­los com­pe­ti­do­res: uma fi­nal Amé­ri­ca La­ti­na. San­tos, bem co­mo o pri­mei­ro e o se­gun­do co­lo­ca­dos da fi­nal na­ci­o­nal fo­ram cre­den­ci­a­dos pa­ra dis­pu­tar ama­nhã, o tí­tu­lo de me­lhor mo­to­ris­ta de ca­mi­nhão da Amé­ri­ca La­ti­na.

O tra­ba­lho não se­rá fá­cil. Ele te­rá de su­pe­rar 11 con­cor­ren­tes. Além dos ou­tros dois bra­si­lei­ros, de­ve­rá ven­cer os três me­lho­res mo­to­ris­tas de Ar­gen­ti­na, Chi­le e Pe­ru. Os 12 dis­pu­tam o tro­féu em São Pau­lo.

San­tos se de­di­ca à pro­fis­são há seis anos. Par­ti­ci­pou pe­la se­gun­da vez. Na pri­mei­ra, em 2014, não pas­sou da eta­pa regional. Ele es­ta­va pres­tes a de­sis­tir da pro­fis­são an­tes de se clas­si­fi­car en­tre os 60 me­lho­res da fa­se 3. De­pois do pó­dio no ter­cei­ro lu­gar, ele con­fes­sou que re­pen­sou a de­ci­são e vai con­ti­nu­ar na pro­fis­são. Quem sa­be não traz pa­ra a Bahia o tí­tu­lo de me­lhor da Amé­ri­ca La­ti­na.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.