Ven­das na Black Friday au­men­tam 60%, afir­mam os or­ga­ni­za­do­res

Correio da Bahia - - Economia -

VAREJO Cor­re­ria, fi­las enor­mes e pre­ços bai­xos. Es­se foi o ce­ná­rio em di­ver­sas lo­jas de Sal­va­dor, on­tem, du­ran­te a Black Friday. Mes­mo com a cri­se, as ven­das on­tem não de­sa­pon­ta­ram. De acor­do com ba­lan­ço par­ci­al da Ebit, uma das or­ga­ni­za­do­ras da pro­mo­ção, as ven­das no co­mér­cio ele­trô­ni­co atin­gi­ram R$ 519 mi­lhões en­tre as 20h de quin­ta-fei­ra (24) e as 8h da ma­nhã de on­tem, um fa­tu­ra­men­to que já re­pre­sen­ta 60% de au­men­to em re­la­ção à mes­ma da­ta pro­mo­ci­o­nal de 2015.

Pa­ra quem não apro­vei­tou a opor­tu­ni­da­de, ain­da dá tempo de en­con­trar al­guns pro­du­tos que fi­cam em pro­mo­ção até ama­nhã. Fe­li­pe Fi­ca, di­re­tor de ope­ra­ções da Câ­ma­ra de Di­ri­gen­tes Lo­jis­tas de Sal­va­dor (CDL), ava­lia o mo­vi­men­to de on­tem co­mo po­si­ti­vo. “O sen­ti­men­to ge­ral é que o dia foi po­si­ti­vo e tal­vez até me­lhor do que no ano pas­sa­do. Os cli­en­tes es­ta­vam es­pe­ran­do pe­la Black Friday”, dis­se. Uma des­sas pes­so­as an­si­o­sas pe­la pro­mo­ção foi o mi­li­tar Gil­mar dos San­tos, que acor­dou mais ce­do pa­ra fa­zer com­pras. “Já ti­nha ido ao su­per­mer­ca­do an­tes, mas es­pe­rei até ho­je pa­ra le­var os pro­du­tos que eu que­ria. Já ti­nha com­pra­do em ou­tras edi­ções (da Black Friday) e sei que va­le a pe­na”. Ele con­se­guiu com­prar seis pro­du­tos ele­tro­e­le­trô­ni­cos, co­mo uma te­le­vi­são de 32 po­le­ga­das, li­qui­di­fi­ca­dor e bar­be­a­dor elé­tri­co. “Gas­tei me­nos de R$ 3 mil com tu­do is­so. Foi ba­si­ca­men­te o pre­ço de um ce­lu­lar em di­as nor­mais. Va­leu mui­to a pe­na”, co­me­mo­rou.

Pa­ra Caio Trin­da­de, ge­ren­te co­mer­ci­al da pla­ta­for­ma BlackF­ri­day.com.br, mes­mo com a cri­se, a Black Friday se­gue cha­man­do a aten­ção dos con­su­mi­do­res. “Mes­mo em um ce­ná­rio re­ces­si­vo, a pro­mo­ção cres­ce por­que o con­su­mi­dor es­tá à es­pe­ra de descontos pro­mo­ci­o­nais pa­ra eco­no­mi­zar. Os cam­peões de ven­da con­ti­nu­am sen­do smartpho­nes, no­te­bo­oks e ele­tro­do­més­ti­cos”.

Aque­les que não con­se­gui­ram apro­vei­tar as ofer­tas de on­tem não pre­ci­sam de­sa­ni­mar. “A mai­o­ria dos lo­jis­tas op­tou por es­ten­der pa­ra o fi­nal de se­ma­na e al­guns co­me­ça­ram an­tes mes­mo da sexta-fei­ra. Se o con­su­mi­dor con­ti­nu­ar in­do às lo­jas vai con­ti­nu­ar apro­vei­tan­do as ofer­tas. Os lo­jis­tas es­tão pre­pa­ra­dos e com o es­to­que pre­pa­ra­do”, con­ta Fe­li­pe Fi­ca, da CDL.

Gil­mar dos San­tos gas­tou me­nos de R$ 3 mil em ele­tro­e­le­trô­ni­cos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.