Grin­go com den­dê

Correio da Bahia - - Esporte - Moy­sés Su­zart moy­ses.su­zart@re­de­bahia.com.br

Cár­de­nas ga­ran­te que adap­ta­ção foi len­ta, mas já se sen­te mais bai­a­no

Que jo­gue a pri­mei­ra pe­dra quem nun­ca so­freu com fal­ta de adap­ta­ção em al­gum mo­men­to na vi­da. Mo­rar em ou­tro país, um no­vo tra­ba­lho, ou­tra cul­tu­ra. Qual­quer coi­sa po­de pre­ju­di­car a ro­ti­na. Ima­gi­na se tu­do is­so se jun­tas­se, co­mo ocor­reu com o meia co­lom­bi­a­no Cár­de­nas. O ca­mi­sa 10 ru­bro-ne­gro con­fes­sa que seus pri­mei­ros jo­gos no Leão não fo­ram sa­tis­fa­tó­ri­os. Mas ga­ran­te que a adap­ta­ção es­tá no ca­mi­nho cer­to.

Não à toa, o meia tem apre­sen­ta­do uma evo­lu­ção a ca­da jo­go, mes­mo que ain­da su­til pa­ra o pe­so de ves­tir a ca­mi­sa 10 re­fe­ren­da­da ao cra­que do ti­me. “Não é fá­cil es­ta adap­ta­ção. Creio que a ca­da dia me­lho­ro mais e me acos­tu­mo com

Bo­la na mão e no bra­ço: mais ‘bai­a­no’, Cár­de­nas vem su­bin­do de pro­du­ção

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.