Morte re­per­cu­te no meio po­lí­ti­co

Correio da Bahia - - Mais -

Em uma bre­ve men­sa­gem à im­pren­sa, o pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, Mi­chel Te­mer, dis­se, on­tem, que Fi­del Cas­tro “foi um líder de con­vic­ções”. “Mar­cou a se­gun­da me­ta­de do sé­cu­lo 20 com a de­fe­sa fir­me das idei­as em que acre­di­ta­va”, diz o co­mu­ni­ca­do.

Já o ex-pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va afir­mou, em no­ta, que a morte de Fi­del é co­mo a per­da de um ir­mão mais ve­lho, de um “com­pa­nhei­ro in­subs­ti­tuí­vel”. “Mor­reu on­tem o mai­or de to­dos os la­ti­no-ame­ri­ca­nos, o co­man­dan­te em che­fe da revolução cubana, meu ami­go e com­pa­nhei­ro Fi­del Cas­tro Ruiz”, dis­se ele.

A ex-pre­si­den­te Dil­ma Rous­seff tam­bém la­men­tou. “Fi­del foi um dos mais im­por­tan­tes po­lí­ti­cos con­tem­po­râ­ne­os e um vi­si­o­ná­rio que acre­di­tou na cons­tru­ção de uma so­ci­e­da­de fra­ter­na e jus­ta, sem fo­me nem ex­plo­ra­ção, nu­ma Amé­ri­ca La­ti­na uni­da e for­te”, des­ta­cou ela, em no­ta.

Uma das ma­ni­fes­ta­ções mais con­tun­den­tes foi a co­me­mo­ra­ção do de­pu­ta­do Jair Bol­so­na­ro (PSC-RJ), que o clas­si­fi­cou de “ex­ter­mi­na­dor de li­ber­da­des”. “Fi­del Cas­tro, um gran­de ex­ter­mi­na­dor de li­ber­da­des e pro­mo­tor da mi­sé­ria do mun­do to­do, cer­ta­men­te te­rá, ao la­do de ído­los

Lu­la de­fi­niu a morte de Fi­del co­mo ‘a per­da de um ir­mão mais ve­lho’

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.