Tri­co­lo­res elé­tri­cos

Correio da Bahia - - Front Page - Moy­sés Su­zart moy­ses.su­zart@re­de­bahia.com.br

Fes­ta do aces­so con­ta com trio e em­pol­ga­ção de jo­ga­do­res e tor­ci­da

Atrás do trio elé­tri­co, só não vai quem não su­biu! Se tu­do aca­ba em fes­ta na Bahia, ima­gi­na qu­an­do o seu bi­cam­peão bra­si­lei­ro re­tor­na ao pos­to de re­pre­sen­tan­te da Sé­rie A. Des­de 1976, qu­an­do o Trio Elé­tri­co Ar­man­di­nho, Dodô & Os­mar lan­çou um ál­bum “Bahia, Bahia, Bahia!”, mis­tu­ran­do o hi­no tricolor com os acor­des da gui­tar­ra bai­a­na, a can­ção das ar­qui­ban­ca­das vi­rou pa­trimô­nio de qual­quer fes­ta em Sal­va­dor. On­tem não po­de­ria ser di­fe­ren­te.

Co­mo um car­na­val fo­ra de épo­ca, o hi­no do Bahia se tor­nou a úni­ca pa­la­vra de or­dem na ca­pi­tal bai­a­na. Se­ja em rit­mo de axé, sam­ba, ar­ro­cha ou ser­ta­ne­jo, já es­ta­va de­cre­ta­do que a bo­ni­ta le­tra do jor­na­lis­ta Adro­al­do Ri­bei­ro Cos­ta era a úni­ca mú­si­ca pos­sí­vel no domingo de sol em Sal­va­dor. Após a che­ga­da do elen­co tricolor na ca­pi­tal bai­a­na, a na­ção azul, ver­me­lha e bran­ca foi até a Bo­ca do Rio cur­tir o trio com o can­tor tricolor Ri­car­do Cha­ves. Cer­ca de 500 tor­ce­do­res can­ta­ram com seus re­pre­sen­tan­tes do aces­so.

As co­res es­ta­vam no pei­to e na ca­be­ça. Li­te­ral­men­te no cli­ma da fes­ta, a mai­o­ria dos atle­tas pin­tou o ca­be­lo com as co­res do Bahia. To­dos su­bi­ram no trio pa­ra co­me­mo­rar. “Sou Bahia até a mor­te! So­mos os úni­cos bai­a­nos ga­ran­ti­dos na Sé­rie A de 2017! Hoje não que­ro nem sa­ber o que é fu­te­bol. Só o que é ser Baêa! Bo­ra Baêa mi­nha por­ra!”, afir­mou Fei­jão, qu­an­do per­gun­ta­mos so­bre os pla­nos pa­ra 2017. “Sal­va­dor é nos­sa. Va­mos do­mi­nar tu­do!”, com­ple­tou o em­pol­ga­do jo­ga­dor, que che­gou a can­tar ao la­do de Ri­car­do Cha­ves o hi­no do Bahia. “Uh, nos­so fei­jão ta ca­ro!”, gri­tou a tor­ci­da.

Her­na­ne Bro­ca­dor tam­bém não que­ria sa­ber de fu­te­bol. Na ver­da­de, nin­guém ali que­ria. “Me fa­la­ram que tu­do aqui aca­ba em car­na­val. Me­re­ce­mos es­sa fes­ta, os atle­tas me­re­cem, a tor­ci­da me­re­ce. Ho­ra de co­me­mo­rar, dan­çar e só pen­sar na tem­po­ra­da pas­sa­da ama­nhã”, dis­se Guto Fer­rei­ra,

Sem­pre pre­sen­te nas co­me­mo­ra­ções tri­co­lo­res, Ri­car­do Cha­ves faz a ale­gria dos tor­ce­do­res na Bo­ca do Rio. Um ver­da­dei­ro car­na­val fo­ra de épo­ca

Jo­ga­do­res, co­mis­são téc­ni­ca, fun­ci­o­ná­ri­os e di­ri­gen­tes: ha­ja fes­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.