Ter­ra de al­guém

Correio da Bahia - - Esporte - Da Re­da­ção

A área de 5 mi­lhões de m² (o equi­va­len­te a 500 cam­pos de fu­te­bol) in­va­di­da por 2 mil gri­lei­ros no Li­to­ral Nor­te tem do­no. Aliás, do­nos. As ter­ras são de qua­tro gru­pos di­fe­ren­tes, três de­les de em­pre­sá­ri­os: o gru­po Fer­nan­dez Pla­za, o gru­po por­tu­guês Liz Cons­tru­ções e o EMES, de uma fa­mí­lia de in­ves­ti­do­res de Ser­gi­pe. Ca­da um de­tém cer­ca de 1 mi­lhão de m² das ter­ras. O res­tan­te é de uma fa­mí­lia na­ti­va de Arem­be­pe, que her­dou as ter­ras do bi­savô.

Con­for­me de­nun­ci­ou an­te­on­tem o COR­REIO, os ter­re­nos que fi­cam en­tre Arem­be­pe e Bar­ra do Ja­cuí­pe têm si­do to­ma­dos não por sem-te­to ou sem-ter­ras, mas por gen­te que che­ga com seus car­rões e lo­tei­am as ter­ras na mar­ra. Fon­tes li­ga­das às Pre­fei­tu­ra de Ca­ma­ça­ri apon­tam, in­clu­si­ve, a exis­tên­cia de uma as­so­ci­a­ção ile­gal com 2 mil pes­so­as. Es­se se­ria ape­nas um dos 40 pon­tos de in­va­sões do mu­ni­cí­pio.

Con­se­gui­mos fa­lar com três re­pre­sen­tan­tes dos ver­da­dei­ros do­nos dos es­pa­ços. To­dos es­tão re­vol­ta­dos com as in­va­sões. “Vo­cê de­tém a propriedade, pa­ga os im­pos­tos, tem a es­cri­tu­ra em mãos e vê seu pa­trimô­nio ser in­va­di­do des­se jei­to por gen­te que não pre­ci­sa dis­so”, re­cla­ma Má­rio Araú­jo, do gru­po EMES.

Se­gun­do ele, os pro­pri­e­tá­ri­os já en­tra­ram com ação na Jus­ti­ça pa­ra bus­car a rein­te­gra­ção de pos­se con­tra o que

Do­nos de ter­re­nos de Arem­be­pe lu­tam pa­ra re­a­ver áre­as in­va­di­das

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.