No­va fa­se da Ope­ra­ção Ze­lo­tes tem co­mo al­vo o BankBos­ton

Correio da Bahia - - Brasil -

ZE­LO­TES A Po­lí­cia Fe­de­ral de­fla­grou on­tem a oi­ta­va fa­se da Ope­ra­ção Ze­lo­tes, que apu­ra cor­rup­ção no Con­se­lho Ad­mi­nis­tra­ti­vo de Re­cur­sos Fis­cais (Carf), es­pé­cie de “tri­bu­nal” que ava­lia re­cur­sos de gran­des con­tri­buin­tes em dé­bi­to com a Re­cei­ta Fe­de­ral. A in­ves­ti­ga­ção apon­ta a exis­tên­cia, nos úl­ti­mos dez anos, de um es­que­ma de pa­ga­men­to de pro­pi­nas a con­se­lhei­ros do ór­gão pa­ra fa­vo­re­cer o BankBos­ton, cu­jas ope­ra­ções no Bra­sil fo­ram ad­qui­ri­das pe­lo Itaú Uni­ban­co em 2006.

Cer­ca de cem po­li­ci­ais fe­de­rais cum­pri­ram 34 man­da­dos ex­pe­di­dos pe­la Jus­ti­ça Fe­de­ral em Bra­sí­lia, sen­do 21 de bus­ca e apre­en­são e 13 de con­du­ção co­er­ci­ti­va em Per­nam­bu­co, São Pau­lo e Rio de Ja­nei­ro. Hou­ve bus­cas em en­de­re­ços do Itaú e do Bank of Ame­ri­ca, ins­ti­tui­ção que su­ce­deu ao BankBos­ton no Bra­sil. Ex-con­se­lhei­ros do Carf, ad­vo­ga­dos e ex-exe­cu­ti­vos

5do BankBos­ton, sus­pei­tos de en­vol­vi­men­to no es­que­ma, fo­ram con­du­zi­dos co­er­ci­ti­va­men­te a pres­tar de­poi­men­tos e, em se­gui­da, li­be­ra­dos. A Ze­lo­tes apu­ra o pa­ga­men­to de “ta­xas de su­ces­so” que va­ri­a­vam de 5% a 10% do valor dis­cu­ti­do em três pro­ces­sos em tra­mi­ta­ção, su­pe­ri­or a R$ 200 mi­lhões. O BankBos­ton con­tra­tou a Pag­noz­zi Ca­la­zans & As­so­ci­a­dos Con­sul­to­ria Em­pre­sa­ri­al, de Má­rio Pag­noz­zi Jú­ni­or, pa­ra atu­ar no ca­so. A em­pre­sa é sus­pei­ta de fa­zer par­ce­ria com ou­tros es­cri­tó­ri­os, en­tre eles a SGR Con­sul­to­ria, de Edi­son Ro­dri­gues e Jo­sé Ri­car­do da Sil­va, pa­ra cor­rom­per con­se­lhei­ros.

O inqué­ri­to so­bre o ca­so do BankBos­ton diz que a hol­ding Itaú Uni­ban­co pa­gou, en­tre 2009 e 2015, cer­ca de R$ 10 mi­lhões à Pag­noz­zi Ca­la­zans. A con­sul­to­ria, por sua vez, re­pas­sou cer­ca de R$ 5 mi­lhões às par­cei­ras, sus­pei­tas de in­ter­me­di­ar as pro­pi­nas Em no­ta, o Itaú Uni­ban­co con­fir­mou a re­a­li­za­ção de “di­li­gên­cia” em su­as de­pen­dên­ci­as, mas sus­ten­ta que o ob­je­to da ope­ra­ção foi a bus­ca de do­cu­men­tos re­la­ti­vos a pro­ces­sos tri­bu­tá­ri­os do BankBos­ton. O Bank of Ame­ri­ca in­for­mou es­tar “co­o­pe­ran­do in­te­gral­men­te com a do­cu­men­ta­ção re­que­ri­da pe­las au­to­ri­da­des bra­si­lei­ras”. A re­por­ta­gem não con­se­guiu con­ta­to com a Pag­noz­zi Ca­la­zans e seus res­pon­sá­veis. Os ou­tros ci­ta­dos dis­se­ram que não pre­ten­dem se pro­nun­ci­ar so­bre o as­sun­to.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.