Em­pre­sa pa­ga à Suí­ça cin­co ve­zes mais que o banco HSBC

Correio da Bahia - - Mais -

Em meio às ne­go­ci­a­ções pa­ra en­cer­rar os pro­ces­sos con­tra a em­pre­sa na Suí­ça e trans­fe­rir os dos­si­ês ao Bra­sil, a Ode­bre­cht acei­tou pagar aos país eu­ro­peu mais de cin­co ve­zes o valor que banco HSBC acer­tou, no ano pas­sa­do, com a Pro­cu­ra­do­ria de Ge­ne­bra, de­pois do es­cân­da­lo en­vol­ven­do a divulgação de cen­te­nas de no­mes de seus cli­en­tes e o pa­pel do banco em fa­ci­li­tar la­va­gem de di­nhei­ro epi­só­dio co­nhe­ci­do Swis­s­le­aks. Por qua­se um ano, a Ode­bre­cht ten­tou evi­tar que os da­dos fos­sem trans­fe­ri­dos ao Bra­sil, apre­sen­tan­do re­cur­sos na Jus­ti­ça suí­ça. Mas, em ou­tu­bro des­te ano, o Tri­bu­nal Su­pe­ri­or da­que­le país de­cre­tou que a co­la­bo­ra­ção com as au­to­ri­da­des bra­si­lei­ras era le­gal. Em com­pas­so si­mul­tâ­neo, o gru­po vai in­ves­tir no de­par­ta­men­to de com­pli­an­ce, que tem à fren­te a di­re­to­ra Ol­ga Mello Pon­tes, egres­sa da Bras­kem, bra­ço pe­troquí­mi­co e mai­or em­pre­sa do gru­po.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.