POR QUE IST E NÃO DST?

Correio da Bahia - - Mais -

A ter­mi­no­lo­gia In­fec­ções Se­xu­al­men­te Transmissíveis (IST) pas­sou a ser ado­ta­da há me­nos de um ano pe­lo Mi­nis­té­rio da Saú­de em subs­ti­tui­ção à ex­pres­são Do­en­ças Se­xu­al­men­te Transmissíveis (DST) por­que des­ta­ca a pos­si­bi­li­da­de de uma pes­soa ter e trans­mi­tir uma in­fec­ção, mes­mo sem si­nais e sin­to­mas. Elas são cau­sa­das por ví­rus, bac­té­ri­as ou ou­tros mi­cro-or­ga­nis­mos. A trans­mis­são ocor­re prin­ci­pal­men­te, por meio do con­ta­to se­xu­al ou, ain­da, da mãe pa­ra a cri­an­ça du­ran­te a ges­ta­ção, o par­to ou a ama­men­ta­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.