Ser bai­a­no é ou­tro ní­vel

Correio da Bahia - - Mais - Nai­a­na Ribeiro

Tem gen­te achan­do mas­sa. Ou­tros di­zem que tá meio ar­men­ga­do. A ter­ra do den­dê es­tá dan­do o que fa­lar na no­ve­la das no­ve da TV Glo­bo, Se­gun­do Sol. O bai­a­nês fa­la­do pe­los ato­res, en­tão, es­tá ren­den­do co­mo quê não só nas redes so­ci­ais co­mo nas ru­as. Mas, é pre­ci­so mui­to mais do que so­ta­que, ex­pres­sões e gí­ri­as pa­ra in­ter­pre­tar um bai­a­no.

A mu­si­ca­li­da­de, a vi­va­ci­da­de ex­pres­si­va e as me­tá­fo­ras são al­gu­mas ca­rac­te­rís­ti­cas do jei­to de fa­lar da­qui. “Te­mos uma mú­si­ca, um rit­mo mais len­to e meio ana­sa­la­do. As vo­gais tô­ni­cas são aber­tas: o bai­a­no não fa­la ‘cô­ra­ção’. Fa­la ‘có­ra­ção’”, diz Ni­val­do La­riú, au­tor do Di­ci­o­ná­rio de Bai­a­nês. Ao mes­mo tem­po, is­so po­de con­fun­dir os ato­res, por­que exis­tem par­ti­cu­la­ri­da­des: “A gen­te não fa­la ‘fé­li­ci­da­de’; e sim ‘fê­li­ci­da­de’”.

Além das es­pe­ci­fi­ci­da­des lin­guís­ti­cas, o bai­a­no usa mui­to o cor­po. Cap­tar tu­do is­so em uma no­ve­la é di­fí­cil. “Ter baianos no elen­co fa­ci­li­ta. Mas tem o jei­to de fa­lar, a ma­le­mo­lên­cia, o to­que, o bom hu­mor e as fa­las são acom­pa­nha­das de ges­tos e de uma cer­ta dan­ça”, res­sal­ta. Flu­mi­nen­se de nas­cen­ça, o es­cri­tor mo­ra em Sal­va­dor há mais 20 anos e de­mo­rou um tem­po até en­ten­der es­sa ‘en­ce­na­ção’: “Ser bai­a­no é pa­ra pro­fis­si­o­nais”.

O ator bai­a­no Su­li­vã Bis­po, que fi­cou co­nhe­ci­do pe­lo ca­nal Fra­ses de Mai­nha, bate na te- cla: fa­zer bai­a­no na fic­ção não é na­da fá­cil. “É di­fí­cil in­ter­pre­tar um nor­des­ti­no e não cair no cli­chê do ser­tão ou do ca­ri­ca­to. A for­ma co­mo a gen­te fa­la con­ta uma história. Co­mo vi­ve­mos num es­ta­do ma­jo­ri­ta­ri­a­men­te ne­gro - e es­sa co­mu­ni­da­de tem a tra­di­ção de can­tar e dan­çar pa­ra lou­var seus an­ces­trais tra­ze­mos is­so no lin­gua­jar”, acres­cen­ta.

Por is­so, a pre­pa­ra­ção dos ato-

Chay Su­e­de (Íca­ro) com o ator bai­a­no Da­ni­lo Fer­rei­ra (Acá­cio): pa­re­ce até bai­a­no

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.