Dá pa­ra lu­crar com a al­ta do dó­lar?

Correio da Bahia - - Mais -

O dó­lar atin­giu, na úl­ti­ma quin­ta-fei­ra (7/6), R$ 3,92, o mai­or va­lor des­de mar­ço de 2016. A al­ta da mo­e­da ame­ri­ca­na im­pac­ta em to­dos os se­to­res da eco­no­mia e por is­so é um mo­vi­men­to ao qual os in­ves­ti­do­res pre­ci­sam es­tar aten­tos, prin­ci­pal­men­te qu­em quer co­me­çar a apli­car na bol­sa. Pa­ra sa­ber como co­me­çar com o pé di­rei­to, o COR­REIO con­ver­sou com o ges­tor de in­ves­ti­men­tos da Par Mais, Ale­xan­dre Amo­rim. Con­fi­ra:

Qual o im­pac­to da al­ta do dó­lar no mer­ca­do de ações? Is­so é bom ou ruim pa­ra o in­ves­ti­dor?

O dó­lar im­pac­ta toda a eco­no­mia e, por con­sequên­cia, o mer­ca­do de ações. Em­pre­sas ex­por­ta­do­ras te­rão mais re­cei­ta, por is­so se va­lo­ri­zam num even­to as­sim. Em­pre­sas que têm dí­vi­da em dó­lar ou as que usam in­su­mos im­por­ta­dos te­rão seus cus­tos ele­va­dos e me­nos lu­cros, por­tan­to, se des­va­lo­ri­zam. Pa­ra o in­ves­ti­dor is­so po­de re­pre­sen­tar ris­co ou opor­tu­ni­da­de.

Que ou­tras va­riá­veis econô­mi­cas in­ter­fe­rem no ren­di­men­to das ações?

Dois gran­des fa­to­res in­flu­en­ci­am o mer­ca­do. Fun­da­men­tos e flu­xo de ca­pi­tal. Os fun­da­men­tos têm a ver tan­to com fa­to­res econô­mi­cos como com a ges­tão das em­pre­sas. Mui­tas ve­zes os fun­da­men­tos aca­bam sen­do atro­pe­la­dos pelo flu­xo. Nes­te mo­men­to, em que mui­tos in­ves­ti­do­res es­tão mi­gran­do de mer­ca­dos emer­gen­tes pa­ra os EUA por can­ta do au­men­to dos ju­ros por lá, o flu­xo de di­nhei­ro aca­ba pres­si­o­nan­do o mer­ca­do.

Como man­ter uma boa ren­ta­bi­li­da­de?

Com dis­ci­pli­na, mui­to es­tu­do e co­nhe­ci­men­to – so­ma­do a uma boa do­se de san­gue frio. Re­co­men­da­mos que os in­ves­ti­men­tos em ações se­jam fei­tos com o au­xí­lio de um ges­tor pro­fis­si­o­nal, di­re­ta­men­te ou atra­vés de um fun­do de in­ves­ti­men­tos. Nor­mal­men­te os re­sul­ta­dos são me­lho­res.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.