DO­NA FLOR TO­MA CA­LO­TE DO GO­VER­NO

Correio da Bahia - - Vida -

Qua­se um ano de­pois de pu­bli­ca­do no Diá­rio Ofi­ci­al, o go­ver­no do es­ta­do ain­da não qui­tou a dívida no va­lor de R$ 500 mil re­fe­ren­te a uma co­ta de pa­tro­cí­nio para o fil­me Do­na Flor e Seus Dois Ma­ri­dos, ro­da­do no ano pas­sa­do em Sal­va­dor. De acor­do com Mar­ce­lo Faria, ator, di­re­tor e pro­du­tor da obra, a pro­du­to­ra de sua fa­mí­lia, a Re­gi­nal­do Fa­ri­as Pro­du­ções Ar­tís­ti­cas Lt­da, ain­da não con­se­guiu fe­char as con­tas des­te pro­je­to em fun­ção do atra­so no pa­ga­men­to des­ta co­ta. “Cum­pri­mos com to­das as exi­gên­ci­as do con­tra­to, in­clu­si­ve fi­ze­mos o lan­ça­men­to na­ci­o­nal em Sal­va­dor, com a pre­sen­ça dos ato­res pro­ta­go­nis­tas, e a Bahi­a­tur­sa ain­da não cum­priu com a de­la, o que es­tá nos tra­zen­do pro­ble­mas com nos­sos for­ne­ce­do­res”, con­ta.

O con­tra­to nº 391/2017 foi pu­bli­ca­do no Diá­rio Ofi­ci­al da Bahia no dia 14 de ju­lho do ano pas­sa­do e a ver­ba, que de­ve­ria ter si­do des­ti­na­da à pro­du­to­ra pe­la Se­cre­ta­ria de Tu­ris­mo, atra­vés da Bahi­a­tur­sa, nun­ca che­gou aos co­fres da pro­du­to­ra. Mar­ce­lo Faria afir­ma que ape­sar das inú­me­ras co­bran­ças, te­le­fo­ne­mas e tro­ca de emails, a si­tu­a­ção per­ma­ne­ce sem so­lu­ção. “Te­nho li­ga­do cons­tan­te­men­te para o Di­o­go (Me­dra­do, pre­si­den­te da Bahi­a­tur­sa) e ele nem me aten­de mais. Pre­ci­sa­mos re­ce­ber”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.