‘Ale­gria e pre­o­cu­pa­ção’, diz pá­ro­co após re­for­ma

Correio da Bahia - - Mais -

Ti­ve­mos que fa­zer uma sé­rie de tes­tes quí­mi­cos para sa­ber qu­al a me­lhor for­ma de re­mo­ver os ma­te­ri­ais Thaya­ne Mar­tins Po­de­ría­mos di­zer que o pá­ro­co da Ca­te­dral Ba­sí­li­ca de Sal­va­dor, pa­dre Lá­za­ro Sil­va Mu­niz, é só ale­gria após o res­tau­ro da sua igre­ja. Mas, ele tam­bém con­ta que es­tá pre­o­cu­pa­do. Pa­dre Lá­za­ro diz que o mai­or de­sa­fio, ago­ra, é fa­zer a ma­nu­ten­ção des­se pa­trimô­nio.

“Estou com o co­ra­ção cheio de ale­gria, mas tam­bém cheio de pre­o­cu­pa­ção. É um pa­trimô­nio fan­tás­ti­co que pre­ci­sa ser pre­ser­va­do. A obra é gran­de de­mais. É pre­ci­so to­da uma equi­pe para man­ter tudo is­so”, dis­se pa­dre Lá­za­ro, que bus­ca par­ce­ri­as para as ma­nu­ten­ções: “Es­ta­mos con­ver­san­do com o pró­prio Iphan, com o Ipac (Ins­ti­tu­to do Pa­trimô­nio Ar­tís­ti­co e Cul­tu­ral da Bahia), com as co­mis­sões da Ar­qui­di­o­ce­se e de Ar­te Sa­cra para en­con­tra­mos as me­lho­res for­mas de cui­da­do”.

Pa­dre Lá­za­ro quer a ca­te­dral mo­vi­men­ta­da. Quan­to mais movimento, mas vai ter gen­te in­te­res­sa­da em aju­dar: “Con­tro­le de va­za­men­tos, o for­ro, te­lha­do. Sem fa­lar na ma­nu­ten­ção ar­tís­ti­ca”, ex­pli­cou. “Que­re­mos fa­zer com que es­se es­pa­ço se­ja um es­pa­ço cul­tu­ral, sem per­der a di­men­são da fé e da ora­ção”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.