Cui­da­do com o an­dor

Folha de Londrina Domingo - - POLÍTICA -

O su­ces­so da UFC em Cu­ri­ti­ba e em es­ca­la in­ter­na­ci­o­nal le­vou mui­ta gen­te a um es­tá­gio pró­xi­mo da apo­te­o­se men­tal. Já se fa­la até nos ga­nhos que te­ría­mos com um jo­go da NBA na Are­na da Bai­xa­da. Da mes­ma for­ma, as su­pos­tas res­pos­tas tu­rís­ti­cas em ter­mos de lo­ta­ção mé­dia de ho­téis, de gas­tos su­per­di­men­si­o­na­dos pe­los vi­si­tan­tes, bem co­mo da sua dis­po­si­ção de vol­tar à ca­pi­tal pa­ra­na­en­se, pa­re­cem uma res­pos­ta tam­bém exa­ge­ra­da ao fra­cas­so da­que­les qua­tro jo­gos da Co­pa do Mundo que, jun­tos, não atin­gi­ram os re­sul­ta­dos de ago­ra.

Ob­vi­a­men­te, o ter­cei­ro mai­or pú­bli­co mun­di­al do UFC cre­den­cia o Atlé­ti­co Pa­ra­na­en­se a fa­zer ago­ra uma ven­da de sua mar­ca que não se­ja in­fe­liz e pre­cá­ria co­mo aque­la da Kyo­ce­ra e o co­lo­que co­mo re­fe­rên­cia pa­ra ex­plo­ra­ção in­ten­si­va do es­tá­dio de múl­ti­plo uso, o que afi­nal se dá com o Maracanã e o Mo­rum­bi, por exem­plo. O ilu­si­o­nis­mo das ex­pec­ta­ti­vas cri­a­das pe­los po­lí­ti­cos e se­cre­tá­ri­os mu­ni­ci­pais e es­ta­du­ais em tor­no da Co­pa do Mundo fo­ram de uma ir­res­pon­sa­bi­li­da­de abis­sal, um oba oba sem fun­da­men­to, tí­pi­co do ufa­nis­mo ofi­ci­al que le­va a lu­gar al­gum, al­go com jei­ti­nho de pi­ca­re­ta­gem.

Há ne­ces­si­da­de de for­ma­ção de qua­dros pa­ra es­se ti­po de ação e que se­jam pre­ce­di­dos de pes­qui­sas mo­ti­va­ci­o­nais por­que de re­pen­te um jo­go de rúg­bi ou de bei­se­bol, que não caia no gos­to pú­bli­co, não traz re­sul­ta­dos equi­va­len­tes co­mo po­de­ri­am ser ob­ti­dos com o Cir­que de So­leil, por exem­plo, ou a Ópe­ra de Pequim. Ur­ge es­tu­dar e ex­plo­rar bem o fi­lão.Van­ta­gem lo­ca­ci­o­nal in­con­tes­tá­vel é, sem dú­vi­da, o te­to re­trá­til, so­nho an­ti­go do Co­rinthi­ans e au­sen­te da sua ex­cep­ci­o­nal are­na.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.