To­le­rân­cia é sa­be­do­ria e vir­tu­de

Folha de Londrina Domingo - - OPINIÃO -

E os ata­ques ter­ro­ris­tas se su­ce­dem in­can­sa­vel­men­te fa­zen­do inú­me­ras ví­ti­mas inocentes pe­lo mun­do. O úl­ti­mo foi pro­ta­go­ni­za­do por um mo­to­ris­ta que avan­çou com um ca­mi­nhão so­bre de­ze­nas de pes­so­as na ci­da­de de Ni­ce em dia de fe­ri­a­do na­ci­o­nal na Fran­ça (14/07/1789). As mo­ti­va­ções das bar­bá­ri­es nem sem­pre são co­nhe­ci­das, mas co­mu­men­te jus­ti­fi­ca­das em ques­tões de opi­nião (dog­má­ti­ca, ide­o­ló­gi­ca, fun­da­men­ta­lis­ta, sec­tá­ria). Ora, uma opi­nião é sem­pre uma cren­ça in­cer­ta (ex: o seu deus não é o meu Deus)! Ca­da um, por mais con­ven­ci­do de que te­nha ra­zão, de­ve ad­mi­tir que não tem con­di­ções de pro­vá-la. So­mos to­dos fei­tos de fra­que­zas e de er­ros. O Prín­ci­pe do Ilu­mi­nis­mo (Vol­tai­re) en­si­na que de­ve­mos nos to­le­rar mu­tu­a­men­te por­que so­mos fra­cos, in­con­se­quen­tes, su­jei­tos à mu­ta­bi­li­da­de, ao er­ro. É aí que a to­le­rân­cia, como vir­tu­de, fun­da-se: re­co­nhe­cer a in­ca­pa­ci­da­de que te­mos de al­can­çar a ver­da­de ab­so­lu­ta. Es­sa pe­que­na vir­tu­de nos con­vém e ela está ao nos­so al­can­ce. O fi­ló­so­fo André-Com­te Spon­vil­le ad­ver­te: “As­sim como a sim­pli­ci­da­de é a vir­tu­de dos sá­bi­os e a sa­be­do­ria é a vir­tu­de dos santos, a to­le­rân­cia é sa­be­do­ria e vir­tu­de pa­ra aque­les que - to­dos nós - não são uma coi­sa nem ou­tra.” RICARDO LAFFRANCHI (ad­vo­ga­do) - Lon­dri­na

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.