Lon­dri­na en­tra em tem­po­ra­da de dan­ça

Fes­ti­val de Dan­ça co­me­ça na se­gun­da-fei­ra (8) com es­pe­tá­cu­los que abor­dam te­mas atu­ais, co­mo ma­ni­pu­la­ção de in­for­ma­ções e pro­ta­go­nis­mo fe­mi­ni­no, di­a­lo­gan­do com ou­tras lin­gua­gens

Folha de Londrina Domingo - - FOLHA 2 - Ma­ri­an Tri­guei­ros Re­por­ta­gem Lo­cal

Lon­dri­na, a ci­da­de dos fes­ti­vais, se pre­pa­ra pa­ra re­ce­ber mais um gran­de even­to já con­so­li­da­do no ca­len­dá­rio do mu­ni­cí­pio: o 16ª Fes­ti­val de Dan­ça de Lon­dri­na, que co­me­ça nes­ta se­gun­da­fei­ra (8) e se­gue até o dia 14 de ou­tu­bro. Ape­sar da pro­gra­ma­ção mais en­xu­ta de­vi­do a di­mi­nui­ção de re­cur­sos, se­rão se­te di­as de apre­sen­ta­ções de gru­pos de Lon­dri­na, Cu­ri­ti­ba, São Pau­lo e Suí­ça, num to­tal de dez es­pe­tá­cu­los (gra­tui­tos e a pre­ços po­pu­la­res) que vão co­lo­car a dan­ça no pal­co em diá­lo­go com ou­tras lin­gua­gens co­mo o te­a­tro, o cir­co e a mú­si­ca. Ou­tras três ofi­ci­nas se­rão re­a­li­za­das du­ran­te a pro­gra­ma­ção que es­tá dis­po­ní­vel no si­te ofi­ci­al. Os in­gres­sos já po­dem ser ad­qui­ri­dos nos pon­tos de ven­da e na bi­lhe­te­ria do Te­a­tro Ou­ro Ver­de.

A ca­da ano, a cu­ra­do­ria e co­or­de­na­ção do fes­ti­val ele­ge um te­ma de pe­so pa­ra ser dis­cu­ti­do e es­te ano não foi di­fe­ren­te. A edi­ção abor­da, por­tan­to, um as­sun­to mui­to atu­al que é o fenô­me­no da ma­ni­pu­la­ção de in­for­ma­ções no am­bi­en­te vir­tu­al, tan­to que a ar­te do car­taz de di­vul­ga­ção mos­tra um ca­lei­dos­có­pio em que ima­gens de um bai­la­ri­no e de um bo­ne­co con­fun­dem-se nos mo­vi­men­tos, re­fle­tin­do o ter­ri­tó­rio de in­cer­te­zas que se vi­ven­cia, en­tre mi­tos e ver­da­des. Ou­tro te­ma im­por­tan­te que per­pas­sa mais da me­ta­de da pro­gra­ma­ção do even­to é o pa­pel de per­so­na­gens fe­mi­ni­nas na mo­bi­li­za­ção de dis­cus­sões, ou se­ja, a for­ça do pro­ta­go­nis­mo fe­mi­ni­no nos úl­ti­mos anos.

Se­gun­do a co­or­de­na­do­ra do fes­ti­val, Da­ni­e­li Pe­rei­ra, a pro­gra­ma­ção ele­geu gru­pos que le­van­tam es­sas ques­tões con­tem­po­râ­ne­as jun­ta­men­te com su­as ca­rac­te­rís­ti­cas eclé­ti­cas de lin­gua­gens, que vão do clás­si­co ao con­tem­po­râ­neo, pas­san­do pe­las dan­ças po­pu­la­res e tra­di­ci­o­nais. “Te­mos sem­pre o cui­da­do em se­le­ci­o­nar gru­pos que te­nham es­sa pre­o­cu­pa­ção re­fle­xi­va que vai além da es­té­ti­ca da dan­ça. Des­de o ano pas­sa­do, a so­ci­e­da­de tem pre­sen­ci­a­do for­tes mo­vi­men­tos de in­to­le­rân­cia e jul­ga­men­tos im­pró­pri­os, so­bre­tu­do pe­la dis­se­mi­na­ção de in­for­ma­ções fal­sas. A dan­ça, en­quan­to ar­te, tam­bém tem es­sa fun­ção em le­van­tar dis­cus­sões - pe­los mo­vi­men­tos - de as­sun­tos im­por­tan­tes”, re­su­me.

ATRAÇÕES

O es­pe­tá­cu­lo de aber­tu­ra se­rá “Car­men” apre­sen­ta­do pe­lo Ba­lé Te­a­tro Gu­aí­ra (Cu­ri­ti­ba/ PR), no dia 8, às 20h, no Te­a­tro Ou­ro Ver­de, inau­gu­ran­do as co­me­mo­ra­ções do cin­quen­te­ná­rio da com­pa­nhia pa­ra­na­en­se. Vin­te e dois bai­la­ri­nos es­ta­rão em ce­na, jun­to a ele­gan­tes ce­ná­ri­os e fi­gu­ri­nos, pa­ra con­tar uma tra­ma que mos­tra as re­la­ções pas­si­o­nais e con­fli­tu­o­sas da ci­ga­na Car­men, o tou­rei­ro Es­ca­mil­lo e o ca­bo da po­lí­cia Don Jo­sé. A ver­são do Ba­lé Te­a­tro Gu­aí­ra tem co­re­o­gra­fia de Luiz Fer­nan­do Bon­gi­o­van­ni. “O es­pe­tá­cu­lo dá des­ta­que a te­mas co­mo a ne­ga­ção do mun­do di­an­te dos nos­sos ca­pri­chos e o fe­mi­ni­cí­dio”, diz Pe­rei­ra, re­fe­rin­do-se so­bre os cri­mes con­tra as mu­lhe­res.

Ou­tro es­pe­tá­cu­lo na gra­de que pro­me­te ser de pe­so é “Mu­lher sem Fim” (São Pau­lo/SP) com a bai­la­ri­na e atriz An­dréia Nhur, no dia 11, às 20h, no Te­a­tro Ou­ro Ver­de. Nes­ta apre­sen­ta­ção so­lo, ela traz ao pal­co inú­me­ras per­so­na­gens fe­mi­ni­nas da ar­te e da his­tó­ria, nu­ma amar­ra­ção de frag­men­tos nar­ra­ti­vos, fa­la­dos e can­ta­dos em di­ver­sas lín­guas, que sus­ci­tam dis­cus­sões re­la­ci­o­na­das ao gê­ne­ro fe­mi­ni­no, das me­mó­ri­as aos es­te­reó­ti­pos. Di­an­te dis­so, per­so­na­gens co­mo Ma­da­me Bo-

vary, Lady Mac­beth, Car­mem Mi­ran­da e a can­ga­cei­ra Da­dá atra­ves­sam o cor­po da per­for­mer. “Es­te é mais um dos es­pe­tá­cu­los que co­lo­ca a fi­gu­ra fe­mi­ni­na em pri­mei­ro pla­no.”

Fe­chan­do a pro­gra­ma­ção do fes­ti­val, a Cia Ali­as (Suí­ça) abre a tur­nê bra­si­lei­ra do es­pe­tá­cu­lo “An­tes”, no dia 14, às 20h, no Te­a­tro Ou­ro Ver­de. Pa­ra is­so, o gru­po re­gres­sa às ori­gens pri­mi­ti­vas pa­ra com­pre­en­der a re­a­li­da­de vir­tu­al. Do­ze in­tér­pre­tes di­ri­gi­dos pe­lo bra­si­lei­ro Gui­lher­me Bo­te­lho - ra­di­ca­do há mais de 20 anos na Suí­ça - de­se­nham com seus cor­pos uma pai­sa­gem na­tu­ral e or­gâ­ni­ca. O es­pe­tá­cu­lo ex­tre­ma­men­te plás­ti­co se cons­trói co­mo um qua­dro abs­tra­to fei­to pe­la ana­to­mia da pe­le e dos mús­cu­los. Tra­ta-se, nas pa­la­vras de Bo­te­lho, de “uma fic­ção ci­en­tí­fi­ca co­re­o­grá­fi­ca so­bre a na­tu­re­za do ho­mem an­tes do seu de­vir so­ci­al”.

O Fes­ti­val de Dan­ça de Lon­dri­na tem pa­tro­cí­nio da Se­cre­ta­ria Mu­ni­ci­pal de Cul­tu­ra de Lon­dri­na, por meio do Pro­mic (Pro­gra­ma Mu­ni­ci­pal de In­cen­ti­vo à Cul­tu­ra), e re­a­li­za­do pe­la APD (As­so­ci­a­ção dos Pro­fis­si­o­nais de Dan­ça de Lon­dri­na e Re­gião Nor­te do Pa­ra­ná), com apoio ins­ti­tu­ci­o­nal da Fun­cart e da Ca­sa de Cul­tu­ra da UEL (Uni­ver­si­da­de Es­ta­du­al de Lon­dri­na).

OFI­CI­NAS

Além das ofi­ci­nas “Dan­ças Bra­si­lei­ras”, com An­dréia Nhur, “Im­pro­vi­sa­ção na Dan­ça Con­tem­po­râ­nea”, com Gui­lher­me Bo­te­lho, se­rá re­a­li­za­do o cur­so “Ca­mi­nhos pa­ra Cir­cu­la­ção Na­ci­o­nal e In­ter­na­ci­o­nal de Es­pe­tá­cu­los”, com Mar­ce­lo Bo­nes. A in­ten­ção, se­gun­do a co­or­de­na­do­ra do fes­ti­val, é ofe­re­cer pre­pa­ra­ção aos gru­pos, ar­tis­tas e pro­du­to­res lo­cais so­bre pos­si­bi­li­da­des de le­va­rem su­as pro­du­ções pa­ra ou­tros pú­bli­cos fo­ra da ci­da­de. “Apro­vei­ta­mos es­ses pro­fis­si­o­nais que es­ta­rão par­ti­ci­pan­do do fes­ti­val pa­ra pro­mo­ver es­se in­ter­câm­bio de co­nhe­ci­men­to. Exis­te mui­ta pro­du­ção de qua­li­da­de na ci­da­de mas que ne­ces­si­ta de ori­en­ta­ção téc­ni­ca pa­ra vi­a­bi­li­zar a cir­cu­la­ção fo­ra de Lon­dri­na.”

MOS­TRA LO­CAL

A mos­tra lo­cal “Dan­ça Lon­dri­na”, que in­clui pe­que­nos nú­me­ros de bai­la­ri­nos pro­fis­si­o­nais e ama­do­res de Lon­dri­na e re­gião, se­rá re­a­li­za­da pa­ra­le­la­men­te à mos­tra ofi­ci­al. As apre­sen­ta­ções acon­te­cem nes­te sá­ba­do (6), às 16h e às 20h, com bai­la­ri­nos in­de­pen­den­tes, gru­pos ama­do­res, es­co­las de dan­ças de pro­je­tos so­ci­o­e­du­ca­ti­vos, bem co­mo dan­ça­ri­nos e gru­pos ven­ce­do­res de se­le­ti­va re­a­li­za­da em se­tem­bro. “Es­te é o mo­men­to de gru­pos mos­tra­rem as vá­ri­as lin­gua­gens que es­tão sen­do de­sen­vol­vi­das na ci­da­de e a opor­tu­ni­da­de de mui­tos pi­sa­rem num dos mais im­por­tan­tes pal­cos que é o Te­a­tro Ou­ro Ver­de”, com­ple­ta a co­or­de­na­do­ra.

Gre­gory Ba­tar­don/ Di­vul­ga­ção o ã ç a g l u iv D i/ n li o rt e B a l o a P

‘An­tes’, es­pe­tá­cu­lo da Cia Ali­as, da Suí­ça, abre sua tur­nê pe­lo Bra­sil no fes­ti­val de Lon­dri­na: cor­pos co­mo pai­sa­gem na­tu­ral e or­gâ­ni­ca ‘Mu­lher Sem Fim’, es­pe­tá­cu­lo so­lo de An­dréia Nhur, traz vá­ri­as per­so­na­gens fe­mi­ni­nas nu­ma amar­ra­ção de frag­men­tos nar­ra­ti­vos ‘Car­men’, do Ba­lé Te­a­tro Gu­aí­ra, abre o Fes­ti­val de Dan­ça nu­ma ver­são que dis­cu­te o fe­mi­ni­cí­dio

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.