5ÀSEC

Mar­ca é pre­fe­ri­da en­tre os mais es­co­la­ri­za­dos (30%) e por pú­bli­co de 26 a 40 anos (30%)

Folha De S.Paulo - Saopaulo - - Índice #337 - por Bru­no So­rag­gi

La­var rou­pa su­ja fo­ra de ca­sa re­pre­sen­ta, na pon­ta do lá­pis, uma eco­no­mia de 35%. Es­sa é a con­ta que Fá­bio Roth, 42, CEO da 5àsec, usa para jus­ti­fi­car sua es­co­lha no dia a dia e o su­ces­so do ser­vi­ço de la­van­de­ria que co­man­da no país.

A re­de fran­ce­sa foi elei­ta a me­lhor da ci­da­de de São Pau­lo por 24% dos en­tre­vis­ta­dos das clas­ses A e B ou­vi­dos pe­lo Da­ta­fo­lha —67% não opi­na­ram ou não sou­be­ram res­pon­der. Is­so re­pre­sen­ta cin­co pon­tos per­cen­tu­ais em re­la­ção à pes­qui­sa re­a­li­za­da no ano pas­sa­do, quan­do tam­bém ven­ceu, com 19%.

Vi­san­do aten­der a uma mu­dan­ça de cos­tu­mes da cli­en­te­la pau­lis­ta­na, a re­de tem da­do maior ên­fa­se a ser­vi­ços agre­ga­dos que vão além do sim­ples la­va e se­ca. En­tre eles, es­tão a re­vi­ta­li­za­ção de co­res, a re­cu­pe­ra­ção de te­ci­dos, a im­per­me­a­bi­li­za­ção de ves­ti­men­tas e a lim­pe­za de cal­ça­dos e aces­só­ri­os.

A pro­cu­ra por tais ser­vi­ços re­pre­sen­ta atu­al­men­te 5% do fa­tu­ra­men­to to­tal da ope­ra­ção bra­si­lei­ra da 5àsec, se­gun­do o exe­cu­ti­vo. Em ní­vel mun­di­al, já res­pon­de por 15% “e vem cres­cen­do”.

“Não es­tá so­bran­do di­nhei­ro para nin­guém, então as pes­so­as têm va­lo­ri­za­do o que já têm. Mui­ta gen­te pre­fe­re pa­gar um pou­co

mais em ser­vi­ços de re­cu­pe­ra­ção e cui­da­do do que com­prar rou­pas e uten­sí­li­os no­vos.”

Ou­tra ini­ci­a­ti­va em de­sen­vol­vi­men­to na ca­pi­tal pau­lis­ta é a pres­ta­ção de ser­vi­ços para con­do­mí­ni­os, co­mo já ocor­re em pré­di­os re­si­den­ci­ais em bair­ros co­mo Mo­e­ma e Mo­rum­bi, na zo­na sul —es­sa re­gião con­cen­tra o maior nú­me­ro de lo­jas na ci­da­de (77), mas a em­pre­sa ob­te­ve mais men­ções no cen­tro (32%) e no oes­te (30%). A 5àsec mon­ta pon­tos de co­le­ta para le­var rou­pas de cli­en­tes. “É co­mo se fos­se uma lo­ji­nha den­tro do con­do­mí­nio. É uma ten­dên­cia”, diz o ges­tor nas­ci­do em Cruz Al­ta, no Rio Gran­de do Sul.

No Bra­sil des­de 1994, a mar­ca tem 143 uni­da­des fran­que­a­das na ca­pi­tal pau­lis­ta. No país, são 426, o que o tor­na lí­der em nú­me­ro de lo­jas e em fa­tu­ra­men­to en­tre os 43 paí­ses em que a re­de atua.

Após que­da no nú­me­ro de fran­qui­as aber­tas em 2016, a mar­ca pro­je­ta cres­ci­men­to em 2017. O pla­no é che­gar ao fim do ano com 30 no­vas lo­jas no Bra­sil. No pri­mei­ro tri­mes­tre, cin­co fo­ram inau­gu­ra­das em São Pau­lo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.