CHECK-UPS

Es­ti­lo de vi­da do pa­ci­en­te in­te­gra ava­li­a­ções dos hos­pi­tais de pon­ta

Folha De S.Paulo - Saopaulo - - #357 Índice - por Fe­li­pe Gi­a­co­mel­li

Nos prin­ci­pais hos­pi­tais de São Pau­lo, fa­zer um check-up es­tá dei­xan­do de ser sinô­ni­mo de ba­te­ri­as de exa­mes e de con­sul­tas rá­pi­das pa­ra, no fim, pe­gar um mon­te de re­sul­ta­dos. Ca­da vez mais, os pro­fis­si­o­nais se in­te­res­sam pe­lo es­ti­lo de vi­da do pa­ci­en­te.

Sem dei­xar pa­ra trás as tra­di­ci­o­nais ava­li­a­ções, alguns dos prin­ci­pais hos­pi­tais de São Pau­lo de­sen­vol­ve­ram pro­ce­di­men­tos que bus­cam, em pri­mei­ro lu­gar, ava­li­ar a ro­ti­na dos pa­ci­en­tes e, se ne­ces­sá­rio, in­ter­vir an­tes que al­gu­ma do­en­ça se de­sen­vol­va.

É o ca­so do Sírio-Li­ba­nês, que des­de ju­lho des­te ano con­ta com um pro­fis­si­o­nal de saú­de men­tal na ins­pe­ção clí­ni­ca do pa­ci­en­te.

“As pes­so­as têm ex­pec­ta­ti­va de des­co­brir al­gu­ma do­en­ça car­di­o­ló­gi­ca ou al­gum cân­cer, mas cer­ca de um ter­ço dos pa­ci­en­tes que nos pro­cu­ra têm ques­tões co­mo an­si­e­da­de, de­pres­são e dis­túr­bi­os do so­no”, diz o mé­di­co Mar­cos Ri­en­zo, co­or­de­na­dor de chec­kups no hos­pi­tal.

Nem to­dos, po­rém, pas­sam por es­sa ava­li­a­ção. Ini­ci­al­men­te, é re­a­li­za­da uma tri­a­gem com ba­se em um ques­ti­o­ná­rio, se­le­ci­o­nan­do quais pes­so­as es­tão no gru­po de ris­co e re­ce­be­rão o aten­di­men­to.

Nes­ses ca­sos, em meio aos exa­mes mais co­muns, co­mo o de san­gue e ul­tras­som, já é pos­sí­vel sair com um di­ag­nós­ti­co de saú­de men­tal e re­co­men­da­ções que pas­sam por prá­ti­ca de exer­cí­ci­os fí­si­cos, no­vo me­nu nu­tri­ci­o­nal e acom­pa­nha­men­to pe­rió­di­co com al­gum pro­fis­si­o­nal da área.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.