Cul­tu­a­do e som­brio

Folha de S.Paulo - Saopaulo - - Edição Pop -

Dis­co ao vi­vo gra­va­do na inau­gu­ra­ção do clu­be Roxy, em Los An­ge­les, em setembro de 1973. À época, Neil Young estava fa­zen­do um de seus dis­cos mais cul­tu­a­dos e som­bri­os, “To­night’s the Night”, mar­ca­do pe­las mor­tes de duas pes­so­as pró­xi­mas a ele, o gui­tar­ris­ta Danny Whit­ten e o ro­a­die Bru­ce Ber­ry. Nes­sas gra­va­ções do Roxy, Young mos­trou pe­la pri­mei­ra vez can­ções co­mo “Ti­res Eyes” e Albuquerque”. Um re­gis­tro ex­ce­len­te de uma das fa­ses mais in­te­res­san­tes de sua carreira.

/ Roxy – To­night’s the Night Li­ve. Ar­tis­ta: Neil Young. Gra­va­do­ra: Reprise Re­cords (2018, no Spo­tify)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.