A vi­la li­te­rá­ria

Folha De S.Paulo - - Opinião -

RIO DE JA­NEI­RO - Se vo­cê ain­da gos­ta de li­vros im­pres­sos —aque­les que sim­bo­li­zam a nos­sa su­pe­ri­o­ri­da­de jun­to aos plânc­tons e ame­bas—, uma uto­pia co­me­ça a se re­a­li­zar: uma ci­da­de em que tu­do gi­re em tor­no dos li­vros, em que eles es­te­jam por to­da par­te e, an­tes de ser li­dos, pos­sam ser até res­pi­ra­dos. É Óbi­dos, uma vi­la me­di­e­val por­tu­gue­sa, a 80 km de Lis­boa, com ape­nas 87 ha­bi­tan­tes den­tro de su­as mu­ra­lhas, mas com gen­te vin­da de fo­ra pa­ra sus­ten­tar e cui­dar de su­as 11 li­vra­ri­as. Eu dis­se 11.

Es­sas li­vra­ri­as es­tão si­tu­a­das em lo­jas co­muns, ca­ves de vi­nho, ga­le­ri­as de ar­te, uma mer­ce­a­ria (li­vros fi­cam bem en­tre ban­cas de pe­ras e mo­lhes de cou­ve-flor) e até uma igre­ja des­sa­cra­li­za­da. Uma das ma­nei­ras de man­ter a ci­da­de cheia pe­las qua­tro es­ta­ções se­rá a re­a­li­za­ção de cin­co fes­ti­vais li­te­rá­ri­os por ano —um de­les, o Fo­lio (Fes­ti­val Li­te­rá­rio In­ter­na­ci­o­nal de Óbi­dos), de cu­ja pri­mei­ra edi­ção par­ti­ci­pei na se­ma­na pas­sa­da.

O homem por trás dis­so tu­do é um li­vrei­ro com os pés fir­me­men­te plan­ta­dos nas nu­vens: João Pi­nho, cu­ja re­de de lo­jas em Lis­boa tem um no­me que já diz tu­do —Ler De­va­gar. Pa­ra ele, os au­to­res têm mais a di­zer do que põem nos li­vros, daí reu­ni-los em me­sas e debates, e cha­mar o pú­bli­co. O pú­bli­co foi.

E só Óbi­dos po­de­ria ge­rar Tel­mo Fa­ria, que aca­ba de inau­gu­rar um “ho­tel li­te­rá­rio”, o Li­te­rary Man Ho­tel. Nas áre­as co­muns nun­ca se es­tá a mais de um bra­ço de dis­tân­cia de uma es­tan­te e, em bre­ve, 50 mil li­vros se dis­tri­bui­rão até pe­los quar­tos. No fu­tu­ro, quan­do eu dis­ser que aju­dei a inau­gu­rar o Li­te­rary Man, as pes­so­as me olha­rão com es­pan­to e fin­gi­rão acre­di­tar.

Óbi­dos foi to­ma­da pe­los por­tu­gue­ses aos mou­ros no sé­cu­lo 12. Vi­rou do­te de rai­nhas e sem­pre es­te­ve na his­tó­ria oral de Portugal. Mas só ago­ra pe­ne­tra na era de sua his­tó­ria es­cri­ta.

AN­TO­NIO DEL­FIM NET­TO

idei­as.con­sult@uol.com.br

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.