Ôni­bus ofe­re­ce cáp­su­la-lei­to pa­ra com­pe­tir com avião

Folha De S.Paulo - - Mercado Cristina.frias1@grupofolha.com.br -

DO “WASHING­TON POST”

Ima­gi­ne o se­guin­te: seu chefe quer que vo­cê vi­a­je de úl­ti­ma ho­ra a uma ci­da­de que fi­ca a cen­te­nas de quilô­me­tros de dis­tân­cia, pa­ra uma reu­nião na ma­nhã se­guin­te. Co­mo fa­ria pa­ra che­gar lá?

Tom Cur­ri­er de­fi­ne a ques­tão co­mo “o pro­ble­ma dos 800 km” e diz ter uma so­lu­ção pa­ra is­so. Ela se cha­ma Ca­bin, uma li­nha de ôni­bus de lu­xo, de dois an­da­res, com wi-fi, loun­ge con­for­tá­vel e cáp­su­las-lei­tos com len­çóis dig­nos de ho­téis de lu­xo.

A Ca­bin co­me­çou a re­a­li­zar viagens no­tur­nas en­tre Los An­ge­les e San Fran­cis­co no mês pas­sa­do. Não há na­da de es­pe­ci­al­men­te ino­va­dor em em­bar­car pes­so­as em um ôni­bus e trans­por­tá-las a ou­tra ci­da­de du­ran­te a noi­te.

Mas Cur­ri­er ar­gu­men­ta que a ên­fa­se da em­pre­sa em ofe­re­cer uma boa noi­te de so­no aos pas­sa­gei­ros dis­tin­gue-a de ou­tras for­mas de trans­por­te.

“Va­mos to­mar es­sas viagens de 500 km a 800 km e trans­for­má-las em uma ex­pe­ri­ên­cia que se as­se­me­lha ba­si­ca­men­te a se re­gis­trar em um ho­tel na ci­da­de de par­ti­da e sair de­le na ci­da­de de che­ga­da”, dis­se Cur­ri­er.

“A cor­ti­na que pro­te­ge a pri­va­ci­da­de em ca­da cáp­su­la é uma mu­dan­ça com­ple­ta”, dis­se Cur­ri­er, acres­cen­tan­do que em­pre­sas aé­re­as de lu­xo co­bram de­ze­nas de mi­lha­res de dó­la­res por as­sen­tos com grau de pri­va­ci­da­de si­mi­lar.

Os mo­to­ris­tas da Ca­bin es­tão trei­na­dos no uso de um app que in­cor­po­ra um ace­lerô­me­tro e me­de as mu­dan­ças de ve­lo­ci­da­de e vi­bra­ção do veí­cu­lo. Os da­dos do app são usa­dos pa­ra tes­tar no­vas ro­tas, na es­pe­ran­ça de cri­ar a vi­a­gem mais su­a­ve e per­mi­tir que os pas­sa­gei­ros dur­mam.

De­pois de em­bar­car, dis­se Cur­ri­er, os pas­sa­gei­ros po­dem re­la­xar em pol­tro­nas de cou­ro no loun­ge ou se re­ti­rar pa­ra su­as cáp­su­las, pa­ra re­pou­sar ou as­sis­tir a um fil­me.

Chá de ca­mo­mi­la e ca­fé ex­pres­so es­tão dis­po­ní­veis, pa­ra pas­sa­gei­ros que de­se­jem pe­gar no so­no ou evi­tá-lo. PAU­LO MIGLIACCI

Di­vul­ga­ção

Pas­sa­gei­ros da li­nha de ôni­bus de lu­xo Ca­bin (nos EUA) dei­ta­dos em su­as cáp­su­las-lei­to

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.