COM A PA­LA­VRA...

Folha De S.Paulo - - Esporte -

“Fi­co mais fe­liz por ter saí­do do Jar­dim Ire­ne, um bair­ro hu­mil­de. Ou­tras pes­so­as po­dem ven­cer co­mo eu, lu­tan­do com dig­ni­da­de. É mos­trar que o ca­mi­nho do bem ain­da é o cer­to”,

CAM­PA­NHA

Bra­sil 2 x 1 Tur­quia Fa­mí­lia e democracia Às vés­pe­ras da Co­pa do Mundo, Fe­li­pão per­deu seu Dun­ga. Ou melhor, per­deu Emer­son, que ele via co­mo re­fe­rên­cia no ves­tiá­rio. Du­ran­te sua car­rei­ra, o vo­lan­te foi do ti­po man­da­chu­va por on­de quer que te­nha pas­sa­do. Em vez de pros­pec­tar um no­vo líder às pres­sas, cha­mou de can­to al­guns de seus jo­ga­do­res mais ex­pres­si­vos, co­mo Ca­fu, Ro­ber­to Carlos, Ri­val­do, Ro­nal­di­nho e Ro­nal­do. O re­ca­do? A li­de­ran­ça da seleção de­ve­ria ser as­su­mi­da por ca­da um de­les. Na­que­la fa­mí­lia Sco­la­ri, den­tro de cam­po, che­ga­va ao fim a ima­gem do ca­pi­tão co­mo pa­tri­ar­ca O do­no da ca­mi­sa: Ca­fu Um ca­pi­tão ma­go­a­do? Pois é. Não foi ape­nas Dun­ga que che­gou a uma Co­pa com mo­ti­vos pa­ra de­sa­ba­far. A des­pei­to do cur­rí­cu­lo, o ex­pe­ri­en­te la­te­ral se sen­tia des­pres­ti­gi­a­do. Lem­bra­va as vai­as que ha­via re­ce­bi­do no Ma­ra­ca­nã em 1998, em der­ro­ta pa­ra a Ar­gen­ti­na. Po­rém, qu­an­do che­gou sua ho­ra de ma­nu­se­ar a ta­ça, agiu co­mo se tu­do is­so ti­ves­se, en­fim, fi­ca­do pa­ra trás Aces­se fo­lha.com/ ca­mi­sashis­to­ri­cas e co­nhe­ça a his­tó­ria das ca­mi­sas já pu­bli­ca­das nes­ta se­ção PRÓ­XI­MA CA­MI­SA HUN­GRIA 1954

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.