PESQUE SUA VA­GA

Folha De S.Paulo - - Ilustrada - ANA LUIZA TIEGHI

Dez pro­gra­mas de trai­nee com ins­cri­ções aber­tas

Fa­bri­can­te de ele­tro­do­més­ti­cos QU­AN­DO até 21 de agos­to VA­GAS pa­ra for­ma­dos en­tre de­zem­bro de 2014 e de 2017, em cur­sos de qual­quer área, ex­ce­to saúde. Os can­di­da­tos de­vem ter in­glês avan­ça­do e dis­po­ni­bi­li­da­de pa­ra atu­ar tam­bém na Amé­ri­ca La­ti­na SI­TE whirlpool.com.br/jo­vens­ta­len­tos Fa­bri­can­te de mo­to­res e veí­cu­los pe­sa­dos QU­AN­DO até 22 de agos­to VA­GAS pa­ra atu­ar em São Ber­nar­do do Cam­po. Acei­ta for­ma­dos en­tre de­zem­bro de 2015 e de 2017, de cur­sos de hu­ma­nas e exa­tas SI­TE ci­a­de­ta­len­tos.com.br/ opor­tu­ni­da­des/sca­ni­a­trai­nee Ins­ti­tui­ção fi­nan­cei­ra QU­AN­DO até 28 de agos­to VA­GAS pa­ra for­ma­dos en­tre de­zem­bro de 2015 e de 2017, em qual­quer área. In­glês flu­en­te e dis­po­ni­bi­li­da­de pa­ra tra­ba­lhar em qual­quer Es­ta­do são pré-re­qui­si­tos SI­TE ci­a­de­ta­len­tos.com.br/trai­ne­e­san­tan­der Fa­bri­can­te de be­bi­das QU­AN­DO até 31 de agos­to VA­GAS pa­ra São Pau­lo, pa­ra for­ma­dos en­tre de­zem­bro de 2015 e de 2017 em cur­sos de hu­ma­nas e exa­tas. In­glês flu­en­te é pré-re­qui­si­to SI­TE red­bull­gra­du­a­te­pro­gram­me.com/br/pt-BR Es­co­la de idi­o­mas QU­AN­DO até 3 de se­tem­bro VA­GAS pa­ra o Rio de Ja­nei­ro, pa­ra for­ma­dos nos úl­ti­mos dois anos em di­ver­sas áre­as. É pre­ci­so ter in­glês avan­ça­do SI­TE ma­keithap­pen.cul­tu­rain­gle­sa.net

As tra­di­ci­o­nais —e te­mi­das— di­nâ­mi­cas de gru­po es­tão per­den­do es­pa­ço pa­ra no­vas for­mas de fil­trar can­di­da­tos em pro­ces­sos se­le­ti­vos, en­tre elas a dis­pu­ta de jo­gos no com­pu­ta­dor e a gra­va­ção de pro­gra­mas de te­le­vi­são.

“Qu­an­do co­me­cei, mui­tas di­nâ­mi­cas eram in­com­pre­en­sí­veis, ha­via uma ideia de que qu­an­to mais ri­go­ro­so fos­se o pro­ces­so, melhor”, afir­ma Bell Ga­ma, re­la­ções pú­bli­cas e só­cia-di­re­to­ra da Air Bran­ding, em­pre­sa es­pe­ci­a­li­za­da em es­tra­té­gi­as pa­ra atrair no­vos ta­len­tos.

A gra­va­ção de um pro­gra­ma de per­gun­tas e res­pos­tas num es­tú­dio de TV foi a eta­pa fi­nal da seleção pa­ra o pro­gra­ma de trai­nee de um ban­co, or­ga­ni­za­da pe­la Hub Ta­lent, em­pre­sa de re­cru­ta­men­to do gru­po da Air Bran­ding. Na Uni­le­ver, uma das eta­pas de seleção dos cer­ca de 30 mil can­di­da­tos ao pro­gra­ma de trai­nee da em­pre­sa é um jo­go vir­tu­al que per­mi­te observar as ha­bi­li­da­des e pai­xões dos jo­vens, ex­pli­ca Jo­a­na Ru­di­ger, ge­ren­te de re­cur­sos hu­ma­nos da com­pa­nhia.

O Itaú tam­bém faz um ti­po de jo­go com seus as­pi­ran­tes a trai­nee, lan­çan­do um de­sa­fio on-line que de­ve ter sua so­lu­ção apre­sen­ta­da via ví­deo, gra­va­do pe­lo can­di­da­to.

Du­ran­te o pe­río­do de ins­cri­ções, ex-trai­ne­es que fi­ca­ram na em­pre­sa pos­tam men­sa­gens nas re­des so­ci­ais do ban­co pa­ra res­pon­der a per­gun­tas en­vi­a­das por in­te­res­sa­dos no pro­gra­ma.

Já na CI&T, em­pre­sa de de­sen­vol­vi­men­to de soft­ware em Cam­pi­nas, a seleção de no­vos fun­ci­o­ná­ri­os é fei­ta por meio de uma ma­ra­to­na de pro­gra­ma­ção, co­nhe­ci­da co­mo “hac­kathon”, na qu­al os pre­ten­den­tes são di­vi­di­dos em equi­pes e pre­ci­sam so­lu­ci­o­nar um pro­ble­ma.

Foi as­sim que o en­ge­nhei­ro de soft­ware Di­e­go Ban­do­ch, 30, co­me­çou na em­pre­sa do in­te­ri­or pau­lis­ta.

“Eu me ins­cre­vi por di­ver­são, não ima­gi­na­va que re­sul­ta­ria em um tra­ba­lho.”

Ban­do­ch foi tão bem na ati­vi­da­de que a com­pa­nhia o cha­mou pa­ra uma va­ga. O en­tro­sa­men­to com a equi­pe na ma­ra­to­na fez com que ele ava­li­as­se melhor su­as pró­pri­as qua­li­da­des.

“Eu es­ta­va em um pon­to da car­rei­ra em que ti­nha que de­ci­dir en­tre se­guir pa­ra a área téc­ni­ca ou de ges­tão. No dia do hac­kathon me de­ci­di pe­la ges­tão”, afir­ma.

A for­ma di­fe­ren­te de co­nhe­cer os no­vos fun­ci­o­ná­ri­os dá re­sul­ta­dos.

De acor­do com Ma­ri­lia Ho­nó­rio, en­ge­nhei­ra de da­dos e ge­ren­te de re­cur­sos hu­ma­nos da CI&T, a ta­xa de re­ten­ção dos no­vos con­tra­ta­dos che­ga a mais de 90%. SEM PADRÃO Se­gun­do Jo­a­na Ru­di­ger, da Uni­le­ver, não há um per­fil ide­al de trai­nee. Res­trin­gir os ad­mi­ti­dos a um gru­po de ins­ti­tui­ções de en­si­no, por exem­plo, es­tá cain­do em de­su­so.

“Ten­ta­mos não usar fil­tros de fa­cul­da­de, por­que po­de­mos per­der uma tur­ma fan­tás­ti­ca que não te­ve as mes­mas opor­tu­ni­da­des, mas que po­de fa­zer a di­fe­ren­ça”, diz An­dre­as Au­er­ba­ch, di­re­to­re­xe­cu­ti­vo da Ne­xo HW, em­pre­sa de re­cur­sos hu­ma­nos.

De acor­do com es­pe­ci­a­lis­tas, os cri­té­ri­os usa­dos an­ti­ga­men­te já não dão mais con­ta de fil­trar o que as em­pre­sas es­pe­ram de um co­la­bo­ra­dor, por­que as pro­fis­sões es­tão mais mul­ti­dis­ci­pli­na­res.

“Se an­tes os pro­ces­sos se con­cen­tra­vam mui­to em co­nhe­ci­men­to téc­ni­co, hoje fa­la­mos tam­bém em pro­pó­si­to de vi­da”, afir­ma o ad­mi­nis­tra­dor Carlos Edu­ar­do Di­as, só­cio-fun­da­dor da Hub.

Os can­di­da­tos a uma va­ga na Unil­ver es­tão bem pre­pa­ra­dos, se­gun­do Ru­di­ger, com cur­rí­cu­los que in­clu­em ex­pe­ri­ên­ci­as in­ter­na­ci­o­nais e es­tá­gi­os. No no en­tan­to, ela sen­te fal­ta de ma­tu­ri­da­de.

“Fal­ta se­gu­ran­ça nas es­co­lhas, au­to­co­nhe­ci­men­to, re­si­li­ên­cia, de­ter­mi­na­ção e sa­ber li­dar com frus­tra­ções”, diz. “Não é só a pre­pa­ra­ção es­co­lar, é mais do que is­so.” DI­VUL­GA­ÇÃO Anun­ci­a­dos de ma­nei­ra in­ten­sa, os pro­ces­sos se­le­ti­vos ain­da são uti­li­za­dos pa­ra pro­mo­ver a com­pa­nhia, se­gun­do Au­er­ba­ch. A prá­ti­ca, po­rém, po­de atra­pa­lhar a bus­ca por fun­ci­o­ná­ri­os que se en­cai­xem no per­fil da em­pre­sa.“Di­vul­ga­ções am­plas são ruins, por­que de­pois é pre­ci­so usar cri­té­ri­os mas­si­fi­ca­dos pa­ra fa­zer o fil­tro. Se­ria mais efe­ti­vo bus­car can­di­da­tos em uni­ver­si­da­des”, diz. SI­TE itau.com.br/car­rei­ra/pro­gra­mas/trai­nee Em­pre­sa de en­ge­nha­ria e cons­tru­ção QU­AN­DO até 4 de se­tem­bro VA­GAS pa­ra for­ma­dos en­tre de­zem­bro de 2014 e de 2017, em di­ver­sas áre­as. É pre­ci­so in­glês avan­ça­do e dis­po­ni­bi­li­da­de pa­ra mo­rar em ou­tros paí­ses SI­TE ag­jo­vem.com.br/trai­nee Fa­bri­can­te de ma­te­ri­ais de cons­tru­ção QU­AN­DO até 11 de se­tem­bro VA­GAS em São Pau­lo, Per­nam­bu­co e Mi­nas Ge­rais pa­ra for­ma­dos há até dois anos em ad­mi­nis­tra­ção, ar­qui­te­tu­ra, ci­ên­ci­as con­tá­beis e econô­mi­cas, en­ge­nha­ria, es­ta­tís­ti­ca, mar­ke­ting, psi­co­lo­gia e quí­mi­ca. Exi­ge in­glês avan­ça­do SI­TE saint-gobain.com.br/tra­ba­lhe-co­nos­co/pro­gra­ma-de­trai­nee Fa­bri­can­te de ma­te­ri­ais des­car­tá­veis pa­ra saúde QU­AN­DO até 15 de se­tem­bro VA­GAS pa­ra for­ma­dos en­tre de­zem­bro de 2015 e de 2017, em qual­quer área. Co­nhe­ci­men­to de in­glês e dis­po­ni­bi­li­da­de pa­ra viagens ou mu­dan­ça de ci­da­de são di­fe­ren­ci­ais SI­TE trai­ne­e­cre­mer.com.br Fa­bri­can­te de be­bi­das QU­AN­DO até 15 de se­tem­bro VA­GAS pa­ra for­ma­dos en­tre de­zem­bro de 2015 e de 2017, em qual­quer área. É pre­ci­so in­glês flu­en­te e dis­po­ni­bi­li­da­de pa­ra vi­a­jar e mo­rar em ou­tros Es­ta­dos SI­TE ambev.com.br/car­rei­ras/tra­ba­lhe-co­nos­co/trai­nee-ambev

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.