Nu­no Co­bra é al­vo de 3ª quei­xa por sus­pei­ta de cri­mes se­xu­ais

Folha De S.Paulo - - Cotidiano - PREPARADOR FÍSICO DE SÃO PAU­LO

- O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral re­ce­beu um ter­cei­ro re­la­to de mu­lher que diz ter si­do ví­ti­ma de cri­me se­xu­al do preparador físico Nu­no Co­bra, 79. O epi­só­dio te­ria ocor­ri­do em um even­to li­te­rá­rio de Ri­bei­rão Pre­to (SP) em 2013.

Co­bra, fa­mo­so por ter tra­ba­lha­do com Ayr­ton Sen­na, foi pre­so na se­gun­da (11) após ser con­de­na­do a 3 anos e 9 me­ses de pri­são por vi­o­la­ção se­xu­al em um voo em 2015. Além dis­so, uma jor­na­lis­ta re­la­tou as­sé­dio após en­tre­vis­ta em agos­to.

Na ter­ça (12), uma ter­cei­ra mu­lher dis­se ao MPF que Co­bra pas­sou a mão nas co­xas de­la qu­an­do ela en­trou no ca­ma­rim de even­to li­te­rá­rio em Ri­bei­rão Pre­to no qual ela tra­ba­lha­va.

O ad­vo­ga­do de Co­bra, Ser­gei Ar­bex, ne­ga as acu­sa­ções. Ele diz não ter in­for­ma­ções da ter­cei­ra quei­xa, mas diz que po­de ser re­sul­ta­do de co­mo­ção pe­la di­vul­ga­ção das an­te­ri­o­res.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.