SAI­BA MAIS GO­VER­NO DE MA­DRI ES­TÁ EM POSIÇÃO FRÁ­GIL

Folha De S.Paulo - - Mundo -

Na ter­ça (10), Puig­de­mont de­cla­rou a in­de­pen­dên­cia da Ca­ta­lu­nha, mas pe­diu que a pro­cla­ma­ção fos­se sus­pen­sa pa­ra di­a­lo­gar com Ma­dri. A ma­no­bra não dei­xou cla­ro se os ca­ta­lães es­ta­vam se se­pa­ran­do da Es­pa­nha.

Pa­ra di­ri­mir a dú­vi­da, o pre­miê Ra­joy pe­diu for­mal­men­te pa­ra que Puig­de­mont di­ga se hou­ve uma se­ces­são. O pra­zo pa­ra a res­pos­ta é a pró­xi­ma segunda-feira (16).

Se o pre­si­den­te ca­ta­lão con­fir­mar a se­pa­ra­ção, ele te­rá até quinta (19) pa­ra vol­tar atrás. Ca­so a de­cla­ra­ção se­ja man­ti­da, Ma­dri pla­ne­ja ati­var o Ar­ti­go 155 da Cons­ti­tui­ção, que pre­vê a sus­pen­são da au­to­no­mia re­gi­o­nal.

Pa­ra isso, Ra­joy pre­ci­sa da apro­va­ção de dois ter­ços do Se­na­do, o que já tem. Mas, em pac­to com o PSOE (Par­ti­do So­ci­a­lis­ta Ope­rá­rio Es­pa­nhol), con­cor­dou em dis­cu­tir a re­for­ma cons­ti­tu­ci­o­nal, rei­vin­di­ca­ção de re­giões se­pa­ra­tis­tas, co­mo a Ca­ta­lu­nha. GO­VER­NO ES­PA­NHOL

Ma­ri­a­no Ra­joy (Par­ti­do Po­pu­lar, con­ser­va­dor)

Al­bert Ri­ve­ra (Ci­da­dãos, cen­tro­di­rei­ta)

Pe­dro Sán­chez (Par­ti­do So­ci­a­lis­ta Ope­rá­rio Es­pa­nhol, cen­tro es­quer­da) GO­VER­NO CA­TA­LÃO

Car­les Puig­de­mont (Par­ti­do De­mo­cra­ta Eu­ro­peu Ca­ta­lão, na­ci­o­na­lis­ta)

An­na Ga­bri­el (Can­di­da­tu­ra de Uni­da­de Po­pu­lar, ex­tre­ma es­quer­da) Inés Ar­ri­ma­das (Ci­da­dãos, cen­tro-di­rei­ta) É em uma posição frá­gil que o go­ver­no es­pa­nhol en­fren­ta o se­pa­ra­tis­mo ca­ta­lão, a sua mais ur­gen­te cri­se ter­ri­to­ri­al das úl­ti­mas dé­ca­das. Ma­ri­a­no Ra­joy co­man­da o país em um go­ver­no de mi­no­ria. Sem mais da me­ta­de das 350 ca­dei­ras do Par­la­men­to, de­pen­de do apoio de ali­a­dos pa­ra não cair, sen­do o prin­ci­pal o Ci­da­dãos, cu­jo lí­der é o ca­ta­lão an­ti-in­de­pen­dên­cia Al­bert Ri­ve­ra. Por sua vez, o go­ver­no re­gi­o­nal ca­ta­lão é ho­je do­mi­na­do por uma ali­an­ça de si­glas na­ci­o­na­lis­tas, que in­clui par­ti­dos de es­quer­da. O Ci­da­dãos, de Ri­ve­ra, é o mai­or par­ti­do de opo­si­ção.

A pro­cu­ra­do­ra-ge­ral de­pos­ta da Ve­ne­zu­e­la Lui­sa Or­te­ga Díaz pu­bli­cou nes­ta quinta-feira (12) um ví­deo em que o ex-pre­si­den­te da Ode­bre­cht no país Eu­ze­nan­do Aze­ve­do dis­se ter pa­go US$ 35 mi­lhões a Ni­co­lás Ma­du­ro em do­a­ções pa­ra a cam­pa­nha pre­si­den­ci­al de 2013.

A gra­va­ção pu­bli­ca­da pe­la cha­vis­ta dis­si­den­te é de um de­poi­men­to de Aze­ve­do à Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca, em 15 de dezembro de 2016. A in­for­ma­ção so­bre o pa­ga­men­to ao man­da­tá­rio ha­via si­do re­ve­la­da pelo jornal “O Glo­bo” em ju­lho.

Se­gun­do Aze­ve­do, o lí­der ve­ne­zu­e­la­no, à épo­ca in­te­ri­no, pe­diu US$ 50 mi­lhões à cons­tru­to­ra bra­si­lei­ra por meio de Amé­ri­co Ma­ta, en­tão seu as­ses­sor que des­de 2015 é pre­si­den­te de uma cor­po­ra­ção es­ta­tal de fo­men­to.

“O Amé­ri­co me ga­ran­tiu e dis­se que, se ga­nhas­se, o pre­si­den­te Ma­du­ro co­lo­ca­ria as obras da Ode­bre­cht co­mo pri­o­ri­da­de e as­sim dar a con­ti­nui­da­de à ima­gem do pre­si­den­te Chá­vez. En­tão, nós ne­go­ci­a­mos, eu acei­tei pa­gar.”

A elei­ção pre­si­den­ci­al foi em abril de 2013, um mês de­pois da mor­te de Hu­go Chá­vez (1954-2013). Ma­du­ro ga­nhou a vo­ta­ção com uma di­fe­ren­ça de um pon­to per­cen­tu­al pa­ra o opo­si­tor Hen­ri­que Ca­pri­les, que também é ci­ta­do na de­la­ção da Ode­bre­cht.

O ví­deo foi pu­bli­ca­do pe­la pro­cu­ra­do­ra des­ti­tuí­da em agos­to pe­la As­sem­bleia Cons­ti­tuin­te ho­ras de­pois que seu su­ces­sor, Ta­rek William Sa­ab, pe­diu à In­ter­pol a cap­tu­ra in­ter­na­ci­o­nal de Aze­ve­do.

Se­gun­do Sa­ab, ele es­ta­ria li­ga­do à su­pos­ta re­de de ex­tor­são que o re­gi­me ale­ga ter si­do li­de­ra­da pe­la dis­si­den­te e seu ma­ri­do, Ger­mán Fer­rer.

Em fe­ve­rei­ro, po­rém, a pró­pria Or­te­ga Díaz pe­diu à Jus­ti­ça a pri­são do executivo e fez apre­en­sões no es­cri­tó­rio da Ode­bre­cht em Caracas.

Su­sa­na Ve­ra/Reu­ters

Go­ver­no ca­ta­lão diz que qua­se 900 se fe­ri­ram no dia 1º; pre­si­den­te da re­gião não par­ti­ci­pa de fes­ta na­ci­o­nal em Ma­dri Com cas­se­te­te, mem­bro da Po­lí­cia Na­ci­o­nal ob­ser­va par­ti­ci­pan­tes de pro­tes­to no Dia da Fes­ta Na­ci­o­nal em Bar­ce­lo­na

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.