Em São Pau­lo, Cos­ta e Sil­va faz ape­lo aos ri­cos e aos em­pre­sá­ri­os

Folha De S.Paulo - - Cotidiano -

DO BAN­CO DE DA­DOS - Em dois dis­cur­sos nes­ta ter­ça-fei­ra (14), na Faap (Fun­da­ção Al­va­res Penteado), na inau­gu­ra­ção da Fa­cul­da­de de En­ge­nha­ria In­dus­tri­al, e no Se­nac, o pre­si­den­te Arthur da Cos­ta e Sil­va de­cla­rou com­pre­en­der os “pro­ble­mas da ju­ven­tu­de”.

Ele afir­mou que as ma­ni­fes­ta­ções dos jo­vens são “bom sinal de vi­da” e de­fen­deu mai­or par­ti­ci­pa­ção do em­pre­sa­ri­a­do “na me­ta de de­sig­na­ção do ho­mem”.

“É pre­ci­so que os ri­cos de­em um pou­co pa­ra os que tra­ba­lham. [John] Ken­nedy afir­mou que uma so­ci­e­da­de li­vre não se sal­va­rá se os pou­cos ri­cos não aju­da­rem os mui­tos po­bres”, dis­se Cos­ta e Sil­va.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.