Chi­na ba­te re­cor­de em ex­por­ta­ção pa­ra ame­ri­ca­nos

Folha de S.Paulo - - Mercado -

As ex­por­ta­ções da Chi­na ti­ve­ram o cres­ci­men­to mais for­te do que o es­pe­ra­do em se­tem­bro, pro­du­zin­do um su­pe­rá­vit co­mer­ci­al re­cor­de com os Es­ta­dos Uni­dos.

Is­so po­de au­men­tar ain­da mais a a já ten­sa dis­pu­ta en­tre Pe­quim e Washing­ton.

As ex­por­ta­ções da Chi­na em se­tem­bro cres­ce­ram 14,5% em re­la­ção ao ano an­te­ri­or, no rit­mo mais rá­pi­do des­de fe­ve­rei­ro, se­gun­do da­dos da agên­cia adu­a­nei­ra chi­ne­sa —bem aci­ma dos 9,8% de agos­to e de uma pre­vi­são de pes­qui­sa da Reu­ters de 8,9%.

As im­por­ta­ções chi­ne­sas cres­ce­ram 14,3% em se­tem­bro, abai­xo da al­ta de 19,9% em agos­to e li­gei­ra­men­te in­fe­ri­or às ex­pec­ta­ti­vas de au­men­to de 15%.

O su­pe­rá­vit so­mou US$ 31,7 bi­lhões (R$ 118,7 bi­lhões) em se­tem­bro, con­tra R$ 27,9 bi­lhões (R$ 104,5 bi­lhões) em agos­to e pre­vi­são de sal­do po­si­ti­vo de US$ 19,4 bi­lhões (R$ 72,7 bi­lhões).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.