• Ba­te-pa­po com Aline Bar­ros

Can­to­ra fa­la so­bre car­rei­ra, fa­mí­lia, pla­nos e ain­da dei­xa um re­ca­do pa­ra vo­cê!

GRANDES ÍDOLOS DA MÚSICA - Aline Barros - - News -

Não há co­mo ne­gar: Aline Bar­ros é um su­ces­so. A can­to­ra, que co­me­çou a car­rei­ra ain­da na in­fân­cia, con­quis­tou o co­ra­ção de mi­lha­res de bra­si­lei­ros, ul­tra­pas­sou bar­rei­ras ge­o­grá­fi­cas e al­can­çou su­ces­so tam­bém em paí­ses co­mo Es­ta­dos Uni­dos, Co­reia do Sul e Itá­lia. Atu­al­men­te, seu Fa­ce­bo­ok ul­tra­pas­sou a bar­rei­ra de 14 mi­lhões de cur­ti­das e seus shows es­tão sem­pre lo­ta­dos!

Com mais de 20 anos de car­rei­ra, pro­vou ser bem mais que uma can­to­ra gos­pel, é uma ar­tis­ta que fa­la ao co­ra­ção das pes­so­as, in­de­pen­den­te­men­te de re­li­gião.

Sen­do as­sim, a Gran­des Ído­los da Mú­si­ca não po­de­ria dei­xar de tra­zer uma en­tre­vis­ta es­pe­ci­al com Aline Bar­ros! Nas pró­xi­mas pá­gi­nas ela fa­la so­bre car­rei­ra, fa­mí­lia, su­pe­ra­ções e ain­da dei­xa um re­ca­do es­pe­ci­al pa­ra vo­cê! Con­fe­re aí!

1. Vo­cê gra­vou seu pri­mei­ro CD aos 18 anos, mas an­tes dis­so acom­pa­nha­va seu pai em apre­sen­ta­ções na igre­ja. Co­mo foi o iní­cio da sua car­rei­ra e co­mo en­ca­rou o su­ces­so tão ce­do?

Co­mo não co­me­cei a can­tar pro­fis­si­o­nal­men­te, co­me­cei a can­tar com o meu pai, em ca­sa e na igre­ja, es­sa tran­si­ção foi na­tu­ral. As coi­sas fo­ram acon­te­cen­do e eu es­ta­va pre­pa­ra­da.

2. É ver­da­de que apren­deu a cui­dar da voz so­zi­nha e que nun­ca fez au­las de can­to?

É ver­da­de, sim. Eu nun­ca fiz au­la de can­to mes­mo, mas meu pai me aju­dou mui­to. Des­de pe­que­na ele me da­va mui­ta coi­sa pa­ra ou­vir. Na épo­ca era vi­nil, fi­ta cas­se­te... Is­so me aju­dou mui­to! Fez com que eu aper­fei­ço­as­se o dom que Deus me deu!

3. Vo­cê tem mui­tas mú­si­cas que fa­lam so­bre fé, amor a Deus e sen­ti­men­tos bons. Al­gu­ma de­las é es­pe­ci­al pa­ra vo­cê?

São tan­tas... Di­fí­cil fa­lar de uma úni­ca mú­si­ca. Mas co­mo tem de es­co­lher, acho que Con­sa­gra­ção, mi­nha pri­mei­ra mú­si­ca de re­per­cus­são na­ci­o­nal, gra­va­da aos 16 anos, fez di­fe­ren­ça em mi­nha vi­da.

4. Vo­cê é uma pes­soa que can­ta e pro­pa­ga a fé. To­dos sa­bem que, em 2003, vo­cê pas­sou por uma gran­de pro­va­ção, qu­an­do te­ve um pro­ble­ma re­la­ci­o­na­do

às su­as pre­gas vo­cais. Co­mo vo­cê su­pe­rou is­so?

Qu­an­do ti­ve um pro­ble­ma nas mi­nhas cor­das vo­cais e per­di a mi­nha voz pen­sei, sim, que não te­ria mais fu­tu­ro co­mo can­to­ra, que mi­nha car­rei­ra se en­cer­ra­va ali. Até que Deus fez eu me lem­brar de que o ver­da­dei­ro amor lan­ça fo­ra to­do me­do. Ele me mos­trou que meus pen­sa­men­tos pre­ci­sa­vam ser re­no­va­dos, que mi­nha men­te pre­ci­sa­va ser re­no­va­da. Ele me mos­trou que não de­ve­mos per­mi­tir que hós­pe­des in­de­se­já­veis to­mem es­pa­ço no ho­tel mais ca­ro do mun­do, que é nos­sa men­te. São pen­sa­men­tos de paz que de­vem ali­men­tar nos­sa men­te e en­cher nos­sos co­ra­ções. Nes­se mo­men­to, Deus me mos­trou Sua mão de po­der a Sua for­ça pa­ra agir e re­ver­ter to­da uma si­tu­a­ção. Bas­ta con­fi­ar Ne­le com­ple­ta­men­te.

5. Vo­cê é a can­to­ra gos­pel com mai­or nú­me­ro de se­gui­do­res no mun­do. E mais que is­so: con­quis­tou fãs, in­clu­si­ve, de re­li­giões di­fe­ren­tes da sua. Co­mo é ser con­si­de­ra­da uma im­por­tan­te re­pre­sen­tan­te de Deus?

É um pri­vi­lé­gio pa­ra mim! Deus me deu um dom, foi mui­to bom co­mi­go. Sei que mi­nha mis­são é anun­ci­ar a res­pei­to do amor de Deus, fa­lar do seu Rei­no!

6. Co­mo vo­cê vê o fa­to de ter fãs tam­bém fo­ra do meio evan­gé­li­co?

É um gran­de de­sa­fio, mas Deus tem aber­to tan­tas por­tas pa­ra que eu pos­sa fa­lar do amor de­le! O que me cha­ma mui­to a aten­ção em tu­do is­so é que as pes­so­as es­tão re­al­men­te se­den­tas do Se­nhor. Elas que­rem uma men­sa­gem de es­pe­ran­ça pa­ra seus co­ra­ções, que­rem ou­vir a Pa­la- vra, bus­cam pe­lo Rei­no. Elas que­rem o nós te­mos pa­ra dar... Je­sus!

7. Co­mo vo­cê ana­li­sa o cres­ci­men­to da mú­si­ca gos­pel no Bra­sil? Na atu­a­li­da­de, há um mai­or re­co­nhe­ci­men­to des­sa ver­ten­te?

Co­mo já dis­se, as pes­so­as es­tão se­den­tas da pa­la­vra de Deus. Is­so já é um fa­to im­por­tan­te. Pa­ra que a mí­dia gos­pel con­ti­nue cres­cen­do, por­tan­to, há uma úni­ca re­gra: é pre­ci­so en­ten­der que tu­do o que é fei­to pa­ra Deus pre­ci­sa ser fei­to com ex­ce­lên­cia. Exis­te ver­da­de e po­der na mú­si­ca que can­ta­mos. Is­so atrai pes­so­as!

8. Seus fa­mi­li­a­res tra­ba­lham jun­to com vo­cê. Fa­le so­bre es­sa re­la­ção e so­bre a im­por­tân­cia da fa­mí­lia na sua vi­da.

Meu pai es­tá ao meu la­do des­de

meus pri­mei­ros acor­des. Ele é meu gran­de in­cen­ti­va­dor. Meu ir­mão, que é fo­to­gra­fo pro­fis­si­o­nal, tam­bém es­tá co­mi­go sem­pre. O mes­mo va­le pa­ra mi­nha mãe, meu ma­ri­do e meus fi­lhos. Mi­nha fa­mí­lia sem­pre me apoi­ou no as­pec­to na­tu­ral e es­pi­ri­tu­al pa­ra que eu che­gue mais rá­pi­do ao lu­gar que Deus qu­er, que Ele pla­ne­ja pa­ra mim. Eles en­ten­dem o pro­pó­si­to de Deus pa­ra mim e me apoi­am nes­sa mis­são. Fa­mí­lia é pre­sen­te de Deus!

9. Vo­cê tem uma gra­va­do­ra in­de­pen­den­te, a AB (Aline Bar­ros) Re­cords, vol­ta­da pa­ra no­vos ta­len­tos evan­gé­li­cos. Co­mo é o tra­ba­lho re­a­li­za­do?

Ho­je, a AB Re­cords atua ape­nas dan­do su­por­te ao meu mi­nis­té­rio fo­ra do Bra­sil. Es­te ano es­ta­re­mos lan­çan­do dois pro­je­tos pa­ra aben­ço­ar as Na­ções, um CD em in­glês e ou­tro em es­pa­nhol!

10. Quais são os seus pró­xi­mos pro­je­tos pro­fis­si­o­nais e pes­so­ais?

Ago­ra es­ta­mos em­pe­nha­dos nes­ses dois CDS e tam­bém no meu tra­ba­lho in­fan­til... Aline e Cia 4 CD e DVD!

11. Qual é a men­sa­gem que vo­cê dei­xa pa­ra quem es­tá pas­san­do por um pro­ble­ma gra­ve ou que an­da sem fé e es­pe­ran­ça?

Não dê li­mi­tes à ação de Deus na sua vi­da por con­ta de pen­sa­men- tos pe­que­nos. Te­nha pen­sa­men­tos gran­des! Eles vão glo­ri­fi­car a Deus por meio dos tes­te­mu­nhos que vo­cê um dia da­rá! Não per­ca sua es­pe­ran­ça e ali­men­te sua fé, por­que a Deus na­da po­de­rá re­sis­tir! Se Deus é por vo­cê, quem se­rá con­tra vo­cê?!

Aline faz ques­tão de va­lo­ri­zar os mo­men­tos em fa­mí­lia. Na fo­to, ao la­do de Ni­co­las e Ma­ria Catherine

Aline con­tem­plou tam­bém as cri­an­ças ao gra­var mú­si­cas in­fan­tis

Com 20 anos de car­rei­ra, Aline pre­pa­ra dois no­vos CDs in­ter­na­ci­o­nais

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.