POR MAIS VI­SI­BI­LI­DA­DE (E GRA­NA)

GRANDES ÍDOLOS DA MÚSICA - NIRVANA - EDIÇÃO DE COLECIONADOR - - Nasce O Nirvana -

Em ju­nho de 1989, o Nir­va­na co­me­çou sua pri­mei­ra tur­nê pe­los Es­ta­dos Uni­dos. Mes­mo com bai­xa ven­da­gem e a fal­ta de em­pe­nho da Sub Pop em pro­mo­ver Ble­a­ch (a ban­da acre­di­ta­va que os ou­tros dis­cos da gra­va­do­ra re­ce­bi­am mais aten­ção), o ál­bum ha­via se tor­na­do um dos pre­fe­ri­dos das es­ta­ções de rá­dio uni­ver­si­tá­ri­as, já que Jack En­di­no ha­via fei­to uma pe­que­na di­vul­ga­ção nes­se meio.

Mes­mo as­sim, o Nir­va­na se en­con­trou com o pro­du­tor But­ch Vig, da Sub Pop, pa­ra um no­vo tra­ba­lho. Na oca­sião, a ban­da gra­vou o single Sli­ver, além de ou­tras seis mú­si­cas (en­tre elas,

Smells Like Te­en Spi­rit). A Sub Pop, no en­tan­to, sa­bia da in­sa­tis­fa­ção de Kurt e seus com­pa­nhei­ros em re­la­ção ao tra­ba­lho fei­to pe­la em­pre­sa, tan­to que ela co­me­çou a pro­cu­rar uma gran­de gra­va­do­ra pa­ra aten­der a es­sa von­ta­de.

Mas a in­sa­tis­fa­ção da ban­da com a fra­ca di­vul­ga­ção de Ble­a­ch ea pos­si­bi­li­da­de de ga­nhar di­nhei­ro com a mú­si­ca le­va­ram os in­te­gran­tes a pro­cu­rar ou­tra gra­va­do­ra. Após mui­ta in­sis­tên­cia de Kim Gor­don, do So­nic Youth, o

Nir­va­na pro­cu­rou a DGC Re­cords, se­lo da en­tão po­de­ro­sa Gef­fen Re­cords, pa­ra as­si­nar um no­vo con­tra­to. Co­mo par­te do acor­do, eles re­ce­be­ram 287 mil dó­la­res an­te­ci­pa­da­men­te. Mas a gra­na se­ria pe­que­na di­an­te do que os aguar­da­va, prin­ci­pal­men­te com o pró­xi­mo ál­bum.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.