O GRUNGE MOR­REU?

GRANDES ÍDOLOS DA MÚSICA - NIRVANA - EDIÇÃO DE COLECIONADOR - - Movimento Grunge -

Há qu­em di­ga que o grunge não so­bre­vi­veu à mor­te de Kurt Co­bain. Após o sui­cí­dio de seu prin­ci­pal íco­ne, o gê­ne­ro te­ve seu de­clí­nio, já per­cep­tí­vel no fi­nal da car­rei­ra do Nir­va­na, ain­da mais acen­tu­a­do. Não sim­pa­ti­zan­tes do mo­vi­men­to justificam tal afir­ma­ção pau­ta­dos em fa­tos co­mo o ocor­ri­do du­ran­te o úl­ti­mo show da ban­da, em Mu­ni­que, na Ale­ma­nha. Na oca­sião, o bai­xis­ta Krist No­vo­se­lic sol­tou a sen­ten­ça pre­mo­ni­tó­ria: “Nós não es­ta­mos to­can­do em um lu­gar mai­or por­que nos­sas car­rei­ras es­tão em de­clí­nio. Es­ta­mos no ca­mi­nho de saí­da. O grunge es­tá mor­to, o Nir­va­na aca­bou. Não va­mos vol­tar com uma mo­da no­va ou al­gum ti­po de no­va ima­gem”. Ou­tra pas­sa­gem con­si­de­ra­da o ates­ta­do de óbi­to do grunge é o tre­cho de uma en­tre­vis­ta do pró­prio Kurt Co­bain à re­vis­ta Rol­ling Sto­ne, na qual ele afir­ma que: “...es­ta­mos en­ca­lha­dos. Fo­mos ro­tu­la­dos. [...]‘Grunge’ é um ter­mo tão po­de­ro­so quan­to ‘new wa­ve’. Não dá pra cair fo­ra. E uma ho­ra vai se tor­nar ul­tra­pas­sa­do”.

Ao mes­mo tem­po, há tam­bém qu­em de­fen­da que, ape­sar de não ter mais a mes­ma for­ça que ad­qui­riu na dé­ca­da de 1990 com a as­cen­são do Nir­va­na, o grunge ain­da re­sis­te. E as pro­vas dis­so se­ri­am as ban­das do gê­ne­ro que, mes­mo após a de­ca­dên­cia do es­ti­lo, con­ti­nu­am em ple­na ati­vi­da­de. Exem­plos dis­so são as já ci­ta­das Ali­ce in Chains e Pe­arl Jam. Es­ta úl­ti­ma lan­çou, em 2013, seu dé­ci­mo ál­bum de estúdio, in­ti­tu­la­do Ligh­ting Bolt, e anun­ci­ou no ano pas­sa­do que já es­tá de­sen­vol­ven­do um no­vo pro­je­to, as­sim co­mo o Ali­ce in Chains – cu­jo úl­ti­mo dis­co es­tre­ou no mes­mo ano –, que já anun­ci­ou a pro­du­ção de no­vo tra­ba­lho após o fim da tur­nê que re­a­li­za­rá com o Guns N’ Ro­ses em 2017.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.