PINK FLOYD tam­bém no ci­ne­ma

Ex­pe­ri­men­te sin­cro­ni­zar o clás­si­co do ci­ne­ma com o ál­bum “Dark Si­de of the Mo­on”, do Pink Floyd... Coin­ci­dên­cia?

GRANDES MITOS ALMANAQUE DO ROCK - - Lendas Do Rock -

Em se tra­tan­do de Pink Floyd, tu­do é pos­sí­vel. Um dos gru­pos mais vir­tu­o­sos, ex­pe­ri­men­tais e téc­ni­cos do mundo do rock, a ban­da car­re­ga em seus om­bros a len­da de, 34 anos de­pois do lan­ça­men­to do fil­me “O Má­gi­co de Oz”, cri­ar uma trilha sonora pró­pria pa­ra o clás­si­co do ci­ne­ma.

O CD não é qual­quer um: “Dark Si­de of the Mo­on” (1973), con­si­de­ra­do um dos me­lho­res tra­ba­lhos do gru­po de Ro­ger Wa­ters e Da­vid Gil­mour. E o me­lhor: vo­cê po­de ti­rar a pro­va. Pa­ra tan­to, bas­ta ter o fil­me e o CD em mãos. Co­lo­que o lon­ga pa­ra ro­dar e, na ho­ra que o leão da MGM sol­tar seu ter­cei­ro ru­gi­do, vo­cê sol­ta o pau­se do dis­co (po­de de­mo­rar pa­ra sin­cro­ni­zar, mas va­le o es­for­ço). Dei­xe a TV no mundo e cur­ta o fil­me com o ál­bum ro­lan­do. Ca­da fai­xa (e seu de­vi­do no­me) ca­sam per­fei­ta­men­te com ce­nas do lon­ga-me­tra­gem. O au­ge do sin­cro­nis­mo pa­re­ce acon­te­cer na fa­mo­sa ce­na do fu­ra­cão – no CD, a música “The Gre­at Gig in the Sky” é quem dá o rit­mo. A ba­te­ria en­tra quan­do o ven­to co­me­ça a ar­ran­car coi­sas do chão.

Ri­gor ma­te­má­ti­co

Mui­ta gen­te des­me­re­ce o fa­to, di­zen­do que tu­do não pas­sa de uma fe­liz coin­ci­dên­cia. Um ma­te­má­ti­co in­glês dis­se à épo­ca que, se is­so re­al­men­te foi pro­po­si­tal, Ro­ger Wa­ters e Da­vid Gil­mour são dois gran­des fenô­me­nos da ma­te­má­ti­ca, pois se­ria ne­ces­sá­rio tan­tos cál­cu­los que dei­xa­ri­am qual­quer pes­soa nor­mal ma­lu­ca.

Ou­tra cu­ri­o­si­da­de: fo­ram en­tre­vis­ta­das di­ver­sas pes­so­as que de­ram sua opi­nião so­bre o fil­me – al­guns des­ses diá­lo­gos fo­ram in­se­ri­dos no ál­bum. Re­za a len­da que tem uma fa­la lá que é de nin­guém me­nos do que Paul McCartney.

E, as­sim, a ban­da e su­as histórias ga­nha­ram for­ça ao lon­go do tem­po: de­pois de “Dark Si­de”, di­zem que o dis­co “Wish you we­re he­re” (1975) fun­ci­o­na bem com a obra do ci­ne­ma “Bla­de Run­ner”! Qu­er ten­tar tam­bém?

Pa­ra ca­sar dis­co e fil­me, se­ria ne­ces­sá­rio tan­tos cál­cu­los que dei­xa­ri­am qual­quer pes­soa nor­mal ma­lu­ca

Pink Floyd: pu­ra ma­te­má­ti­ca

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.