Dia do or­gas­mo

Di­cas pra co­me­mo­rar in­ten­sa­men­te o

Guia Astral - - Índice -

Di­cas pa­ra cur­tir in­ten­sa­men­te es­sa da­ta!

No dia 31 de ju­lho é ce­le­bra­da a da­ta mais gos­to­sa do ano: o Dia do Or­gas­mo. Mas dá pra co­me­mo­rar sem­pre que qui­ser! Pa­ra ino­var na in­ti­mi­da­de, vo­cê e sua al­ma gê­mea po­dem apos­tar em al­go di­fe­ren­te pa­ra api­men­tar as coi­sas, nu­ma sur­pre­si­nha mais ro­mân­ti­ca pa­ra aque­cer as emo­ções, em brin­ca­dei­ras sa­fa­di­nhas pa­ra au­men­tar o de­se­jo... Confira as nos­sas di­cas pra vo­cê co­me­mo­rar com seu amor du­ran­te o ano in­tei­ri­nho­oo!

Po­si­ções pra che­gar lá!

Pa­ra ino­var no sexo, vo­cê e seu par po­dem ten­tar po­si­ções di­fe­ren­tes. Tem as mais di­ver­sas pos­sí­veis que vo­cês po­dem ima­gi­nar: de la­di­nho, de qua­tro, vo­cê por ci­ma, de pon­ta-ca­be­ça... Confira al­gu­mas sugestões que po­dem aju­dar vo­cê a atin­gir o or­gas­mo:

Por ci­ma:

tam­bém co­nhe­ci­da co­mo “ca­val­ga­da”, vo­cê se sen­ta so­bre o par­cei­ro dei­ta­do e con­se­gue con­tro­lar a ve- lo­ci­da­de e in­ten­si­da­de dos mo­vi­men­tos. O par­cei­ro po­de apro­vei­tar pa­ra es­ti­mu­lar ou­tras par­tes de seu cor­po, co­mo os sei­os.

In­ver­ti­da:

qu­an­do es­ti­ver por ci­ma, ex­pe­ri­men­te vi­rar de cos­tas pa­ra o par­cei­ro. Além de mu­dar o ân­gu­lo da pe­ne­tra­ção, vo­cê con­se­gue es­ti­mu­lar o cli­tó­ris.

Gan­gor­ra eró­ti­ca:

vo­cê de­ve co­lo­car seus bra­ços pa­ra trás e jo­gar seu pe­so so­bre eles. En­tão, o par­cei­ro se en­cai­xa, su­a­ve­men­te, de fren­te. Vo­cê po­de apoi­ar as per­nas so­bre os om­bros de­le ou, se pre­fe­rir, abri-las, pa­ra que ele pos­sa es­ti­mu­lar seus sei­os com a bo­ca.

Sim­pa­tia pa­ra che­gar ao or­gas­mo jun­tos

Na ho­ra H, pas­se as mãos atrás do pes­co­ço do par­cei­ro e fa­ça uma fi­ga com as du­as mãos. Em se­gui­da, pen­se na se­guin­te fra­se: “Quí­mi­ca do de­se­jo, má­gi­ca da se­du­ção, fa­çam com que eu e (fa­le o no­me do par) atin­ja­mos o pra­zer na mes­ma ho­ra, no mes­mo mi­nu­to e no mes­mo se­gun­do”.

Te­são gour­met

Vo­cê po­de usar co­mi­di­nhas du­ran­te a tran­sa e dei­xar o sexo mui­to mais gos­to­so. Uma di­ca é der­ra­mar lei­te con­den­sa­do ou chan­tilly pe­lo seu cor­po e pe­dir pa­ra o par ir lam­ben­do. Fa­ça o mes­mo com ele. Ou­tra di­ca é fa­zer is­so com ge­lo... ele des­li­za o ge­lo pe­lo seu cor­po e pas­sa a lín­gua por on­de a água for es­cor­ren­do. Vo­cê vai fi­car ar­re­pi­a­da! Cho­co­la­te tam­bém é uma óti­ma op­ção! Bei­je seu amor com es­se doce em sua bo­ca. Vo­cê tam­bém po­de pas­sar um pou­co em seus sei­os. Ele vai ado­rar lim­par pra vo­cê!

Saia da ca­ma!

Quem dis­se que a ca­ma é o úni­co lu­gar pos­sí­vel pa­ra ter mo­men­tos de pra­zer? Vo­cês po­dem se di­ver­tir no chão, no so­fá, na ca­dei­ra, na me­sa, no chu­vei­ro... E, se gos­tam de adre­na­li­na e que­rem al­go mais ou­sa­do, que tal tran­sar em um lu­gar on­de cor­ram o ris­co de se­rem pe­gos em fla­gran­te? Mas to­mem bas­tan­te cui­da­do, hein! Po­de ser na es­ca­da­ria do pré­dio, no car­ro, na ga­ra­gem, no ba­nhei­ro da ba­la­da...

Pra pe­gar fo­go!

Con­vi­de seu amor pa­ra um jan­tar ro­mân­ti­co e vá com aque­le ves­ti­do ma-ra-vi-lho­so! Mas com um de­ta­lhe: não use na­da por bai­xo! Tro­quem olha­res e aca­ri­cie as per­nas de­le com as su­as. Daí vem a gran­de sur­pre­sa: es­cre­va num guar­da­na­po de pa­pel que vo­cê es­tá sem cal­ci­nha, do­bre, e en­tre­gue pa­ra ele. Ele vai fi­car lou­co!!! Se qui­se­rem e acha­rem se­gu­ro, po­dem es­ca­par pro ba­nhei­ro do res­tau­ran­te e co­me­çar ali mes­mo!

Brin­ca­dei­ras sa­fa­di­nhas Desafio do de­se­jo

An­tes de tu­do, é ne­ces­sá­rio que vo­cê e seu par con­ver­sem so­bre o que é per­mi­ti­do ou não en­tre vo­cês. O im­por­tan­te é que o jo­go se­ja pra­ze­ro­so pa­ra os dois. De­pois dis­so, vo­cês vão pre­ci­sar de um po­te e fo­lhas de pa­pel. Em ca­da pe­da­ço de pa­pel, es­cre­vam um desafio se­xu­al que es­ta­ri­am dis­pos­tos a re­a­li­zar. Po­de ser tran­sar no car­ro, usar uma fan­ta­sia es­pe­cí­fi­ca ou até al­go mais ou­sa­do. Dei­xe a ima­gi­na­ção fluir. De­pois, do­brem os pa­peis e co­lo­que-os no po­te. En­tão, é só sor­te­ar um desafio e cum­pri-lo jun­to com seu amor. Os dois vão sair ven­ce­do­res!

Da­do eró­ti­co

Vo­cê po­de com­prar es­se jo­go em uma sexshop ou, se pre­fe­rir, fa­zer em ca­sa. Vo­cê vai pre­ci­sar de dois da­dos e um pa­pel. No pa­pel, fa­ça uma lis­ta com seis par­tes do cor­po que pre­fe­ri­rem, co­lo­can­do os nú­me­ros de 1 a 6 na fren­te de ca­da par­te. Po­de ser ore­lha, pes­co­ço, vi­ri­lha, pés... Em se­gui­da, fa­ça ou­tra lis­ta com coi­sas pa­ra fa­zer com es­sas par­tes do cor­po, co­mo bei­jar, dar uma mor­di­di­nha, mas­sa­ge­ar... Usem a cri­a­ti­vi­da­de! De­pois, vo­cê de­ve jo­gar o da­do 1 e o nú­me­ro que cair se­rá a par­te do cor­po do seu par que vo­cê vai aca­ri­ci­ar e o da­do 2 in­di­ca­rá qual o ti­po de ca­ri­nho. Aí se­rá a vez do seu amor jo­gar os da­dos.

Pa­ra ter mui­to pra­zer

Fer­va al­gu­mas fo­lhas de la­ran­jei­ra em três li­tros de água. Dei­xe es­fri­ar, coe e des­pe­je o pre­pa­ra­do em seu cor­po de­pois do seu ba­nho diá­rio, da cin­tu­ra pa­ra bai­xo, e pen­se que a ener­gia se­xu­al es­tá fluin­do pe­lo seu cor­po e acen­den­do sua se­xu­a­li­da­de. Jo­gue os res­tos do ba­nho no li­xo.

Pa­ra atin­gir o or­gas­mo

Fer­va dois li­tros de água com um pu­nha­do de man­je­ro­na e es­pe­re amor­nar. To­me seu ba­nho ha­bi­tu­al e des­pe­je es­se pre­pa­ra­do da cin­tu­ra pa­ra bai­xo. En­xu­gue-se com uma to­a­lha ver­me­lha e use uma cal­ci­nha ver­me­lha. Só vol­te a usar a to­a­lha e a cal­ci­nha de­pois de um mês. Jo­gue as so­bras do ba­nho no li­xo. En­cer­re a sim­pa­tia re­zan­do o sal­mo 91.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.