Ma­gi­as PO­DE­RO­SAS

Pre­ci­sa de uma aju­da mís­ti­ca pra re­sol­ver seus pro­ble­mas? Es­cre­va pra nós: gui­a­as­tral@as­tral.com.br ou aces­se: jo­a­o­bi­du.com.br

Guia Astral - - Lgbt Homens -

Pe­di­do ur­gen­te!

João, gos­to de um ra­paz e a gen­te su­per­com­bi­na, só que ele fu­ma e be­be. Gos­ta­ria de tê-lo na mi­nha vi­da, mas que­ria que ele eli­mi­nas­se es­ses ví­ci­os ur­gen­te­ee! Ten­to di­a­lo­gar, mas não que­ro ban­car a cha­ta, já fiz vá­ri­as ve­zes!!! Me aju­da com uma sim­pa­tia!!!

— Es­sa ma­gia é po­de­ro­sa e po­de te aju­dar, Ca­mil­le. Boa sor­te!

AMA­DO NÃO TER VÍ­CI­OS

Es­cre­va o ví­cio que o ama­do tem em uma ve­la li­lás. Em uma bran­ca, es­cre­va “ele es­tá cu­ra­do”. Acen­da as du­as so­bre um pi­res e, quan­do ter­mi­nar de quei­mar, em­bru­lhe os res­tos em um pa­pel li­lás. Pe­ça pa­ra que o seu amor jo­gue as so­bras no li­xo, mas não con­te a ele so­bre a sim­pa­tia.

Ele cai­di­nho de amo­res

João Bi­du, gos­ta­ria de uma sim­pa­tia pa­ra fa­zer um ho­mem fi­car apai­xo­na­do, louco por mim, e só pen­sar em mim.

— Ana, olha aí o ri­tu­al que pe­diu, tá? Só não dei­xe de fa­zer a sua parte: jo­gue char­me, apro­xi­me-se, pu­xe pa­po e vá con­quis­tan­do es­se ho­mem aos pou­cos. As­sim, lo­go, lo­go, ele vai fi­car cai­di­nho de amo­res por vo­cê.

DEI­XAR O CA­RA APAI­XO­NA­DO

Numa noi­te de Lua No­va, pe­gue qua­tro grãos de ro­mã, co­lo­que em­bai­xo da lín­gua e di­ga o no­me do ama­do qua­tro ve­zes. Fa­ça is­so no lo­cal on­de o seu ama­do es­ti­ver. De­pois, pas­se per­to de­le, cum­pri­men­te-o e en­gu­la os grãos de ro­mã.

Sair do bu­ra­co

João Bi­du, por fa­vor, me en­vie al­gu­ma ora­ção for­te, ba­nho ou sim­pa­tia pra sair des­sa si­tu­a­ção, pois es­tou de­sem­pre­ga­da, en­di­vi­da­da e mo­ran­do de fa­vor na ca­sa dos pa­ren­tes.

— Olha, Lei­na­ra, pra te aju­dar a ven­cer es­ses per­ren­gues, man­do du­as simpatias: uma pra ar­ru­mar tra­ba­lho e ou­tra pra aca­bar com as dí­vi­das. Aí, lo­go vai con­se­guir sair da ca­sa dos pa­ren­tes, va­leu?

AR­RU­MAR EM­PRE­GO

Às 6 ho­ras da tar­de de uma se­gun­da ou sex­ta-fei­ra, vá até o quin­tal da sua ca­sa (se mo­ra em apar­ta­men­to, vá até a ja­ne­la) e re­ze um Pai-Nos­so e uma Ave- Ma­ria, pe­din­do a Nossa Se­nho­ra que aju­de vo­cê a ar­ru­mar um tra­ba­lho. Fa­ça is­so até con­se­guir o que de­se­ja.

ACA­BAR COM AS DÍ­VI­DAS Car­re­gue uma ima­gem de San­ta Edwi­ges na car­tei­ra. Na úl­ti­ma sex­ta-fei­ra de ca­da mês, ofe­re­ça aju­da pa­ra três pes­so­as que vo­cê en­con­trar na rua. Ao che­gar em ca­sa, re­ze uma Ave-Ma­ria a san­ta, re­for­çan­do seu pe­di­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.