SOLUÇÕES AU­DI­O­VI­SU­AIS

faz a di­fe­ren­ça no Royal Palm Hall

Hotéis - - Implantação -

A em­pre­sa ins­ta­lou equi­pa­men­tos de pon­ta e inú­me­ras pos­si­bi­li­da­des pa­ra cli­en­tes de to­dos os por­tes e es­ti­los

A inau­gu­ra­ção do com­ple­xo Royal Palm Hall co­lo­cou o País em um no­vo pa­ta­mar, pos­si­bi­li­tan­do ago­ra a re­a­li­za­ção de en­con­tros com mui­to mais con­for­to, qua­li­da­de e tec­no­lo­gia. De es­tru­tu­ra exem­plar em to­dos os 44.000 m² de área cons­truí­da, o Royal Palm Hall mos­tra-se não so­men­te uma no­va op­ção, co­mo tam­bém um es­pa­ço pro­mis­sor, que pro­me­te im­pac­tar a for­ma co­mo se re­a­li­za gran­des even­tos no Amé­ri­ca La­ti­na. Pre­sen­te na con­cep­ção do pro­je­to e par­cei­ra fi­el do gru­po Royal Palm Ho­tels des­de 2011, a R1 Soluções Au­di­o­vi­su­ais im­ple­men­tou con­cei­tos que fi­gu­ram na van­guar­da do se­tor, trans­for­man­do os 51 es­pa­ços de even­tos em áre­as mo­der­nas, com equi­pa­men­tos de pon­ta e inú­me­ras pos­si­bi­li­da­des pa­ra cli­en­tes de to­dos os por­tes e es­ti­los. “O Royal Palm Hall tam­bém é o nos­so fi­lho. Co­la­bo­rar com es­te pro­je­to e fa­zer par­te des­sa revolução é al­go de ex­tre­ma im­por­tân­cia pa­ra a R1. Par­ti­cu­lar­men­te, con­si­de­ro es­te pro­je­to co­mo o nos­so mai­or ca­se de su­ces­so na área de even­tos”, exal­tou o Di­re­tor co­mer­ci­al da R1 Soluções Au­di­o­vi­su­ais, Raf­fa­e­le Ce­ce­re.

Pro­du­tos e ser­vi­ços

Sa­lão Mo­nu­men­tal - Con­si­de­ra­do o mai­or ball­ro­om do Bra­sil, com 4.500 m² e ca­pa­ci­da­de pa­ra re­ce­ber até 5.000 pes­so­as, o Sa­lão Mo­nu­men­tal foi pre­pa­ra­do pa­ra re­ce­ber o que há de me­lhor em ilu­mi­na­ção, áu­dio e fil­ma­gem, com a cri­a­ção de áre­as es­tra­té­gi­cas pa­ra me­lhor aca­ba­men­to de ca­be­a­men­to e ilu­mi­na­ção, com di­rei­to a pon­tos aé­re­os com an­co­ra­gem. Tra­ta-se de um es­pa­ço úni­co, pro­je­ta­do pa­ra gran­des apre­sen­ta­ções e ex­pe­ri­men­ta­ções tec­no­ló­gi­cas.

Os Foyers e me­za­ni­nos con­tam com si­na­li­za­ção atra­vés de mo­ni­to­res que pos­si­bi­li­ta­rão me­lhor cir­cu­la­ção dos vi­si­tan­tes, com in­di­ca­ção de even­tos, ho­rá­ri­os e em­pre­sas.

Sa­las de reu­niões com te­la elé­tri­ca, pro­je­tor em lift pan­to­grá­fi­co, sis­te­ma de som com­ple­to, e fi­na­li­za­ção com mo­ni­to­res de apoio. Es­tes são os prin­ci­pais equi­pa­men­tos que os cli­en­tes po­dem con­tra­tar quan­do es­co­lhem uma das mui­tas sa­las de reu­nião do com­ple­xo Royal Palm Hall.

Bo­ard ro­oms - De­di­ca­das a di­re­to­res e em­pre­sá­ri­os, as bo­ard ro­oms são o es­pa­ço per­fei­to pa­ra reu­niões es­tra­té­gi­cas e que de­man­dam al­to po­der de de­ci­são. Pa­ra au­xi­li­ar os pro­fis­si­o­nais, a R1 ela­bo­rou uma es­tru­tu­ra equi­pa­da com mo­ni­to­res, sis­te­ma de áu­dio e ví­deo-con­fe­rên­cia.

Bu­si­ness cen­ter - Tra­ba­lhar lon­ge do es­cri­tó­rio não é um pro­ble­ma quan­do se es­tá no Royal Palm Hall. Por meio de um pro­je­to de­di­ca­do à fun­ci­o­na­li­da­de que o dia a dia me­re­ce, a R1 Soluções Au­di­o­vi­su­ais ins­ta­lou es­ta­ções de tra­ba­lho com com­pu­ta­do­res, im­pres­so­ras e in­ter­net de al­ta ve­lo­ci­da­de em es­ta­ções de tra­ba­lho al­ta­men­te efi­ci­en­tes.

Ge­ra­do­res in­de­pen­den­tes - A se­gu­ran­ça e con­fi­a­bi­li­da­de que um even­to de gran­de por­te pre­ci­sa ser ates­ta­da, tam­bém, pe­lo ser­vi­ço de ge­ra­do­res in­de­pen­den­tes que a R1 ofe­re­ce aos cli­en­tes, por meio da Pri­me, uma das em­pre­sas do gru­po. Os equi­pa­men­tos es­tão es­tra­te­gi­ca­men­te lo­ca­li­za­dos pró­xi­mos ao com­ple­xo, per­mi­tin­do fle­xi­bi­li­da­de e agi­li­da­de na con­tra­ta­ção, além de to­da a co­mo­di­da­de de con­tar com uma equi­pe que co­nhe­ce to­do o com­ple­xo com a palma da mão.

Ce­no­gra­fia - O Gru­po R1 Soluções Au­di­o­vi­su­ais con­ta com a ex­per­ti­se da Tes Ce­no­gra­fia pa­ra a im­ple­men­ta­ção de ce­no­gra­fia e co­mu­ni­ca­ção vi­su­al com te­ci­do ten­si­o­na­do im­pres­so em gran­des for­ma­tos pa­ra fei­ras e even­tos. A Tes é con­si­de­ra­da uma das em­pre­sas mais atu­an­tes em seg­men­to e atua em gran­des even­tos com soluções di­ver­sas, pro­por­ci­o­nan­do ao cli­en­te a con­tra­ta­ção de ser­vi­ços pa­ra es­tan­des, si­na­li­za­ções, mon­ta­gens aé­re­as, bac­klight e for­ra­ção im­pres­sa, en­tre ou­tros. “O Gru­po R1 Soluções Au­di­o­vi­su­ais tem a ca­pa­ci­da­de de ofe­re­cer pro­du­tos e ser­vi­ços de al­tís­si­ma qua­li­da­de pa­ra qual­quer for­ma­to ou ta­ma­nho de even­to. No Royal Palm Hall, o nos­so gran­de di­fe­ren­ci­al es­tá em co­nhe­cer ca­da me­tro qua­dra­do do com­ple­xo, o que nos traz uma van­ta­gem com­pe­ti­ti­va sem igual. Ao tra­ba­lhar co­nos­co, o cli­en­te tem a cer­te­za de que es­tá con­tra­tan­do o me­lhor ser­vi­ço pa­ra o seu even­to”, ex­pli­ca Raf­fa­e­le Ce­ce­re. Qua­li­da­de aci­ma da mé­dia

Segundo Raf­fa­e­le, o gran­de be­ne­fí­cio da es­tru­tu­ra mon­ta­da pe­la em­pre­sa no Royal Palm Hall es­tá na ca­pa­ci­da­de de aten­di­men­to. Em uma eco­no­mia ca­da vez mais di­nâ­mi­ca e an­si­o­sa por no­vi­da­des, con­tar com um es­pa­ço úni­co e a pou­cos quilô­me­tros da ca­pi­tal pau­lis­ta tor­na­se pra­ti­ca­men­te um con­vi­te à ino­va­ção. “Re­a­li­zar even­tos é a ar­te de ca­ti­var, mo­ti­var, ins­pi­rar. Quan­do se tem o apoio de em­pre­sas sé­ri­as, co­mo a R1 e a Royal Palm Ho­tels, qual­quer de­man­da se tor­na uma opor­tu­ni­da­de de fa­zer di­fe­ren­te. Pos­so di­zer com to­tal tran­qui­li­da­de que nos­sa equi­pe é al­ta­men­te ca­pa­ci­ta­da e ex­pe­ri­en­te. Em Cam­pi­nas, co­mo par­ti­ci­pa­mos do pro­je­to des­de o iní­cio, es­tru­tu­rar qual­quer ti­po de even­to é mui­to mais fá­cil e ágil pa­ra nós”, afir­mou Ce­ce­re, que tam­bém des­ta­ca a equi­pe co­mer­ci­al que foi des­lo­ca­da pa­ra o com­ple­xo e que, cla­ro, es­tá pron­ta pa­ra for­ma­tar e acom­pa­nhar os de­se­jos do cli­en­te até a re­a­li­za­ção do even­to. Sai­ba mais so­bre as van­ta­gens de con­tra­tar a R1 Soluções Au­di­o­vi­su­ais atra­vés do si­te:

www.r1au­di­o­vi­su­al.com.br

Confira o port­fó­lio da Tes Ce­no­gra­fia em: www.tes­ce­no­gra­fia.com.br

Tro­pi­cal Exe­cu­ti­ve ini­cia ope­ra­ção ho­te­lei­ra em Ma­naus

O Tro­pi­cal Flat, em­pre­en­di­men­to ho­te­lei­ro si­tu­a­do às mar­gens do Rio Ne­gro no bair­ro de Pon­ta Ne­gra, em Ma­naus, é a mais no­va ope­ra­ção do Tro­pi­cal Exe­cu­ti­ve no Ama­zo­nas. O ho­tel es­tá há 15 anos na ca­pi­tal do es­ta­do e nos úl­ti­mos oi­to anos foi ad­mi­nis­tra­do por re­des na­ci­o­nais. A atu­al ges­to­ra do con­do­mí­nio, a KSS Ges­tão de Em­pre­en­di­men­tos Lt­da., de São Pau­lo, de­ve in­ves­tir nos pró­xi­mos seis me­ses cer­ca de R$ 1,3 mi­lhão na re­vi­ta­li­za­ção de sua es­tru­tu­ra.

São 16 an­da­res no to­tal, sen­do 15 com 81 apar­ta­men­tos com du­as ca­te­go­ri­as di­vi­di­das em Su­pe­ri­or e Lu­xo. O úl­ti­mo an­dar do pré­dio é des­ti­na­do pa­ra even­tos, reu­niões e con­fe­rên­ci­as. Os hós­pe­des po­de­rão con­tar com um es­pa­ço mo­der­no, pis­ci­na com bor­da in­fi­ni­ta, ter­ra­ço, sau­na, sa­la fit­ness, áre­as aber­tas às mar­gens do Rio Ne­gro, sa­lão no pi­so tér­reo em uma lo­ca­li­za­ção pri­vi­le­gi­a­da com aces­so pri­va­ti­vo à praia da Pon­ta Ne­gra e uma das vis­tas mais bo­ni­tas da ci­da­de.

Co­mo par­te das no­vi­da­des im­plan­ta­das pe­la no­va ges­tão, o Tro­pi­cal Ho­tel ini­ci­ou a ope­ra­ção de um res­tau­ran­te pró­prio. Ba­ti­za­do de Ma­ra­go­gi e com a cri­a­ti­vi­da­de do chef Char­les Go­mes, o res­tau­ran­te se­rá es­pe­ci­a­li­za­do em cu­li­ná­ria re­gi­o­nal e pei­xa­ria, além de um car­dá­pio que in­clui pra­tos in­ter­na­ci­o­nais, drinks es­pe­ci­ais e ou­tras be­bi­das. O res­tau­ran­te abre de se­gun­da a sex­ta-fei­ra, das 6h00 às 22h, e em fi­nais de se­ma­na e fe­ri­a­dos, das 7h00 às 22h30.

De­ten­tor da In­ter­city vi­si­ta ho­téis ale­mães que têm acor­do de dis­tri­bui­ção

Com o in­tui­to de es­trei­tar re­la­ções, o Di­re­tor Exe­cu­ti­vo da ICH ad­mi­nis­tra­ção de Ho­téis - que de­tém a mar­ca brasileira In­ter­city Ho­tels -, Marcelo Ma­ri­nho, es­te­ve na Ale­ma­nha e vi­si­tou al­guns ho­téis da re­de ale­mã homô­ni­ma, In­ter­cityHo­tel, mar­ca da Deuts­che Hos­pi­ta­lity. As em­pre­sas as­si­na­ram, em se­tem­bro de 2017, um acor­do de co­o­pe­ra­ção de mar­ke­ting, ven­das e dis­tri­bui­ção, que ini­ci­ou as ope­ra­ções em ja­nei­ro de 2018.

A par­ce­ria ofe­re­ce fa­ci­li­da­de em re­ser­vas e ta­ri­fas es­pe­ci­ais pa­ra cli­en­tes de am­bas as re­des ho­te­lei­ras. Além da for­ça de cam­pa­nhas con­jun­tas de mar­ke­ting, e-com­mer­ce e ven­das ca­sa­das, as mar­cas so­mam jun­tas mais de 12 mil quar­tos, em oi­to paí­ses na Eu­ro­pa, Ásia, Áfri­ca, Amé­ri­ca do Sul e Ori­en­te Mé­dio.

Ma­ri­nho vi­si­tou em­pre­en­di­men­tos ho­te­lei­ros da re­de ale­mã em Frank­furt, Hanô­ver, Ham­bur­go e Bruns­vi­que, on­de co­nhe­ceu o mo­de­lo next ge­ne­ra­ti­on, de ho­téis as­si­na­dos pe­lo arquiteto ita­li­a­no Mat­teo Thun. Ou­tra no­vi­da­de ex­plo­ra­da

foi o apli­ca­ti­vo da re­de ale­mã que per­mi­te check-in on­li­ne e aber­tu­ra da cha­ve com o ce­lu­lar – ideia que a re­de brasileira es­tu­da tra­zer pa­ra o País.

Marcelo Ma­ri­nho afir­mou que a co­la­bo­ra­ção tor­na a In­ter­city uma em­pre­sa glo­bal. “A par­ce­ria tem três me­ses de vi­da e es­tou im­pres­si­o­na­do com a re­cep­ti­vi­da­de dos mer­ca­dos. Já fe­cha­mos qua­tro gru­pos. Fi­ca­mos sur­pre­sos com o re­tor­no das em­pre­sas e agên­ci­as. Ho­je, te­mos es­cri­tó­ri­os co­mer­ci­ais nos qua­tro can­tos do mun­do”, ce­le­bra. O exe­cu­ti­vo en­con­trou Joachim Ma­rusczyk, Di­re­tor Ge­ral dos Ho­téis In­ter­city da Ale­ma­nha, Daniela Lind­ner, Di­re­to­ra de Ven­das & Mar­ke­ting e Phi­lipp Schu­lert, Ge­ren­te de Mar­ke­ting, am­bos da re­de ale­mã.

Con­fins Suí­tes Ho­tel (MG) pas­sa a ser ad­mi­nis­tra­do pe­la re­de MHB

A re­de mi­nei­ra de ho­te­la­ria MHB as­su­miu es­te ano a ges­tão do Con­fins Suí­tes Ho­tel, lo­ca­li­za­do a 5 mi­nu­tos do ae­ro­por­to de Con­fins. O ho­tel con­ta com 280 apar­ta­men­tos dis­pos­tos em três ca­te­go­ri­as di­fe­ren­tes (Su­pe­ri­or, Lu­xo e Suí­te Su­pe­ri­or), além de 14 apar­ta­men­tos adap­ta­dos pa­ra pes­so­as com ne­ces­si­da­des es­pe­ci­ais.

O ho­tel pos­sui tam­bém ser­vi­ços es­pe­ci­ais, co­mo trans­fer gra­tui­to 24 ho­ras com par­ti­das a ca­da vin­te mi­nu­tos, es­ta­ci­o­na­men­to, es­pa­ço fit­ness e um am­plo es­pa­ço pa­ra reu­niões e even­tos, com no­ve sa­las e ca­pa­ci­da­de to­tal pa­ra 200 pes­so­as. A MHB Ho­te­la­ria con­ta com os mais va­ri­a­dos ti­pos de hos­pe­da­gem, além de fa­zer um tra­ba­lho de con­sul­to­ria e ad­mi­nis­tra­ção de con­do­mí­ni­os em em­pre­en­di­men­tos da pró­pria mar­ca.

Sam­ba Ho­téis ini­cia ges­tão de ho­tel em La­goa da Prata (MG)

A re­de Sam­ba Ho­téis, que atua em Mi­nas Ge­rais, Rio de Ja­nei­ro e Pa­ra­ná, ago­ra con­ta com mais um ho­tel no es-

ta­do mi­nei­ro, so­man­do oi­to em­pre­en­di­men­tos sob sua ad­mi­nis­tra­ção. Lo­ca­li­za­do na ci­da­de de La­goa da Prata, na re­gião cen­tro-oes­te, o em­pre­en­di­men­to per­ten­ce ao ex-atle­ta pro­fis­si­o­nal de fu­te­bol e pen­ta­cam­peão mun­di­al, Gil­ber­to Sil­va.

O Ho­tel Sam­ba La­goa da Prata By Gil­ber­to Sil­va pos­sui du­as tor­res. Uma com qua­tro an­da­res e com ele­va­dor pa­no­râ­mi­co, e ou­tra com no­ve an­da­res, sa­la pa­ra even­tos e es­ta­ci­o­na­men­to. Os apar­ta­men­tos de­no­mi­na­dos Sam­ba Su­pe­ri­or (ca­te­go­ria su­pe­ri­or), Sam­ba Suí­te (ca­te­go­ria lu­xo) e Sam­ba Pre­mium (ca­te­go­ria su­per­lu­xo) são es­pa­ço­sos e acon­che­gan­tes.

Se­guin­do a ten­dên­cia mun­di­al de va­lo­ri­za­ção dos ro­of­tops co­mo pon­tos de des­ta­que e des­con­tra­ção, foi mon­ta­do na co­ber­tu­ra da mai­or tor­re, o Res­tau­ran­te 2002, on­de te­mas re­fe­ren­tes à con­quis­ta do pen­ta­cam­pe­o­na­to da Seleção Brasileira de­co­ram o es­pa­ço. Com dois am­bi­en­tes, um in­ter­no cli­ma­ti­za­do e uma área ex­ter­na com deck com vis­ta pa­no­râ­mi­ca pa­ra to­da ci­da­de, o res­tau­ran­te fi­ca aber­to ao pú­bli­co de ter­ça a sex­ta, das 18h às 00h, sá­ba­dos, de 16h às 00h, e do­min­gos, de 11h às 17h, ofe­re­cen­do pra­tos à la car­te, op­ções de pe­tis­cos, en­tra­das, pra­tos prin­ci­pais e so­bre­me­sas, to­dos no es­ti­lo con­tem­po­râ­neo au­to­ral.

THG assume ad­mi­nis­tra­ção do Ho­tel Fel­ler Ave­ni­da Pau­lis­ta

O THG — Tran­sa­me­ri­ca Hos­pi­ta­lity Group as­su­miu no úl­ti­mo dia 2 de maio a ad­mi­nis­tra­ção do Ho­tel Fel­ler Ave­ni­da Pau­lis­ta e o em­pre­en­di­men­to pas­sou a se chamar Tran­sa­me­ri­ca Exe­cu­ti­ve Ho­tel Pau­lis­ta. Ele es­tá lo­ca­li­za­do à rua São Car­los do Pi­nhal, n° 200, pa­ra­le­la à ave­ni­da Pau­lis­ta, no bair­ro da Bela Vis­ta. Com is­so, o THG am­plia a sua pre­sen­ça na re­gião, al­can­çan­do seis ho­téis na Bela Vis­ta, Jar­dim Pau­lis­ta e Pa­raí­so.

O Tran­sa­me­ri­ca Exe­cu­ti­ve Ho­tel Pau­lis­ta ofe­re­ce 150 quar­tos, aca­de­mia, es­pa­ço gour­met, es­ta­ci­o­na­men­to (pa­go), in­ter­net Wi-Fi, pis­ci­na, res­tau­ran­te, ro­om ser­vi­ce e sau­na. Com perfil cor­po­ra­ti­vo, ide­al pa­ra hos­pe­da­gens cur­tas, o ho­tel pos­sui ain­da es­pa­ços pa­ra a re­a­li­za­ção de even­tos, com ca­pa­ci­da­de pa­ra re­ce­ber de 60 a 100 pes­so­as por sa­la. “A adi­ção do Tran­sa­me­ri­ca Exe­cu­ti­ve Ho­tel Pau­lis­ta ao nos­so port­fó­lio é mais um pas­so im­por­tan­te em di­re­ção à con­so­li­da­ção do gru­po co­mo um dos mais im­por­tan­tes da ho­te­la­ria brasileira. Ao pas­sar a ad­mi­nis­trar mais es­se ho­tel, am­pli­a­mos o rol de op­ções de hos­pe­da­gem ofer­ta­do ao cli­en­te Tran­sa­me­ri­ca que vai a São Pau­lo, se­ja por di­ver­são e la­zer, se­ja a tra­ba­lho“, afir­ma a di­re­to­ra do Tran­sa­me­ri­ca Hos­pi­ta­lity Group, Ro­san­ge­la Gon­çal­ves.

Mas­terLi­ne Mó­veis co­me­mo­ra sete anos de ati­vi­da­des

A Mas­terLi­ne Mó­veis es­tá com­ple­tan­do sete anos de ati­vi­da­des e já es­tá en­tre as mai­o­res for­ne­ce­do­ras de mo­bi­liá­ri­os pa­ra even­tos do País. Es­tá lo­ca­li­za­da na ci­da­de de Ara­pon­gas(PR), on­de con­ta com um mo­der­no par­que fa­bril de 6.000 m², com cer­ti­fi­ca­ção do ISO 9001/2015 e se­lo ver­de. De acor­do com Ro­ber­to Alon­so Gar­cia, que é um dos seus di­re­to­res e co­nhe­ci­do nes­te mer­ca­do há mais de 20 anos, nes­se ano o mer­ca­do es­tá me­lhor e mais aque­ci­do que os dois úl­ti­mos anos, com inú­me­ras pre­vi­sões de inau­gu­ra­ções pa­ra 2018 e gran­des in­ves­ti­men­tos de no­vos ho­téis até 2020.

Di­an­te des­sas opor­tu­ni­da­des, a Mas­terLi­ne Mó­veis tem cres­ci­do e con­so­li­da­do pre­sen­ça no mer­ca­do, for­ne­cen­do pro­du­tos pa­ra gran­des re­des ho­te­lei­ras co­mo: Atlan­ti­ca, Ac­corHo­tels, Ar­co, Bris­tol, In­ter­city, Tran­sa­mé­ri­ca, Club Med, Bour­bon, De­vil­le, No­bi­le, Ho­téis Al­vo­ra­da, en­tre ou­tros, as­sim co­mo tam­bém a mui­tos ho­téis in­de­pen­den­tes. A em­pre­sa tam­bém já con­quis­tou vá­ri­os cli­en­tes de Cen­tros de con­ven­ções, co­mo o D. Pe­dro em Cam­pi­nas (SP), o Ex­po­vil­le em Join­vil­le (SC) e o Cen­tro de Even­tos da Igre­ja As­sem­bléia de Deus em Salvador (BA).

De­vi­do a cer­ti­fi­ca­ção do ISO 9001/2015, a Mas­terLi­ne tra­ba­lha com um ri­go­ro­so con­tro­le de qua­li­da­de qu­an­to aos for­ne­ce­do­res de ma­té­ri­as pri­mas, tam­bém em seus pro­ces­sos de fa­bri­ca­ção. A em­pre­sa es­ta­rá pre­sen­te na Fei­ra Equi­po­tel 2018, com a lo­ca­li­za­ção na Rua B 20, e apre­sen­tan­do to­da sua li­nha de mo­bi­liá­ri­os, com uma equi­pe de es­pe­ci­a­lis­tas pa­ra me­lhor aten­der.

Con­ta­to:

Fo­ne: (43) 3056-0166 co­mer­ci­al@mas­ter­li­ne­mo­veis.com.br www.mas­ter­li­ne­mo­veis.com.br

A lo­ca­li­za­ção é um dos di­fe­ren­ci­ais des­se em­pre­en­di­men­to

Gil­ber­to Sil­va e o CEO da Sam­ba Ho­téis, Gui­lher­me Cas­tro

Suí­te do Con­fins Ho­tel, ago­ra ad­mi­nis­tra­do pe­la re­de MHB

Fa­cha­da do Tro­pi­cal Exe­cu­ti­ve em Pon­ta Ne­gra

Joachim Ma­rusczyk, Di­re­tor Ge­ral dos Ho­téis In­ter­city da Ale­ma­nha e Marcelo Ma­ri­nho, Di­re­tor exe­cu­ti­vo da ICH

Raf­fa­e­le Ce­ce­re: “O Royal Palm Hall tam­bém é o nos­so fi­lho. Co­la­bo­rar com es­te pro­je­to e fa­zer par­te des­sa revolução é al­go de ex­tre­ma im­por­tân­cia pa­ra a R1”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.