56ª edi­ção da Equi­po­tel acon­te­ceu com su­ces­so

56ª edi­ção da Equi­po­tel acon­te­ceu com su­ces­so

Hotéis - - Contents -

O mai­or even­to de hos­pi­ta­li­da­de da Amé­ri­ca La­ti­na foi re­a­li­za­do de 18 a 21 de se­tem­bro no São Pau­lo Ex­po, na ca­pi­tal pau­lis­ta

A 56ª edi­ção da Equi­po­tel foi um am­bi­en­te pro­pí­cio pa­ra pro­pri­e­tá­ri­os e ges­to­res de ho­téis, mo­téis, pou­sa­das, re­sorts, hos­tels, flats, acam­pa­men­tos e de­mais es­ta­be­le­ci­men­tos que bus­cam so­lu­ções ino­va­do­ras pa­ra apri­mo­rar seu ne­gó­cio e aten­der ain­da me­lhor seu cli­en­te. O even­to acon­te­ceu en­tre os di­as 18 e 21 de se­tem­bro no São Pau­lo Ex­po, ocu­pan­do uma área to­tal de 25 mil m². Gus­ta­vo Bi­nar­di, Di­re­tor da Equi­po­tel des­ta­ca a im­por­tân­cia de en­ten­der o com­por­ta­men­to do se­tor ho­te­lei­ro de uma for­ma mais abran­gen­te, en­fa­ti­zan­do o po­ten­ci­al do mer­ca­do pa­ra as em­pre­sas fa­ze­rem bons ne­gó­ci­os e a se­to­ri­za­ção da fei­ra.

Pro­cu­ran­do fa­ci­li­tar a vi­si­ta­ção, a Equi­po­tel 2018 foi di­vi­di­da em se­te se­to­res: Co­zi­nhar & Ser­vir, Dé­cor & Con­for­to, Ges­tão & Co­nec­ti­vi­da­de, La­zer & En­tre­te­ni­men­to, Cui­da­dos & Lim­pe­za, Re­lax & Bem-Es­tar e Ser­vi­ços & Fa­ci­li­da­des. “Es­ses se­to­res fo­ram es­co­lhi­dos após um ex­ten­so es­tu­do do per­fil do pú­bli­co vi­si­tan­te nas úl­ti­mas edi­ções. Is­so nor­te­ou a con­cep­ção e as ex­pe­ri­ên­ci­as fo­ram seg­men­ta­das em qua­tro pi­la­res: con­teú­do, ne­gó­ci­os, re­la­ci­o­na­men­to e ino­va­ção. Den­tro do pi­lar ex­pe­ri­ên­ci­as con­teú­do, a Equi­po­tel apre­sen­tou o Ca­fé do Sa­ber, o Guia de Mo­téis Talk, o Congresso Hos­pi­ta­li­da­de, o Hos­tel Hour, o ABG Se­mi­ná­rio e o Fó­rum Bra­si­lei­ro de Ho­téis In­de­pen­den­tes 2018”, re­ve­lou Bi­nar­di.

Ca­fé do Sa­ber

O es­pa­ço foi de­di­ca­do à ca­pa­ci­ta­ção téc­ni­ca e aper­fei­ço­a­men­to pro­fis­si­o­nal, tra­zen­do

re­no­ma­dos no­mes do se­tor de hos­pi­ta­li­da­de, ges­tão e tec­no­lo­gia, que abor­da­ram te­mas co­mo “Ho­téis em ae­ro­por­tos: uma par­ce­ria de su­ces­so”; “Es­tra­té­gi­as de mar­ke­ting di­gi­tal pa­ra ho­te­la­ria: co­mo atrair o cli­en­te di­re­to”; “Con­tro­le da con­ta­mi­na­ção nos mei­os de hos­pe­da­gem: a hi­gi­e­ni­za­ção co­mo for­te ali­a­da”; “Ges­tão es­tra­té­gi­ca de pes­so­as na ho­te­la­ria”, “Ex­pe­ri­ên­ci­as com ca­fé na gas­tro­no­mia e ho­te­la­ria”, “Con­tro­le da con­ta­mi­na­ção nos mei­os de hos­pe­da­gem” e “Co­mo a in­te­li­gên­cia ar­ti­fi­ci­al es­tá trans­for­man­do o aten­di­men­to on­li­ne na ho­te­la­ria”.

Guia Mo­téis Talk

O es­pa­ço, ins­ta­la­do den­tro do Mo­tel De­sign, pro­mo­veu uma ver­da­dei­ra imer­são em assuntos im­por­tan­tes pa­ra o se­tor mo­te­lei­ro. Com es­pe­ci­a­lis­tas es­co­lhi­dos pe­lo Guia de Mo­téis, mi­nis­tran­do pa­les­tras e com­par­ti­lhan­do ten­dên­ci­as e ca­ses de su­ces­so, o pú­bli­co te­ve uma opor­tu­ni­da­de úni­ca de se ins­pi­rar e ad­qui­rir co­nhe­ci­men­to téc­ni­co.

Congresso Hos­pi­ta­li­da­de

O 1º Congresso de Hos­pi­ta­li­da­de foi uma ex­ce­len­te opor­tu­ni­da­de de ca­pa­ci­ta­ção, qua­li­fi­ca­ção e atu­a­li­za­ção pro­fis­si­o­nal tan­to pa­ra os ex­po­si­to­res quan­to pa­ra os vi­si­tan­tes da Equi­po­tel 2018. Com uma pro­gra­ma­ção re­ple­ta de pa­les­tran­tes na­ci­o­nais e in­ter­na­ci­o­nais, a con­fe­rên­cia foi com­pos­ta por ses­sões do “Fó­rum de Hos­pi­ta­li­da­de pa­ra o Mer­ca­do Sê­ni­or” e do workshop “O jei­to Dis­ney de en­can­tar cli­en­tes apli­ca­do ao se­tor de hos­pi­ta­li­da­de”. O ob­je­ti­vo foi o de le­var con­teú­do de qua­li­da­de aos con-

gres­sis­tas da fei­ra, que fo­ram pa­ra a ca­sa com um cer­ti­fi­ca­do de par­ti­ci­pa­ção, além de um pla­no de ação pa­ra co­lo­car o co­nhe­ci­men­to ad­qui­ri­do em prá­ti­ca.

Hos­tel Hour

Com um ci­clo de pa­les­tras vol­ta­do pa­ra o ni­cho de meio de hos­pe­da­gens, a Equi­po­tel apre­sen­tou a Hos­tel Hour, com te­mas que abor­da­ram ques­tões im­por­tan­tes pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to do se­tor, além de com­par­ti­lha­men­to de no­vas es­tra­té­gi­as pa­ra expansão de seus ne­gó­ci­os.

ABG Se­mi­ná­rio

Se­mi­ná­rio ex­clu­si­vo com Ma­ria Jo­sé Dan­tas, Presidente da ABG – As­so­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Go­ver­nan­tas e Pro­fis­si­o­nais da Ho­te­la­ria. Com mais de 20 anos de ex­pe­ri­ên­cia no se­tor ho­te­lei­ro e li­de­ran­do gran­des equi­pes em re­no­ma­dos ho­téis de qua­tro e cin­co es­trelas, em seu painel “Pro­du­ti­vi­da­de – Re­du­ção de cus­tos na go­ver­nan­ça” fo­ram apre­sen­ta­das al­ter­na­ti­vas, me­lho­res prá­ti­cas e es­tra­té­gi­as pa­ra re­du­ção de cus­tos ope­ra­ci­o­nais den­tro dos mei­os de hos­pe­da­gens.

Fó­rum Bra­si­lei­ro de Ho­téis In­de­pen­den­tes 2018

O II Fó­rum Bra­si­lei­ro de Ho­téis In­de­pen­den­tes acon­te­ceu no dia 19 de se­tem­bro na fei­ra. Foi uma opor­tu­ni­da­de úni­ca pa­ra re­pre­sen­tan­tes dos ho­téis in­de­pen­den­tes co­nhe­ce­rem so­lu­ções pa­ra pro­mo­ver van­ta­gens com­pe­ti­ti­vas a fim de en­fren­tar a cres­cen­te con­cor­rên­cia.

Abrin­do e apre­sen­tan­do o Fó­rum, par­ti­ci­pou Ro­ber­to Ber­ti­no, Fundador e Presidente

do Gru­po No­bi­le. Te­mas co­mo “Mu­dan­ças na ho­te­la­ria que nos de­sa­fi­am”, com Ro­land Bo­na­do­na (CEO da Bo­na­do­na Ho­tel Con­sul­ting) e con­vi­da­dos; “Co­mo cri­ar van­ta­gens com­pe­ti­ti­vas pa­ra o seu ho­tel”, com Ro­ber­to Ber­ti­no; “Ven­das e Dis­tri­bui­ção”, com Ta­ti­a­na Val­ve­zor (Di­re­to­ra da Sa­bre) e Ri­car­do Pom­peu (Di­re­tor Sê­ni­or de Ven­das e Mar­ke­ting do Gru­po No­bi­le); e o “Pa­no­ra­ma fu­tu­ro da ho­te­la­ria bra­si­lei­ra”, com Bru­no Omo­ri (Presidente da ABIH-SP), Ra­fa­el Gu­as­pa­ri (Di­re­tor Sê­ni­or de de­sen­vol­vi­men­to do Gru­po No­bi­le) e Caio Ca­la­fat (Consultor da Caio Cal­fat Re­al Es­ta­te Con­sul­ting), fi­ze­ram par­te do con­teú­do do Fó­rum.

No pi­lar “ex­pe­ri­ên­ci­as ino­va­ção”, a 56ª edi­ção da Equi­po­tel apre­sen­tou o Ho­tel De­sign, o Bar & Res­tau­ran­te Evo­lu­ti­on, o Spa Con­cei­to, Se­lo Hos­pi­ta­li­da­de Equi­po­tel 2018, O Mo­tel De­sign e o Es­pa­ço Fit­ness by Rentv.

Ho­tel De­sign

Com cu­ra­do­ria do ar­qui­te­to Sér­gio de Oli­vei­ra, o Ho­tel De­sign foi um es­pa­ço de­di­ca­do à hos­pi­ta­li­da­de e su­as va­riá­veis, tra­zen­do uma mos­tra de lan­ça­men­tos, ten­dên­ci­as, for­ne­ce­do­res, ser­vi­ços e players do mer­ca­do. Os pro­je­tos, as­si­na­dos por gran­des no­mes da ar­qui­te­tu­ra co­mo Fer­nan­da Hoff­man, Cris­ti­a­ne Vas­so­ler, Ana Bar­ti­ra, Ri­car­do Ros­si e o pró­prio Sér­gio de Oli­vei­ra, fo­ram o Apar­ta­men­to Praia, o Bu­si­ness Cen­ter, o Ca­fé, a Suí­te Mas­ter, o Apar­ta­men­to Ur­ba­no, a Sa­la de Ba­nho e o Apar­taO

men­to Mon­ta­nha, que evi­den­ci­a­ram so­lu­ções prá­ti­cas, me­nor cus­to e me­lhor apro­vei­ta­men­to de ma­te­ri­ais. “A ar­qui­te­tu­ra ho­te­lei­ra tem o pa­pel de atrair o hós­pe­de pe­la cri­a­ti­vi­da­de, e os pe­que­nos e mé­di­os em­pre­en­di­men­tos tam­bém pre­ci­sam se pre­o­cu­par e in­ves­tir em de­sign. Mes­mo com or­ça­men­tos mais aper­ta­dos, é pos­sí­vel de­sen­vol­ver pro­je­tos de qua­li­da­de que trans­mi­tam o con­cei­to do ho­tel”, dis­se Sér­gio.

Bar & Res­tau­ran­te Evo­lu­ti­on

O Bar & Res­tau­ran­te Evo­lu­ti­on foi o no­vo mo­de­lo de ex­pe­ri­ên­cia pa­ra pro­fis­si­o­nais do se­tor de ba­res e res­tau­ran­tes, sen­do a com­pi­la­ção de qua­tro atra­ções em uma só: con­teú­do de qua­li­da­de, co­nhe­ci­men­to téc­ni­co, so­lu­ções ino­va­do­ras e opor­tu­ni­da­des de re­la­ci­o­na­men­to no mes­mo lu­gar.

Spa Con­cei­to

Re­ple­to de peças ori­gi­nais com de­sign mo­der­no e den­tro de um al­to pa­drão de er­go­no­mia da Ro­ca, o Spa Con­cei­to mos­trou aos vi­si­tan­tes co­mo apli­car fra­grân­ci­as di­fe­ren­ci­a­das pa­ra ca­da ti­po de ba­nho. O ob­je­ti­vo foi dar ao usuá­rio as me­lho­res sen­sa­ções de per­fu­me e bem-es­tar e apre­sen­tar al­gu­mas ten­dên­ci­as, pro­du­tos e ob­je­tos que re­me­tem à na­tu­re­za.

Se­lo Hos­pi­ta­li­da­de

As prin­ci­pais so­lu­ções e no­vi­da­des dos ex­po­si­to­res fi­ze­ram par­te do Se­lo Hos­pi­ta­li­da­de. Com cu­ra­do­ria da Re­vis­ta Ho­téis, mí­dia ofi­ci­al da Equi­po­tel des­te ano, a ação des­ta­cou pro­du­tos lan­ça­dos na fei­ra que tra­zi­am al­gum ti­po de ino­va­ção nos se­to­res de tec­no­lo­gia, de­sign, qua­li­da­de ou fun­ci­o­na­li­da­de. Os

pro­du­tos ga­nha­ram des­ta­que di­fe­ren­ci­a­do no even­to: era pos­sí­vel iden­ti­fi­cá-los atra­vés dos se­los nos es­tan­des e na si­na­li­za­ção das plan­tas, pa­vi­lhão e ma­pa de bol­so. Mo­tel De­sign

O Mo­tel De­sign con­tou com uma suí­te­mo­de­lo de 250m² e um es­pa­ço ex­clu­si­vo pa­ra con­teú­do. Uma fon­te de co­nhe­ci­men­to,

ten­dên­ci­as, ins­pi­ra­ção e re­la­ci­o­na­men­to pa­ra os pro­fis­si­o­nais do se­tor mo­te­lei­ro, que bus­cam atu­a­li­za­ção e qua­li­fi­ca­ção nes­te se­tor, que se­gue em mu­dan­ça. “O pú­bli­co mu­dou e os mo­téis pre­ci­sam acom­pa­nhar es­sa ten­dên­cia. As pes­so­as es­tão mais exi­gen­tes e bus­cam es­pa­ços que en­vol­vam ques­tões con­cei­tu­ais, co­mo ar­qui­te­tu­ra, de­sign e gas­tro­no­mia, não só a ero­ti­za­ção por si só”, en­fa­ti­zou Le­o­nar­do Dib, Di­re­tor da ABMo­téis – As­so­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Mo­téis.

Es­pa­ço Fit­ness by RenTV

O es­pa­ço foi de­di­ca­do aos ho­te­lei­ros de pe­que­no, mé­dio e gran­de por­te. O ob­je­ti­vo era mos­trar que exis­tem op­ções de academia que po­dem ser apli­ca­das nos es­ta­be­le­ci­men­tos de acor­do com seu ta­ma­nho e ne­ces­si­da­de. Por lá, os vi­si­tan­tes pu­de­ram não só ver, co­mo tes­tar uma academia com os me­lho­res equi­pa­men­tos de gi­nás­ti­ca do País. Além dis­so, o es­pa­ço tam­bém pro­mo­veu pa­les­tras e apre­sen­ta­ções, que fa­la­ram so­bre mon­ta­gem de academia ide­al pa­ra ho­téis, além de di­cas e opi­niões so­bre li­festy­le, ne­ces­si­da­de e vi­a­bi­li­da­de de to­do em­pre­en­di­men­to ho­te­lei­ro con­tar com uma academia, mes­mo que pe­que­na.

Pa­ra Ju­lio Con­cen­ti­no, Di­re­tor Exe­cu­ti­vo da Rentv, em­pre­sa de alu­guel de pro­du­tos ele­tro­e­le­trô­ni­cos no Bra­sil, “a li­nha fit­ness po­de pro­por­ci­o­nar ao se­tor ho­te­lei­ro equi­pa­men­tos iguais aos da academia, fa­zen­do com que o lo­cal dis­po­ni­bi­li­ze uma ex­pe­ri­ên­cia re­al ao hós­pe­de”, co­men­tou.

Nos pi­la­res “ne­gó­ci­os e re­la­ci­o­na­men­to”, a 56ª edi­ção da Equi­po­tel trou­xe o Co­nec­ta

Club by Elo, o En­con­tro de Ne­gó­ci­os, o Ame­ris by No­bi­le, o Pre­vi­ew e Brun­ch com Im­pren­sa, a Ro­da­da de Ne­gó­ci­os e o Es­tú­dio Equi­po­tel. Co­nec­ta Club by Elo

O Co­nec­ta Club é o no­vo clu­be de com­pra­do­res da Equi­po­tel, com co­ne­xões as­ser­ti­vas, di­re­tas e de lon­go pra­zo. Es­ta é a pro­pos­ta do Co­nec­ta Club, o clu­be Pre­mium de com­pra­do­res, cri­a­do pa­ra pro­por­ci­o­nar as me­lho­res opor­tu­ni­da­des de ne­gó­ci­os por meio de re­la­ci­o­na­men­to en­tre de­ci­so­res de com­pra e ex­po­si­to­res de ma­nei­ra per­so­na­li­za­da. En­con­tro de Ne­gó­ci­os O En­con­tro de Ne­gó­ci­os pro­mo­veu reu­niões in­di­vi­du­ais en­tre ex­po­si­to­res da Equi­po­tel e con­vi­da­dos em um am­bi­en­te di­fe­ren­ci­a­do, no qual pu­de­ram re­a­li­zar ne­gó­ci­os, além de tro­car in­for­ma­ções so­bre pro­du­tos, mer­ca­do e ser­vi­ços. Ame­ris by No­bi­le

Na Ro­da­da de Ne­gó­ci­os Ame­ris foi apre­sen­ta­da aos ho­te­lei­ros in­de­pen­den­tes a opor­tu­ni­da­de de tra­zer aos seus es­ta­be­le­ci­men­tos a soft brand Ame­ris by No­bi­le, jun­ta­men­te com a Ho­tel Shop, pa­ra que pos­sam ter o po­der de com­pra, ven­das, tec­no­lo­gia, fi­de­li­za­ção e uma sé­rie de fa­ci­li­da­des e van­ta­gens ex­clu­si­vas que so­men­te os as­so­ci­a­dos po­dem usu­fruir.

O con­cei­to do es­tan­de foi o de pro­por­ci­o­nar um es­pa­ço aber­to, sem pa­re­des ou di­vi­só­ri­as, mas, com li­mi­tes vir­tu­ais. Des­sa for­ma, os cli­en­tes pu­de­ram cir­cu­lar en­tre as três em­pre­sas.

O Di­re­tor de Pro­je­tos e Im­plan­ta­ções do gru­po No­bi­le, Mi­chel Ote­ro, afir­mou que o es­tan­de con­tou com uma quan­ti­da­de sa­tis­fa­tó­ria de vi­si­tas. “Mar­ca­mos nos­so ter­ri­tó­rio na Equi­po-

Se­rá o se­gun­do ano, de­pois de dez, que o CO­NO­TEL acon­te­ce­rá de for­ma iti­ne­ran­te. O congresso tem co­mo ob­je­ti­vo fo­men­tar to­da a cadeia do tu­ris­mo dos destinos se­de e es­ten­der a par­ti­ci­pa­ção no even­to ao mai­or nú­me­ro de pro­fis­si­o­nais pos­sí­vel. Pa­ra os pe­que­nos em­pre­en­de­do­res é uma óti­ma opor­tu­ni­da­de pa­ra ob­te­rem in­for­ma­ções, além de es­tar per­to das no­vi­da­des do se­tor.

Pa­ra quem bus­ca re­a­li­zar ne­gó­ci­os, am­pli­ar as pos­si­bi­li­da­des, fa­zer network e até fa­zer ami­gos, o CO­NO­TEL é o lo­cal ide­al. Pa­ra o Presidente da ABIH Na­ci­o­nal, Ma­no­el Li­nha­res, o CO­NO­TEL /Equi­po­tel Re­gi­o­nal tem a in­ten­ção não só de fa­ci­li­tar a pro­pa­ga­ção des­te sa­ber, mas de in­te­grar a cadeia do tu­ris­mo e de ou­tros se­to­res, com as ten­dên­ci­as mun­di­ais que mol­dam um no­vo per­fil de destinos e tu­ris­tas. “Após vo­ta­ção re­a­li­za­da es­te ano, fi­cou de­fi­ni­do o pri­mei­ro even­to em For­ta­le­za (CE), e em Goi­â­nia (GO) se­rá o pró­xi­mo. Acho que foi uma es­co­lha as­ser­ti­va. Os es­ta­dos têm uma es­tru­tu­ra co­e­sa no ra­mo da ho­te­la­ria e es­tão no co­ra­ção do Bra­sil, o que con­ver­ge pa­ra que o even­to con­si­ga re­ce­ber um nú­me­ro ex­pres­si­vo, co­mo foi no pri­mei­ro CO­NO­TEL. A nos­sa ex­pec­ta­ti­va é de re­ce­ber até cin­co mil pes­so­as”, dis­se o Presidente da FBHA - Fe­de­ra­ção Bra­si­lei­ra de Hos­pe­da­gem e Ali­men­ta­ção e do CNC - Conselho Em­pre­sa­ri­al de Tu­ris­mo e Hos­pi­ta­li­da­de, Ale­xan­dre Sam­paio. Até maio do ano que vem, Ma­no­el Li­nha­res per­cor­re­rá as ca­pi­tais brasileiras, bem co­mo os mu­ni­cí­pi­os de Goiás.

A In­fluên­cia do De­sign na Ex­pe­ri­ên­cia do Cli­en­te foi te­ma de pa­les­tra no úl­ti­mo dia da Equi­po­tel

Co­man­da­da por Pau­lo Man­cio, SVP de De­sign e Cons­tru­ção da Ac­corHo­tels Amé­ri­ca do Sul, a pa­les­tra “A In­fluên­cia do De­sign na Ex­pe­ri­ên­cia do Cli­en­te” acon­te­ceu no Ca­fé do Sa­ber no dia 21, úl­ti­mo dia de fei­ra. Ele apon­tou di­ver­sos as­pec­tos im­por­tan­tes que an­dam la­do a la­do com o de­sign e tor­nam as ex­pe­ri­ên­ci­as no seg­men­to ain­da mais sur­pre­en­den­tes.

En­ten­der os no­vos com­por­ta­men­tos da so­ci­e­da­de é a cha­ve prin­ci­pal pa­ra Man­cio, com is­so é pos­sí­vel tra­zer as­pec­tos que agre­guem va­lor pa­ra di­fe­ren­tes ti­pos de pú­bli­co du­ran­te a hos­pe­da­gem. Cap­tar as ino­va­ções tam­bém é fun­da­men­tal na ex­pe­ri­ên­cia, des­sa for­ma a em­pre­sa con­se­gue co­nec­tar o de­sign com o com­por­ta­men­to de ca­da es­ti­lo. “O de­sign não é po­pu­lar, ele de­ve ser po­pu­la­ri­za­do. É pre­ci­so en­ten­der o cli­en­te e sa­ber o que ele gos­ta pa­ra po­der sur­pre­en­dê-lo” afir­mou.

O se­tor de A&B tam­bém tem gran­de im­por­tân­cia nes­se que­si­to. Res­tau­ran­tes pro­por­ci­o­nam di­ver­sas ex­pe­ri­ên­ci­as, não só fa­lan­do so­bre gas­tro­no­mia, mas em co­mo tu­do es­tá si­tu­a­do no am­bi­en­te. Ca­da de­ta­lhe é res­pon­sá­vel por tra­zer uma sen­sa­ção di­fe­ren­te e fa­zer com que o cli­en­te vi­va uma ex­pe­ri­ên­cia di­fe­ren­te e im­pac­tan­te.

Por fim, Man­cio fa­lou so­bre o Ho­tel do Fu­tu­ro e apon­tou os cin­co prin­ci­pais pi­la­res que a re­de Ac­corHo­tels vem tra­ba­lhan­do: a ex­pe­ri­ên­cia, o de­sign em A&B, tec­no­lo­gia, sus­ten­ta­bi­li­da­de e en­tre­te­ni­men­to di­gi­tal. “Tra­ba­lho e disciplina são mui­to im­por­tan­tes. É pre­ci­so se ar­ris­car pa­ra cres­cer, mas sem­pre com in­te­li­gên­cia”, com­ple­tou.

Con­fi­ra a se­guir a par­ti­ci­pa­ção de al­guns ex­po­si­to­res na Equi­po­tel 2018:

Alu­mi­nas

A Alu­mi­nas tem 25 anos de ex­pe­ri­ên­cia na fa­bri­ca­ção de mó­veis e foi elei­ta co­mo me­lhor for­ne­ce­do­ra pa­ra ho­te­la­ria no Bra­sil na ca­te­go­ria “Mó­vel pa­ra a Área Ex­ter­na”, pe­la 5ª vez con­se­cu­ti­va, pe­la Re­vis­ta Ho­téis, além de ser des­ta­que por ser a pri­mei­ra e úni­ca em­pre­sa de mó­veis de alu­mí­nio no Bra­sil a ob­ter a cer­ti­fi­ca­ção ISO 9001.

Com ins­pi­ra­ção em Mi­lão, na Itá­lia, a Alu­mi­nas trou­xe à fei­ra, mó­veis di­fe­ren­ci­a­dos e com re­quin­te pa­ra se des­ta­car en­tre a mes­mi­ce que pre­do­mi­na no mer­ca­do de áre­as ex­ter­nas. Em sua 16ª par­ti­ci­pa­ção na Equi­po­tel, a em­pre­sa es­pe­ra ob­ter ain­da mais su­ces­so na con­so­li­da­ção da mar­ca.

Es­te ano, o des­ta­que do es­tan­de foi o am­bi­en­te com o so­fá em L sob um per­go­la­do, pro­du­zi­do no Bra­sil pe­la em­pre­sa. A ten­dên­cia tra­zi­da de Mi­lão é ho­je mui­to usa­da em ho­te­la­ria, e não é co­mum no País. Ou­tra no­vi­da­de foi o de­sen­vol­vi­men­to de um no­vo con­cei­to de usa­bi­li­da­de de bis­trô em ho­te­la­ria, com me­sa al­ta e ban­que­tas. Schip­per

A Schip­per, em­pre­sa de uten­sí­li­os, equi­pa­men­tos e con­sul­to­ria, apre­sen­tou em seu ca­tá­lo­go na Equi­po­tel des­te ano, um pou­co da evo­lu­ção da gas­tro­no­mia atra­vés da his­tó­ria dos uten­sí­li­os. O ca­tá­lo­go con­cei­tu­al, de­sen­vol­vi­do pe­la pró­pria Schip­per, sob a co­or­de­na­ção do Di­re­tor da em­pre­sa, Sér­gio Pi­men­ta, con­tou com mais de 700 itens, en­tre eles ta­lhe­res, por­ce­la­nas, ta­ças e apre­sen­ta­ções de Buf­fet.

O des­ta­que fi­cou por con­ta dos itens em me­la­mi­na pre­mium, que subs­ti­tui a por­ce­la­na e o vi­dro. Com tec­no­lo­gia ale­mã, a me­la­mi­na in­que­brá­vel po­de imi­tar ce­râ­mi­ca, madeira, gra­ni­to, már­mo­re, con­cre­to e co­bre, en­tre ou­tras.

Par­ti­ci­pan­do pe­la 22ª vez da Equi­po­tel, a Schip­per bus­ca ten­dên­ci­as ao re­dor do mun­do pa­ra apre­sen­tar no Bra­sil. Com mais de 200 pá­gi­nas, é pos­sí­vel co­nhe­cer, além da am­pla gama de pro­du­tos, his­tó­ri­as cu­ri­o­sas co­mo a ori­gem do uso do cas­co de tar­ta­ru­ga co­mo um dos pri­mei­ros uten­sí­li­os usa­dos pa­ra co­zi­nhar.

Co­lor­tel

A Co­lor­tel, em­pre­sa de alu­guel de apa­re­lhos ele­tro­e­le­trô­ni­cos do Bra­sil, com­ple­ta 45 anos em 2018 e, pa­ra co­me­mo­rar a da­ta, apos­tou em um no­vo lo­go, que faz re­fe­rên­cia ao sím­bo­lo do bo­tão li­gar dos apa­re­lhos ele­trô­ni­cos. O slo­gan ago­ra é “sem­pre li­ga­da no me­lhor pa­ra sua em­pre­sa”.

A com­pa­nhia de alu­guel de equi­pa­men­tos quer re­for­çar ain­da mais na com­pen­sa­do­ra re-

la­ção cus­to-be­ne­fí­cio de se alu­gar equi­pa­men­tos pa­ra os ho­téis, vis­to que a ma­nu­ten­ção e a re­no­va­ção dos apa­re­lhos ten­dem a ser ca­ras.

Os be­ne­fí­ci­os de se tra­ba­lhar com a Co­lor­tel são a dis­po­ni­bi­li­da­de 24h por dia, com as­sis­tên­cia téc­ni­ca gra­tui­ta, além de con­tar sem­pre com o que há de mais mo­der­no no mer­ca­do quan­do se tra­ta de apa­re­lhos ele­trô­ni­cos, de ar­con­di­ci­o­na­do e equi­pa­men­tos de academia.

Dor­ma­ka­ba

Com par­ti­ci­pa­ção há mais de dez anos na mai­or fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de do Bra­sil e da Amé­ri­ca La­ti­na, a Equi­po­tel, a Dor­ma­ka­ba, em­pre­sa do mer­ca­do de se­gu­ran­ça, con­tro­le de aces­so e iden­ti­fi­ca­ção, trou­xe dois lan­ça­men­tos di­re­ci­o­na­dos pa­ra a li­nha de fe­cha­du­ras ele­trô­ni­cas que, além de um de­sign mo­der­no e mi­ni­ma­lis­ta, ofe­re­cem pra­ti­ci­da­de fun­ci­o­nal e be­le­za es­té­ti­ca.

A fe­cha­du­ra ele­trô­ni­ca Sa­fi­re LX tem um sis­te­ma de aces­so por iden­ti­fi­ca­ção fei­ta por meio de ra­di­o­frequên­cia ha­bi­li­ta­da pe­la tec­no­ló­gi­ca BLE Blu­e­to­oth, que traz pa­ra o ho­te­lei­ro a pos­si­bi­li­da­de de con­tar com um pro­du­to de al­ta qua­li­da­de e tec­no­lo­gia. Já a fe­cha­du­ra Qu­an­tun Pi­xel ofe­re­ce tam­bém uma tec­no­lo­gia com sis­te­ma Blu­e­to­oth, per­mi­tin­do aces­so por dis­po­si­ti­vos mó­veis, além de um de­sign mi­ni­ma­lis­ta, uma vez que a es­tru­tu­ra me­câ­ni­ca é in­ter­na, o que ga­ran­te um efei­to mais dis­cre­to e fun­ci­o­nal pa­ra o hós­pe­de.

Hans­grohe

Especializada na li­nha de so­lu­ções pa­ra ba­nhos e equi­pa­men­tos pa­ra ba­nhei­ros, a Hans­grohe ino­vou em sua ter­cei­ra par­ti­ci­pa­ção na Equi­po­tel, mai­or fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de, que acon­te­ceu de 18 a 21 de se­tem­bro, em São Pau­lo (SP). Um dos destaques apre­sen­ta­dos foi a li­nha de tor­nei­ras No­vus, com tec­no­lo­gia de pon­ta, ide­a­li­za­da pe­la Pho­e­nix De­sign, pro­du­to com ae­ro­di­nâ­mi­ca mo­der­na e be­le­za es­té­ti­ca.

São ta­ma­nhos va­ri­a­dos e com di­fe­ren­tes mo­de­los, que aten­dem a quem bus­ca mo­der­ni­da­de e pra­ti­ci­da­de. Ou­tro lan­ça­men­to que atraiu in­te­res­se do pú­bli­co foi o Axor Shower, um chu­vei­ro que con­ta com ja­tos de in­ten­si­da­de di­fe­ren­ci­a­da, com 15 ti­pos de aca­ba­men­tos e di­fe­ren­tes co­res.

Husq­var­na

De­pois de fa­zer su­ces­so na Eu­ro­pa e nos Es­ta­dos Uni­dos, ago­ra é a vez do Bra­sil. O no­vo robô cor­ta­dor de gra­ma foi a gran­de no­vi­da­de apre­sen­ta­da pe­la Husq­var­na, de ori­gem su­e­ca, com 40 anos no País, fa­bri­can­te de equi­pa­men­tos de ma­ne­jo pa­ra áre­as ver­des, que fez sua es­treia na Equi­po­tel. O pro­du­to é apre­sen­ta­do em três versões, que va­ri­am de acor­do com o ti­po de gra­ma­do e sua ex­ten­são. O equi­pa­men­to tem au­tos­su­fi­ci­ên­cia pa­ra du­as ho­ras e re­car­re­ga au­to­ma­ti­ca­men­te, além de vir com um kit de lâ­mi­nas. A em­pre­sa ofe­re­ce su­por­te téc­ni­co pa­ra aten­di­men­to aos cli­en­tes em di­ver­sas lo­ca­li­da­des do País.

No es­tan­de da Husq­var­na, os vi­si­tan­tes tam­bém ti­ve­ram a opor­tu­ni­da­de de co­nhe­cer as no­vi­da­des da li­nha de equi­pa­men­tos de ma­ne­jo sus­ten­tá­vel pa­ra ma­nu­ten­ção e pre­ser­va­ção de áre­as ver­des. Kenby

A Kenby Ho­te­la­ria, em­pre­sa que há mais de 15 anos fa­bri­ca aces­só­ri­os es­pe­ci­a­li­za­dos pa­ra hos­pi­ta­li­da­de, apos­tou em sua li­nha iné­di­ta,

pa­ra a Equi­po­tel des­te ano, de aces­só­ri­os pa­ra ba­nhei­ros, exi­bin­do um item de lu­xo: a ban­de­ja re­trá­til pa­ra ba­nhei­ra. Com bra­ços re­trá­teis e de­sign ele­gan­te, ela é ca­paz de aco­mo­dar pro­du­tos di­ver­sos, co­mo uma ta­ça, uma mi­ni­gar­ra­fa de be­bi­da e até um li­vro.

Apos­tan­do tam­bém em tec­no­lo­gia, a mar­ca des­ta­cou o tec­no­ló­gi­co te­le­fo­ne pa­ra apar­ta­men­to Mid-Sca­le. Ne­le é pos­sí­vel pe­dir os ser­vi­ços por meio de uma úni­ca te­cla.

Zo­ox Smart Da­ta

Com o ob­je­ti­vo de re­vo­lu­ci­o­nar o check-in na ho­te­la­ria, a Zo­ox Smart Da­ta, em­pre­sa de al­ta tec­no­lo­gia e pi­o­nei­ra na apli­ca­ção de so­lu­ções in­te­gra­das de in­te­li­gên­cia ar­ti­fi­ci­al, ma­chi­ne le­ar­ning e big da­ta, anun­ci­ou ofi­ci­al­men­te na Equi­po­tel 2018 o Zo­ox Smart Pass. A no­va fer­ra­men­ta per­mi­te ao hós­pe­de re­a­li­zar o pré check-in com os be­ne­fí­ci­os da tec­no­lo­gia de re­co­nhe­ci­men­to fa­ci­al e do en­ri­que­ci­men­to de da­dos.

O Zo­ox Smart Pass é uma evo­lu­ção do an­ti­go check-in in­te­li­gen­te (Zo­ox Smart Chec­kin), que já pos­si­bi­li­ta­va fa­zer o check-in an­te­ci­pa­do, adi­an­tan­do o pro­ces­so pa­ra evi­tar as fi­las na che­ga­da a um ho­tel. Os vi­si­tan­tes que pas­sa­ram pe­lo es­tan­de da em­pre­sa pu­de­ram vi­ven­ci­ar uma ex­pe­ri­ên­cia to­tal do pro­du­to du­ran­te a jor­na­da de um hós­pe­de.

Al­ten­burg

A par­ti­ci­pa­ção des­de a pri­mei­ra edi­ção da Equi­po­tel e uma tra­di­ção de 92 anos faz da Al­ten­burg uma re­fe­rên­cia na li­nha dor­mi­tó­rio. E nes­ta edi­ção da fei­ra não fal­ta­ram tam­bém no­vi­da­des co­mo a no­va li­nha de tra­ves­sei­ros tec­no­ló­gi­cos co­mo o Star­trip, que tem pos­si­bi­li­da­de de ser ao mes­mo tem­po um tra­ves­sei­ro al­to e bai­xo, com re­gu­la­ção por meio de um zí­per.

As ou­tras no­vi­da­des são a li­nha de ca­ma com edre­dons e uma no­va li­nha de to­a­lhas com mai­or po­der de ab­sor­ção. Os tra­ves­sei­ros são dois em um e tem a van­ta­gem de ter uma ca­pa la­vá­vel, que po­de ser re­ti­ra­da.

Gir­bau

Pre­sen­te em mais de 100 paí­ses, a Gir­bau par­ti­ci­pa da Equi­po­tel des­de 1997, quan­do veio pa­ra o Bra­sil. Nes­ta edi­ção, a em­pre­sa apre­sen-

tou en­tre su­as no­vi­da­des, a Se­ca­do­ra In­de­pen­den­te ST1302. Além de re­du­zir a se­ca­gem de 40 mi­nu­tos, em mé­dia, pa­ra 18 mi­nu­tos, o cus­to de ener­gia é de até 40% em re­la­ção às tra­di­ci­o­nais, sem es­que­cer que a car­ga é por as­pi­ra­ção e a des­car­ga au­to­má­ti­ca.

Ou­tro equi­pa­men­to que cha­mou a aten­ção do pú­bli­co foi a Ca­lan­dra de La­van­de­ria 5 em 1, que tem ca­pa­ci­da­de de in­tro­du­zir, pas­sar, se­car, do­brar e em­pi­lhar. Is­so re­pre­sen­ta re­du­ção no cus­to da mão de obra e agi­li­da­de nos ser­vi­ços. O sis­te­ma po­de ser a gás, elé­tri­co ou va­por. Ain­da no es­tan­de da Gir­bau foi apre­sen­ta­do o no­vo soft­ware Sa­fi­ra, que per­mi­te o ge­ren­ci­a­men­to e acom­pa­nha­men­to dos ser­vi­ços de la­van­de­ria a dis­tân­cia com ser­vi­ços co­nec­ta­dos.

Leu­co­tron

Es­pe­ci­a­lis­ta no de­sen­vol­vi­men­to de so­lu­ções in­te­gra­das em co­mu­ni­ca­ção e telefonia, a Leu­co­tron par­ti­ci­pou da 56º edi­ção da fei­ra Equi­po­tel, e apre­sen­tou no­vos pro­du­tos e ser­vi­ços vol­ta­dos ao seg­men­to. En­tre os destaques es­tão o Leu­co­bot, chat pa­ra ho­téis e o Cloudpho­ne, co­mu­ni­ca­ção atra­vés do sis­te­ma QRCODE.

Com o ob­je­ti­vo de ofe­re­cer in­te­ra­ção e fa­ci­li­da­de na co­mu­ni­ca­ção dos cli­en­tes, os dois po­dem ser usa­dos do ce­lu­lar pa­ra aten­der as ne­ces­si­da­des dos hós­pe­des, que tem a co­mo­di­da­de de se co­mu­ni­ca­rem com o ho­tel de on­de es­ti­ve­rem. É pos­sí­vel fa­zer so­li­ci­ta­ções de pe­di­dos ao res­tau­ran­te, re­ce­ber di­ver­sas in­for­ma­ções so­bre os ser­vi­ços, op­ções de la­zer, en­tre ou­tros. No Leu­co­bot, o cli­en­te con-

ver­sa com o ho­tel por meio de men­sa­gem, já no cloudpho­ne atra­vés de li­ga­ção.

Es­te ano, a Leu­co­tron tam­bém apre­sen­tou al­gu­mas já con­sa­gra­das so­lu­ções pa­ra o se­tor, co­mo: a cen­tral te­lefô­ni­ca Flux IP e o sis­te­ma To.Do Ho­tel. Pa­ra aten­der as no­vas de­man­das da era di­gi­tal a em­pre­sa acre­di­ta que ino­va­ções co­mo as apre­sen­ta­das na fei­ra são op­ções ade­qua­das pa­ra cap­tar ca­da vez mais cli­en­tes e re­for­çar o com­pro­mis­so de ofe­re­cer ser­vi­ços re­le­van­tes pa­ra o mer­ca­do.

Lu­fa­mar

Tra­di­ci­o­nal fa­bri­can­te de to­a­lhas pro­fis­si­o­nais, a Lu­fa­mar vem se des­ta­can­do há pe­lo menos 20 anos no seg­men­to e, apre­sen­tou es­te ano na Equi­po­tel 2018, to­a­lhas de praia/ pis­ci­na co­lo­ri­das e fa­bri­ca­das em fio re­tor­ci­do, além do pi­so an­ti­der­ra­pan­te.

As to­a­lhas são ela­bo­ra­das com 90% de fi­os de al­go­dão re­tor­ci­dos e, sua ba­se com 10% de fi­os de po­liés­ter, con­fe­re re­sis­tên­cia à la­va­gem in­dus­tri­al e ao uso con­tí­nuo. To­das as co­res apli­ca­das ofe­re­cem so­li­dez à la­va­gem in­dus­tri­al. A Lu­fa­mar es­tá pre­sen­te em ho­téis, mo­téis e hos­pi­tais de to­do o Bra­sil, nas mais di­ver­sas ca­te­go­ri­as.

Mas­ter­li­ne

A Mas­ter­li­ne apre­sen­tou na Equi­po­tel 2018, a mai­or fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de do Bra­sil e da Amé­ri­ca La­ti­na, re­a­li­za­da no São Pau­lo Ex­po en­tre os di­as 18 e 21 de se­tem­bro, to­do mo­bi­liá­rio pa­ra even­tos, co­mo ca­dei­ras, me­sas e aces­só­ri­os pa­ra sa­lões, apos­tan­do em no­vas ten­dên­ci­as pa­ra co­res de sa­lões de con­ven­ções.

Mult-Grill Ex­press

Des­de sua fun­da­ção, há 16 anos, a MultG­rill Ex­press do Bra­sil par­ti­ci­pa da Equi­po­tel. Apre­sen­tan­do equi­pa­men­tos do seg­men­to de grills, cha­pas e gre­lhas, a em­pre­sa, se­di­a­da em Lon­dri­na (PR), trou­xe du­as no­vi­da­des: a Li­nha Glass de vi­tro­ce­râ­mi­cos que, ape­sar de ser pro­du­zi­do no Bra­sil, usa tec­no­lo­gia ale­mã, e é re­sis­ten­te a cho­ques tér­mi­cos e im­pac­tos.

Já o Char­broi­ler é um equi­pa­men­to mul­ti­fun­ci­o­nal que gre­lha, as­sa e de­fu­ma. Em sua pro­du­ção são usa­dos com­po­nen­tes ita­li­a­nos e, as pe­dras vul­câ­ni­cas, im­por­ta­das da Turquia, são res­pon­sá­veis por man­ter a tem­pe­ra­tu­ra da gre­lha.

Com ex­clu­si­vi­da­de pa­ra a Re­vis­ta Ho­téis, a MultG­rill di­vul­gou que es­tá em fa­se fi­nal de pro­du­ção de um no­vo equi­pa­men­to, um grill com aque­ci­men­to por sis­te­ma de in­du­ção que se­rá no ano que vem.

Of­fi­ce Col­lec­ti­on Mo­da Pro­fis­si­o­nal

A Of­fi­ce Col­lec­ti­on Mo­da Pro­fis­si­o­nal mos­trou na Equi­po­tel des­te ano seus uni­for­mes pro­fis­si­o­nais a pron­ta-en­tre­ga pa­ra pou­sa­das e pe­que­nos ho­téis, que po­dem já le­var con­si­go as peças es­co­lhi­das, in­de­pen­den­te da quan­ti­da­de. A mar­ca tem show ro­om em São Pau­lo (SP), no bair­ro dos Jar­dins, e pas­sa a ofe­re­cer es­sa co­mo­di­da­de aos cli­en­tes.

Ou­tra no­vi­da­de é a co­le­ção es­pe­cí­fi­ca pa­ra as

re­giões nor­te e nor­des­te, fo­ca­da em re­sorts e ho­téis de lu­xo, com tec­no­lo­gia de te­ci­do que per­mi­te mai­or res­pi­ra­ção da pe­le. A al­fai­a­ta­ria com es­tam­pas, por exem­plo, e a jun­ção do je­ans e do cou­ro em peças tam­bém faz par­te das no­vi­da­des.

A Of­fi­ce Col­lec­ti­on tem se­de em Por­to Ale­gre (RS) e con­ta com es­cri­tó­rio tam­bém na ci­da­de de São Pau­lo. A mar­ca ini­ci­ou su­as ati­vi­da­des em 1997, pro­du­zin­do mo­da de al­fai­a­ta­ria fe­mi­ni­na pa­ra mul­ti­mar­cas e, em 1987, nas­ceu seu braço de ves­tuá­rio em­pre­sa­ri­al, a Of­fi­ce Col­lec­ti­on Mo­da Pro­fis­si­o­nal. O tra­ba­lho de de­sen­vol­vi­men­to de uni­for­mes pa­ra as re­des ho­te­lei­ras brasileiras co­me­çou em 1989, ini­ci­an­do pe­los mer­ca­dos de São Pau­lo e Rio de Ja­nei­ro.

Sa­ga Sys­tems

Mais uma vez a Sa­ga Sys­tems mar­cou pre­sen­ça na fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de, com pro­du­tos que vi­sam ca­da vez mais a se­gu­ran­ça dos hós­pe­des, bem co­mo do ho­te­lei­ro. A tec­no­lo­gia de fe­cha­du­ras por apro­xi­ma­ção foi o gran­de des­ta­que. E a Di­re­to­ra Ad­mi­nis­tra­ti­va, Priscilla Bas­tos, trou­xe à to­na o fa­to de que os ho­téis vêm ade­rin­do ca­da vez mais às pul­sei­ras com chips, usa­das pa­ra abrir es­se ti­po de fe­cha­du­ra, pa­ra seus fun­ci­o­ná­ri­os. Des­sa for­ma, eles con­se­guem tran­si­tar com con­for­to e se­gu­ran­ça nos di­fe­ren­tes am­bi­en­tes do ho­tel.

E se en­tre os ho­te­lei­ros es­se ar­ti­fí­cio tec­no­ló­gi­co já aju­da a fa­ci­li­tar o dia a dia da ope­ra­ção, pa­ra os vi­a­jan­tes adep­tos a re­sorts, o uso das pul­sei­ras se trans­for­mou em há­bi­to pa­ra al­gu­mas mar­cas des­ses ho­téis de lu­xo. O hós­pe­de não pre­ci­sa mais se pre­o­cu­par em an­dar com o car­tão e is­so fa­ci­li­ta até na ho­ra de di­fe­ren­ci­ar as op­ções de all in­clu­si­ve ou meia pen­são, por exem­plo.

Pa­ra os ho­téis que de­se­jam mo­der­ni­zar as fe­cha­du­ras de seus quar­tos e am­bi­en­tes co­muns pa­ra hós­pe­des e fun­ci­o­ná­ri­os, a Di­re­to­ra ex­pli­ca que o mo­de­lo Es­ti­lo é o mais ade­qua­do, pois con­se­gue es­con­der com fa­ci­li­da­de os fu­ros e mar­cas da fe­cha­du­ra an­te­ri­or. Sua tec­no­lo­gia de apro­xi­ma­ção per­mi­te o uso de chips em pul­sei­ras, car­tões e até cha­vei­ros.

Ser­ta Col­chões

Se a Ser­ta e Well B são mar­cas de re­fe­rên­cia no se­tor ho­te­lei­ro e sinô­ni­mo de con­for­to e bem-es­tar, a em­pre­sa, ain­da as­sim, con­ti­nua a in­ves­tir em li­nhas no­vas de pro­du­tos.

Nes­ta Equi­po­tel, a Ser­ta deu ên­fa­se à Li­nha B de col­chões, que con­ta com um mo­le­jo di­fe­ren­ci­a­do e fio con­tí­nuo, ga­ran­tin­do mai­or du­ra­bi­li­da­de e con­for­to ao usuá­rio. A mar­ca realizou inú­me­ros tes­tes em la­bo­ra­tó­ri­os, re­sul­tan­do em um pa­drão de qua­li­da­de e al­ta tec­no­lo­gia.

TEKA

Em 56 edi­ções de Equi­po­tel, ape­nas em um ano a Teka não par­ti­ci­pou da fei­ra. E, nes­te

ano, a em­pre­sa trou­xe cin­co no­vos pro­du­tos da li­nha Con­fort Dry, que ga­ran­tem mai­or im­per­me­a­bi­li­za­ção e pro­te­ção aos tra­ves­sei­ros e col­chões, além da no­va li­nha de to­a­lhas Mi­lão, mais fel­pu­das.

No es­tan­de da Teka os vi­si­tan­tes tam­bém pu­de­ram co­nhe­cer a no­va li­nha da co­le­ção Alu­re de al­mo­fa­das de­co­ra­ti­vas, a li­nha de col­chas Boulevard, que ga­ran­te qua­li­da­de e pre­ços mais com­pe­ti­ti­vos, além do es­tam­pa­do Ma­dri Print, pa­ra de­co­ra­ção de am­bi­en­tes.

Cas­tor

O no­me já é uma re­fe­rên­cia no mer­ca­do de col­chões e, des­ta vez, a Cas­tor trou­xe pa­ra seu es­tan­de da Equi­po­tel 2018 a no­va li­nha de col­chões Cas­tor com tra­ta­men­to Skin, que ga­ran­te um ver­da­dei­ro “spa” no quar­to. O col­chão é en­ri­je­ci­do com pro­bió­ti­cos que têm efei­to po­si­ti­vo pa­ra o cor­po no pro­ces­so de re­ju­ve­nes­ci­men­to, pe­lo fa­to de con­tar com pro­du­tos an­ti­o­xi­dan­tes que aju­dam na pro­te­ção e re­pa­ra­ção da pe­le.

As mo­las do col­chão são fa­bri­ca­das com o mo­de­lo Te­ch­no­logy Sys­tem, com al­to te­or

de tem­pe­ras ele­tro­ni­ca­men­te con­tro­la­das por sis­te­mas de tec­no­lo­gia suí­ça, tor­nan­do o mo­le­jo mais fir­me e re­sis­ten­te. Um re­sul­ta­do que ga­ran­tiu aos mo­de­los da no­va li­nha dois Se­los de Hos­pi­ta­li­da­de Equi­po­tel 2018.

Ga­zin

Mais do que nun­ca, a Ga­zin jus­ti­fi­cou o slo­gan cri­a­do pe­la em­pre­sa: “aqui vo­cê re­car­re­ga su­as ener­gi­as”. A pro­pos­ta não é ape­nas ofe­re­cer con­for­to na no­va li­nha de col­chões, co­mo tam­bém ter a pos­si­bi­li­da­de de plu­gar seu car­re­ga­dor de ce­lu­lar no pró­prio col­chão.

Além do es­tan­de na Equi­po­tel 2018, ain­da cri­ou dois es­pa­ços ex­clu­si­vos no Ho­tel De­sign, di­re­ci­o­na­dos a ofe­re­cer aos vi­si­tan­tes ex­pe­ri­ên­ci­as úni­cas. Já no loun­ge Ga­zin, o cli­en­te pô­de re­a­li­zar a ex­pe­ri­ên­cia stop char­ge, com dois es­pa­ços, on­de foi pos­sí­vel co­nec­tar seu ca­bo usb na ba­se do col­chão e des­fru­tar de mo­men­tos de re­la­xa­men­to com di­rei­to à más­ca­ra pa­ra a vi­são.

Ha­rus

As­sim co­mo no ano pas­sa­do, a Ha­rus So­lu­ções em Hos­pi­ta­li­da­de apre­sen­tou lan­ça­men­tos em um dos mai­o­res es­tan­des da Equi­po­tel. A li­nha 4 All, to­da em brail­le, foi o gran­de lan­ça­men­to da mar­ca. O Bo­ti­cá­rio é o no­vo par­cei­ro da Ha­rus e, jun­tos, lan­ça­ram a li­nha Cui­de-se Bem – Cas­ta­nhi­ta e a Na­ti­va Spa – Ver­be­na.

Além de uma va­ri­e­da­de de ame­ni­ti­es es­pe­ci­ais, pre­sen­tes na mai­o­ria dos ho­téis bra­si­lei­ros, es­ta­vam tam­bém ex­pos­tos pro­du­tos de ca­ma e ba­nho, ali­men­tos e ele­trô­ni­cos. Ou­tra no­vi­da­de foi o es­pa­ço ex­clu­si­vo re­ser­va­do pa­ra aten­di­men­to aos es­tu­dan­tes. A em­pre­sa pre­pa­rou o Ma­nu­al do Es­tu­dan­te de Ho­te­la­ria, co­mo for­ma de in­cen­ti­var e apro­xi­mar-se da­que­les que se­rão o fu­tu­ro do ra­mo ho­te­lei­ro. No ma­nu­al, in­for­ma­ções so­bre a em­pre­sa, co­nhe­ci­men­tos téc­ni­cos, al­guns dos pro­du­tos e a es­tru­tu­ra comercial.

A Ha­rus ain­da apre­sen­tou os ca­bos USB, o car­re­ga­dor de ce­lu­lar da Se­ven Box, além dos os sa­pa­tos de se­gu­ran­ça da Mar­lu­vas, ofe­re­cen­do con­for­to, ade­rên­cia, se­gu­ran­ça e lim­pe­za pa­ra ca­ma­rei­ras.

Pre­o­cu­pa­da com a pre­ser­va­ção e a con­ser­va­ção da na­tu­re­za, a Ha­rus con­ta com um cen­tro de de­sen­vol­vi­men­to e qua­li­da­de que bus­ca cons­tan­te­men­te no­vi­da­des e so­lu­ções

pa­ra es­tar sem­pre à fren­te no mer­ca­do. Há 23 anos em atu­a­ção, tem co­mo pre­mis­sa o in­ves­ti­men­to em in­fra­es­tru­tu­ra, tec­no­lo­gia cos­mé­ti­ca de al­to de­sem­pe­nho, lo­gís­ti­ca e pes­so­as, re­sul­tan­do em be­ne­fí­ci­os ex­clu­si­vos pa­ra to­dos os cli­en­tes.

Aços Ma­com

A Aços Ma­com apre­sen­tou su­as má­qui­nas de ge­lo mo­der­nas com fun­ções pa­ra oti­mi­zar a ex­pe­ri­ên­cia dos hós­pe­des. A má­qui­na, da sé­rie IM Cu­ber, faz o cu­bo ex­tra­gran­de [58mmx48mmx48mm], ide­al pra uís­ques. O ge­lo, por ser mai­or, de­mo­ra mais pa­ra der­re­ter. Ou­tro mo­de­lo mais com­pac­to, da sé­rie Cu­be­let, cria cu­bos de ge­lo me­no­res e po­de ser co­lo­ca­da até mes­mo so­bre uma ban­ca­da.

Há, ain­da, a má­qui­na que pro­duz ge­los es­fé­ri­cos, que, por man­te­rem menos con­ta­to com o lí­qui­do do co­po, tor­nam a ex­pe­ri­ên­cia de be­ber mais pra­ze­ro­sa. Além de de­mo­rar mais pa­ra der­re­ter, eles não di­lu­em tan­to a be­bi­da. En­tre os destaques, es­te­ve tam­bém a ge­la­dei­ra

pa­ra ca­ne­cas de chopp, que com­por­ta até 100 de­las e as ge­la em uma tem­pe­ra­tu­ra de -30º C.

Ou­tra no­vi­da­de da Aços Ma­com na Equi­po­tel 2018 foi o for­no de piz­za com du­as por­tas, que fa­ci­li­ta a pre­pa­ra­ção de piz­zas de di­fe­ren­tes sa­bo­res ao mes­mo tem­po. Na ba­se in­ter­na há uma pe­dra de quart­zo, que faz com que a tem­pe­ra­tu­ra se­ja uni­for­me. Pre­sen­te em to­do o Bra­sil, a Aços Ma­com já con­ta com mais de 400 mil pro­du­tos fa­bri­ca­dos, com mais de oi­to mil cli­en­tes.

Newho­tel Check-in

A jun­ção da Check-In com a Newho­tel se deu jus­ta­men­te pa­ra dis­po­ni­bi­li­zar o que há de mais an­te­na­do com o mer­ca­do: softwa­res de pon­ta, com in­te­gra­ção in­te­li­gen­te o su­fi­ci­en­te pa­ra aten­der des­de os pe­que­nos ho­téis com pouquís­si­mos quar­tos, até os re­sorts lu­xu­o­sos, com mi­lha­res de­les.

A Check-in es­tá há 22 anos no mer­ca­do bra­si­lei­ro e a Newho­tel atua há 34 anos em di­fe­ren­tes paí­ses do mun­do e, ofi­ci­al­men­te, há dois anos no Bra­sil.

Um dos gran­des be­ne­fí­ci­os da jun­ção das for­ças da Check-in com a Newho­tel é o fa­to de que a pri­mei­ra não aten­dia re­sorts e, ho­je, além de ter es­sa abran­gên­cia, po­de ali­ar su­as so­lu­ções tra­di­ci­o­nais já bas­tan­te uti­li­za­das no mer­ca­do ho­te­lei­ro. As so­lu­ções da Newho­tel Check-in são de fá­cil im­plan­ta­ção e, até 2019, a em­pre­sa pre­ten­de ter 350 no­vos cli­en­tes na car­tei­ra.

Pi­lot Pen do Bra­sil

Com mais de 60 anos de­di­ca­dos ao mer­ca­do bra­si­lei­ro, a Pi­lot Pen do Bra­sil, em­pre­sa que pro­duz ca­ne­tas, par­ti­ci­pou pe­la pri­mei­ra vez da Equi­po­tel e trou­xe di­ver­sos mo­de­los de seus pro­du­tos. Des­de 2017, a com­pa­nhia con­ta com um se­tor ex­clu­si­vo di­re­ci­o­na­do a es­se mer­ca­do de itens per­so­na­li­za­dos, o que cha­ma a aten­ção de mui­tos em­pre­en­di­men­tos.

A mar­ca pos­sui ca­ne­tas es­fe­ro­grá­fi­cas nas co­res pa­drão (azul, pre­to e ver­me­lho), co­res des­po­ja­das, co­res ne­on, mar­ca tex­to de di­ver­sos es­ti­los e la­pi­sei­ras. Além dis­so, a Pi­lot tam­bém con­ta com a Li­nha Eco, pro­du­tos eco­lo­gi­ca­men­te cor­re­tos, de­sen­vol­vi­dos com ma­te­ri­al re­ci­cla­do. As­sim, em­pre­sas e mar­cas com o pro­pó­si­to vol­ta­do à res­pon­sa­bi­li­da­de am­bi­en­tal po­dem usu­fruí-los.

Re­al­gem’s

A Re­al­gem’s, em­pre­sa do se­tor de ame­ni­ti­es, trou­xe à fei­ra os pro­du­tos da par­ce­ria com a Na­tu­ra que, es­te ano, re­ce­beu o se­lo UEBT pe­lo abas­te­ci­men­to éti­co de in­gre­di­en­tes da bi­o­di­ver­si­da­de, com uma pro­pos­ta que alia qua­li­da­de e cus­to be­ne­fí­cio.

En­tre elas, a Na­tu­ra Ekos, que une pro­du­tos al­ta­men­te ve­ge­ta­li­za­dos e com be­ne­fí­ci­os com­pro­va­dos, de­sen­vol­vi­dos a par­tir de ati­vos da bi­o­di­ver­si­da­de do Bra­sil. O port­fó­lio con­ta com os pro­du­tos de Cas­ta­nha, que car­re­gam os be­ne­fí­ci­os de seu óleo em itens co­mo sa­bo­ne­te em bar­ra, sa­bo­ne­te lí­qui­do e hi­dra­tan­te cor­po­ral, es­ti­mu­lan­do a pro­du­ção de pro­teí-

nas es­tru­tu­ran­tes até mes­mo nas ca­ma­das mais pro­fun­das da pe­le. Pa­ra os ca­be­los, o sham­poo e con­di­ci­o­na­dor de Mu­ru­mu­ru, com al­ta afi­ni­da­de com a fi­bra ca­pi­lar, re­cu­pe­ran­do sua elas­ti­ci­da­de na­tu­ral.

Ain­da, o sham­poo e o con­di­ci­o­na­dor de Plant Nu­tri­ção e Bri­lho, fei­tos com um com­ple­xo de óle­os nu­tri­ti­vos de noz pe­cã, ma­ca­dâ­mia e ger­ge­lim, que pro­por­ci­o­nam nu­tri­ção, res­tau­ra­ção pro­fun­da e bri­lho aos fi­os, sem pe­sar. Com­ple­men­tan­do o port­fó­lio, es­ta li­nha in­clui os pro­du­tos de To­do­dia Al­go­dão: o sa­bo­ne­te em bar­ra e o de­so­do­ran­te hi­dra­tan­te cor­po­ral, que atu­am na pe­le dei­xan­do-a mais pro­te­gi­da e nu­tri­da por mais tem­po.

TOTVS

A em­pre­sa de so­lu­ções tec­no­ló­gi­cas, há três anos, in­gres­sou no se­tor ho­te­lei­ro. Des­de en­tão, uti­li­za a Equi­po­tel co­mo vi­tri­ne pa­ra seus lan­ça­men­tos. Tra­zen­do so­lu­ções de ne­gó­ci­os pa­ra as em­pre­sas, a TOTVS, que es­tá pre­sen­te em 41 paí­ses, além de softwa­res, ofe­re­ce pla­ta­for­mas de pro­du­ti­vi­da­de e co­la­bo­ra­ção, hardwa­res e con­sul­to­ria.

A TOTVS lan­çou es­se ano o seu no­vo PMS Pro­perty Ma­na­ge­ment Sys­tem, um pro­gra­ma de

ges­tão de pro­pri­e­da­de na ho­te­la­ria. Es­sa no­va fer­ra­men­ta foi de­sen­vol­vi­da pa­ra ser es­tru­tu­ra­da em nu­vem, sem que se­ja pre­ci­so ser­vi­dor ou gas­tos com in­fra­es­tru­tu­ra. Com uma boa co­ne­xão de in­ter­net se­rá pos­sí­vel ex­trair o me­lhor do dis­po­si­ti­vo. Com me­lhor usa­bi­li­da­de e fun­ci­o­na­li­da­des, o ho­tel que dis­por do sis­te­ma po­de­rá, en­tre ou­tras coi­sas, fa­zer a ges­tão ta­ri­fá­ria e usar a ba­se de in­for­ma­ções pa­ra per­so­na­li­zar o aten­di­men­to ao cli­en­te.

Ou­tra no­vi­da­de é o PDV Mo­bi­le, se­me­lhan­te a uma má­qui­na de pas­sar car­tões, mas que, além de ti­rar os pe­di­dos, per­mi­te re­ce­ber o pa­ga­men­to e emi­tir a no­ta fis­cal.

Ame­ri­can­flex

A em­pre­sa de col­chões, aces­só­ri­os pa­ra o so­no e en­xo­vais, Ame­ri­can­flex, es­te­ve na Equi­po­tel pe­la 8ª vez. Há 60 anos no mer­ca­do, a in­dús­tria, que pro­duz e mon­ta seus col­chões, re­pa­gi­nou os pro­du­tos re­cen­te­men­te com o ob­je­ti­vo de pro­por­ci­o­nar qua­li­da­de e con­for­to aos seus cli­en­tes.

Os pro­du­tos re­pa­gi­na­dos ago­ra con­tam com uma no­va qua­li­da­de de te­ci­dos mais re­sis­ten­tes ao ca­lor e ao des­gas­te dos col­chões, o que acon­te­ce bas­tan­te em ho­téis, prin­ci­pal­men­te na su­per­fí­cie do te­ci­do.

APP Sis­te­mas

O no­vo pro­du­to ofe­re­ci­do ao mer­ca­do pe­la em­pre­sa é o HITS, que traz ao se­tor ho­te­lei­ro uma so­lu­ção to­tal­men­te na nu­vem, com uso que re­for­ça a mo­bi­li­da­de. Os ho­téis não pre­ci­sam ins­ta­lar na­da nos ser­vi­do­res, tu­do é fei­to por meio de um aces­so pe­lo pró­prio na­ve­ga­dor.

Pa­ra o HITS foi de­sen­vol­vi­da uma tec­no­lo­gia no­va que re­sul­ta nes­sa usa­bi­li­da­de oti­mi­za­da. A fer­ra­men­ta, além de ges­tão, per­mi­te uma análise es­tra­té­gi­ca, au­xi­li­an­do na ope­ra­ção do ho­tel co­mo um to­do e in­te­gra­ção com ou­tras so­lu­ções que são es­sen­ci­ais pa­ra o em­pre­en­di­men­to, co­mo mo­tor de re­ser­vas e CRM.

As­sa Abloy

A As­sa Abloy des­ta­cou na Equi­po­tel des­te ano su­as fe­cha­du­ras on­li­ne, que mo­ni­to­ram seu uso em tem­po re­al, além de me­lho­rar a ges­tão das nor­mas pre­ven­ti­vas. Por meio de­la, to­da a mo­vi­men­ta­ção dos quar­tos, bem co­mo

o con­tro­le da lim­pe­za e da ma­nu­ten­ção, po­de ser con­tro­la­da re­mo­ta­men­te. A ca­ma­rei­ra po­de avi­sar usan­do seu car­tão e a pró­pria fe­cha­du­ra ca­so en­con­tre al­gu­ma lâm­pa­da quei­ma­da, por exem­plo. O mo­ni­to­ra­men­to fa­ci­li­ta não só na es­ta­dia do hós­pe­de, co­mo tam­bém no con­tro­le por par­te do ho­tel de quem en­tra e quem sai dos quar­tos. Ou­tro des­ta­que da em­pre­sa pa­ra a fei­ra fo­ram as fe­cha­du­ras com aber­tu­ra atra­vés do ce­lu­lar, o que ga­ran­te mai­or co­mo­di­da­de e mo­bi­li­da­de aos hós­pe­des.

Do­ka

A prin­ci­pal mis­são da Do­ka é fa­zer com que as pes­so­as se re­co­nec­tem com sua ver­da­dei­ra es­sên­cia du­ran­te o ri­tu­al do ba­nho. Es­se com­pro­mis­so acon­te­ce atra­vés do de­sign, ino­va­ção, er­go­no­mia e con­for­to. O in­te­res­se prin­ci­pal da em­pre­sa é em pou­sa­das e ho­téis bou­ti­que, tra­ba­lhan­do com um ni­cho bem seg­men­ta­do.

A Do­ka des­ta­cou na Equi­po­tel 2018 os Ra­los Do­ka Co­res com vál­vu­las au­to­má­ti­cas e a Ba­nhei­ra Air Mas­sa­ge Ge­ne­ve, que ga­nha­ram o Se­lo Hos­pi­ta­li­da­de. Os Ra­los Do­ka são pro­du­zi­dos em aço inox 304 que não oxi­dam e pos­su­em um ex­clu­si­vo sis­te­ma de aber­tu­ra ao con­ta­to com a água. Es­se sis­te­ma é aci­o­na­do pe­la sim­ples ação da gra­vi­da­de, que im­pe­de a pas­sa­gem de in­se­tos e mau odo­res.

Já a ba­nhei­ra, por seu ta­ma­nho com­pac­to, é ide­al pa­ra re­la­xa­men­to mes­mo em pe­que­nos es­pa­ços. Pos­sui ino­va­do­ra tec­no­lo­gia Air Mas­sa­ge, que atra­vés de ja­to de ar es­ti­mu­la a cir­cu­la­ção san­guí­nea do cor­po e pro­por­ci­o­na mai­or re­la­xa­men­to. Fa­bri­ca­da em acrí­li­co sem emen­das e no mo­de­lo fre­es­tan­ding, não ne­ces­si­ta de al­ve­na­ria pa­ra ser ins­ta­la­da. Hi­gi­ê­ni­ca, não pos­sui tu­bu­la­ção in­ter­na pa­ra pas­sa­gem de água e não acu­mu­la re­sí­du­os. Mais si­len­ci­o­sa e com con­tro­le tou­ch pa­ra ati­va­ção de to­dos os sis­te­mas tem cer­ti­fi­ca­ção do IN­ME­TRO.

Mult­form

Uma li­nha ino­va­do­ra de ca­dei­ras de alu­mí­nio foi a no­vi­da­de da em­pre­sa Mult­form MTF Chairs na Equi­po­tel 2018. An­tes o ma­te­ri­al só era en­con­tra­do nos Es­ta­dos Uni­dos e a mar­ca es­tá sen­do a pi­o­nei­ra em tra­zer pa­ra o Bra­sil. A du­ra­bi­li­da­de e fun­ci­o­na­li­da­de dos seus mó­veis, ali­a­dos a uma com­ple­ta

li­nha de pro­du­tos e ser­vi­ços, faz da Mult­form re­fe­rên­cia pa­ra mi­lha­res de cli­en­tes no Bra­sil e de­mais paí­ses da Amé­ri­ca do Sul. As ca­dei­ras em­pi­lhá­veis e me­sas com pés do­brá­veis são a mar­ca re­gis­tra­da des­de 1977.

A Mult­form ofe­re­ce so­lu­ções prá­ti­cas que ali­nham be­le­za e oti­mi­za­ção de es­pa­ço pa­ra am­bi­en­tes de ho­téis, pou­sa­das, res­tau­ran­tes, fast fo­ods, pra­ças de ali­men­ta­ção, re­fei­tó­ri­os e qual­quer em­pre­en­di­men­to ou even­to que ne­ces­si­te de fun­ci­o­na­li­da­de. Além dis­so, há di­ver­sos mo­de­los e pa­dro­na­gens, com en­tre­ga rá­pi­da sem li­mi­te de quan­ti­da­de pa­ra en­co­men­das.

No­bi­le Ho­téis

A No­bi­le Ho­téis es­te­ve pre­sen­te pe­la 1ª vez na Equi­po­tel jun­ta­men­te com a em­pre­sa Ame­ris by No­bi­le, soft brand da No­bi­le Ho­téis e com a Ho­tel Shop, que bus­cou di­vul­gar sua pla­ta­for­ma de com­pras com pro­du­tos ho­te­lei­ros, co­mo por exem­plo: ope­ra­ções, go­ver­nan­ça, Ali­men­tos e Be­bi­das, ma­nu­ten­ção, en­tre ou­tros. Eles pu­de­ram aten­der ho­te­lei­ros in­de­pen­den­tes e di­ver­sos ou­tros vi­si­tan­tes no es­tan­de vol­ta­do pa­ra a sus­ten­ta­bi­li­da­de.

O con­cei­to do es­tan­de foi pro­por­ci­o­nar um es­pa­ço aber­to, sem pa­re­des e di­vi­só­ri­as, mas com li­mi­tes vir­tu­ais, des­sa for­ma, os cli­en­tes pu­de­ram cir­cu­lar en­tre as três em­pre­sas, que fo­ram di­vi­di­das em três par­tes. Além dis­so, ao cen­tro foi cri­a­do um bar co­mo um ele­men­to in­te­gra­dor dos es­pa­ços.

Fo­ram des­ta­ca­dos dois apar­ta­men­tos mo­de­los das ban­dei­ras No­bi­le Inn e da Ban­dei­ra No­bi­le Ho­tel & Suí­tes um am­bi­en­te vir­tu­al, que pu­de­ram ser vis­tos com ócu­los es­pe­ci­ais de 3D ou Vir­tu­al Re­a­lity. O pro­je­to é do es­cri­tó­rio de ar­qui­te­tu­ra de Pau­lo Lú­cio de Bri­to Ar­qui­te­tu­ra de Ho­téis.

Or­bi­ta

A Or­bi­ta Bra­sil, em­pre­sa de fe­cha­du­ras ele­trô­ni­cas, le­vou uma no­vi­da­de que se tor­nou des­ta­que da mar­ca no even­to, uma fe­cha­du­ra com­ple­ta­men­te se­la­da e à pro­va d’água. Ela evi­ta qual­quer ti­po de da­ni­fi­ca­ção ou cor­ro­são e é pos­sí­vel ali­ar ao apli­ca­ti­vo do ho­tel pa­ra fun­ci­o­nar com a tec­no­lo­gia de Blu­e­to­oth dos ce­lu­la­res que sin­cro­ni­zam com a fe­cha­du­ra.

Rod­dex

A Rod­dex Bra­sil é especializada na fa­bri­ca­ção de peças e aces­só­ri­os pa­ra tor­nei­ras, re­gis­tros, me­tais sa­ni­tá­ri­os, uten­sí­li­os de­co­ra­ti­vos pa­ra

ba­nhei­ros e fer­ra­gens. A em­pre­sa fun­da­da em 2004, pos­sui mais de 1,2 mil itens em ca­tá­lo­go de­sen­vol­vi­dos es­pe­ci­al­men­te pa­ra ho­téis, e pa­ra a Equi­po­tel des­ta­ca­ram seus pro­du­tos pa­ra Pes­so­as com Ne­ces­si­da­des Es­pe­ci­ais – PNE.

Após a Lei Bra­si­lei­ra de In­clu­são da Pes­soa com De­fi­ci­ên­cia - LBI ter si­do re­gu­la­men­ta­da em mar­ço des­te ano, a Rod­dex re­sol­veu tra­zer co­mo fo­co prin­ci­pal à Equi­po­tel seus po­du­tos vol­ta­dos a es­sa li­nha. Além dis­so, di­ver­sos pro­du­tos hi­dráu­li­cos tam­bém es­ti­ve­ram ex­pos­tos no es­tan­de da em­pre­sa.

Soft Works

A no­vi­da­de que a Soft Works trou­xe em sua pri­mei­ra par­ti­ci­pa­ção na fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de foi o pri­mei­ro cal­ça­do em EVA com bi­quei­ra fa­bri­ca­do no Bra­sil. A li­nha é unis­sex e foi cri­a­da pa­ra proteger con­tra que­da de ob­je­tos.

To­da a li­nha da Soft Works é con­fec­ci­o­na­da em EVA (su­per le­ve), pos­sui bac­te­ri­ci­da (na­no­tec­no­lo­gia an­ti­bac­te­ri­a­na), ate­nua o odor nos pés, ma­te­ri­al que pro­por­ci­o­na con­for­to e al­ta ab­sor­ção de im­pac­to. Pos­sui so­la­do an­ti­der­ra­pan­te SRC, bor­ra­cha es­pe­ci­al com tec­no­lo­gia Su­per Grip, ade­qua­do pa­ra pi­sos mo­lha­dos com de­ter­gen­te, sa­bão, su­per­fí­ci­es gor­du­ro­sas e re­sis­ten­tes a óleo com­bus­tí­vel. É im­per­meá­vel, fa­cil­men­te la­vá­vel e per­mi­te hi­gi­e­ni­za­ção di­a­ri­a­men­te.

Spe­ed Kids

Especializada em fa­bri­car play­grounds e par­ques ao ar li­vre, a Spe­ed Kids ofe­re­ce pro­du­tos ino­va­do­res com pre­ços aces­sí­veis, man­ten­do os ní­veis de qua­li­da­de e se­gu­ran­ça. A em­pre­sa des­ta­cou o Aloha, um no­vo con­cei­to de play­ground aquá­ti­co, que vai além de sim­ples to­boá­guas.

São es­tru­tu­ras lú­di­cas so­fis­ti­ca­das e es­pe­ci­al­men­te pro­je­ta­das pa­ra cri­an­ças de to­das as ida­des. Com di­ver­sos to­boá­guas e um bal­de de tom­ba­men­to com 2000 li­tros de água, o brin­que­do to­tal­men­te in­te­ra­ti­vo per­mi­te que vá­ri­as pes­so­as se di­vir­tam ao mes­mo tem­po.

Des­bra­va­dor

A em­pre­sa atua no sis­te­ma de ge­ren­ci­a­men­to ho­te­lei­ro des­de 1988, e le­vou co­mo no­vi­da­de à fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de o Des­bra­va­dor 4.5 Ges­tão Ho­te­lei­ra. O pro­du­to es­tá sen­do de­sen­vol­vi­do há 5 anos e con­tem­pla to­das as fun­ci­o­na­li­da­des ne­ces­sá­ri­as pa­ra fa­ci­li­tar o flu­xo de ope­ra­ções e con­tri­buir na exe­cu­ção de ta­re­fas diá­ri­as do ho­te­lei­ro.

A ino­va­ção vem com a pro­mes­sa de atu­a­li­zar pa­drões de ges­tão ho­te­lei­ra, pois to­do seu de­sen­vol­vi­men­to é fo­ca­do na ex­pe­ri­ên­cia in­tui­ti­va do usuá­rio. Além de tu­do, o ser­vi­ço oti­mi­za to­do o flu­xo de ope­ra­ções e a ro­ti­na dos pro­ces­sos ho­te­lei­ros.

Fai­tec

A so­lu­ção da em­pre­sa pa­ra o mer­ca­do ho­te­lei­ro é o sis­te­ma FTC Cloud Ho­te­la­ria, um am­bi­en­te de uni­fi­ca­ção, 100% na nu­vem e que pro­por­ci­o­na não só co­mo­di­da­de aos ho­te­lei­ros, co­mo tam­bém se­gu­ran­ça. O sis­te­ma ofe­re­ce pra­ti­ci­da­de, além de me­lho­rar pro­du­ti­vi­da­de e re­du­zir cus­tos.

En­tre as van­ta­gens de se man­ter o ho­tel na nu­vem, es­tão: o ga­nho de mo­bi­li­da­de; a me­lho­ria nos indicadores de pro­du­ti­vi­da­de; o fa­to de os sis­te­mas se man­te­rem cons­tan­te­men­te atu­a­li­za­dos; am­pli­a­ção da se­gu­ran­ça dos usuá­ri­os; pro­por­ci­o­nar uma es­ca­la­bi­li­da­de ope­ra­ci­o­nal mui­to mais oti­mi­za­da e, ain­da, a sim­pli­fi­ca­ção de to­dos os pro­ces­sos de ges­tão.

Com a so­lu­ção FTC Cloud Ho­tels da Fai­tec, o pro­ces­so de bac­kup se tor­na sim­pli­fi­ca­do e rá­pi­do, uma vez que ele é au­to­má­ti­co na nu­vem, por meio do es­pe­lha­men­to dos ser­vi­do­res usa­dos por to­dos os ho­téis da re­de. O bac­kup acon­te­ce di­a­ri­a­men­te, 24 ho­ras por dia. O mo­ni­to­ra­men­to e a as­sis­tên­cia tam­bém são inin­ter­rup­tos, além de o sis­te­ma po­der ser aces­sa­do re­mo­ta­men­te por meio do ce­lu­lar.

Onity Bra­sil

A em­pre­sa le­vou co­mo no­vi­da­de à fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de o Di­rectKey, sis­te­ma no qual o hós­pe­de po­de usar o ce­lu­lar co­mo cha­ve. A tec­no­lo­gia per­mi­te in­te­gra­ção com o apli­ca­ti­vo do ho­tel, on­de o hós­pe­de faz o check-in e re­ce­be a cha­ve do quar­to di­re­ta­men­te no ce­lu­lar. O no­vo sis­te­ma já com­ple­men­ta a atu­al tec­no­lo­gia de lei­tu­ra de car­tão da Onity e, com o Di­rectKey, exis­te a pos­si­bi­li­da­de de cri­ar cre­den­ci­ais pa­ra se­rem usa­das no smartpho­ne por meio da tec­no­lo­gia Blu­e­to­oth.

O ho­tel po­de ofe­re­cer ao hós­pe­de so­men­te a cha­ve vir­tu­al, sem a ne­ces­si­da­de de usar car­tão, ou até com­bi­nar as du­as so­lu­ções. Os ho­te­lei­ros que usam a tec­no­lo­gia Onity em su­as fe­cha­du­ras HT, ago­ra têm a op­ção de mo­der­ni­zá-las fa­cil­men­te pa­ra as no­vas fe­cha­du­ras Tril­lium, que con­tam com de­sign mais mo­der­no, além de uti­li­zar o mó­du­lo Blu­e­to­oth co­mo op­ção.

Col­chão Onix

A em­pre­sa, que atua no mer­ca­do bra­si­lei­ro há mais de 40 anos, des­ta­cou o col­chão Sin­tra du­ran­te a Equi­po­tel 2018. Os col­chões da li­nha são fei­tos de fi­os con­tí­nu­os, o que dei­xa a pe­ça mais le­ve e prá­ti­ca pa­ra lim­pe­za e ma­nu­ten­ção. Pa­ra quar­tos mais VIPs, a no­vi­da­de é o mo­de­lo Lu­xor, tam­bém de fi­os con­tí­nu­os.

Panther

A Panther atua em to­do o ter­ri­tó­rio na­ci­o­nal há qua­se 15 anos com pro­du­tos pen­sa­dos es­pe­ci­fi­ca­men­te pa­ra a ho­te­la­ria e su­as par­ti­cu­la­ri­da­des, co­mo se­ca­do­res, cha­lei­ras, aro­ma­ti­za­do­res, fer­ros de pas­sar, en­tre ou­tros. A em­pre­sa, um dos ex­po­si­to­res da Equi­po­tel 2018, bus­ca de­sen­vol­ver so­lu­ções prá­ti­cas e ino­va­do­res com de­sign ele­gan­te.

RenTV

A RenTV, em­pre­sa de alu­guel em pro­du­tos ele­tro­e­le­trô­ni­cos no Bra­sil par­ti­ci­pou pe­la 21ª vez da Equi­po­tel, fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de que traz di­ver­sos pro­du­tos do seg­men­to. Des­sa vez, além dos pro­du­tos tra­di­ci­o­nais, a em­pre­sa le­vou co­mo no­vi­da­de a li­nha fit­ness, que pro­me­te ser um di­fe­ren­ci­al, e os com­pu­ta­do­res que são da par­te de in­for­má­ti­ca.

O Di­re­tor Exe­cu­ti­vo, Ju­lio Con­cen­ti­no, acre­di­ta que a li­nha fit­ness po­de pro­por­ci­o­nar à ho­te­la­ria equi­pa­men­tos iguais aos que es­tão na academia, fa­zen­do com que o ho­tel pro­por­ci­o­ne uma ex­pe­ri­ên­cia re­al ao cli­en­te. Ou­tro pro­du­to que a com­pa­nhia es­tá in­ves­tin­do são os com­pu­ta­do­res, que pu­de­ram ser tes­ta­dos du­ran­te a fei­ra.

Rod-Car

A no­vi­da­de da Rod-Car, em­pre­sa atu­an­te no se­tor de ar­ma­ze­na­gem e mo­vi­men­ta­ção de ma­te­ri­ais, des­de 1966, foi um car­ri­nho com de­sign cle­an e mo­der­no, fu­gin­do do tra­di­ci­o­nal com to­po ar­re­don­da­do e dei­xan­do o for­ma­to qua­dra­do. O mo­de­lo foi cri­a­do es­pe­ci­al­men­te pa­ra a re­de de ho­téis Four Se­a­sons. Ou­tra no­vi­da­de, des­sa vez mais uti­li­tá­ria, foi o sa­co pa­ra car­ri­nho de lim­pe­za, que ago­ra vem com mais bol­sos la­te­rais, tor­nan­do-se mais uti­li­tá­rio na ho­ra de ser usa­do.

So­fá-Ca­ma Ita­li­a­no by Pe­ren­ze

A em­pre­sa apre­sen­tou um so­fá-ca­ma com 100% de es­tru­tu­ra pro­du­zi­da na Itá­lia e to­da em ver­niz in­dus­tri­al. Os so­fás abrem e fe­cham mais de 5.000 ve­zes. A em­pre­sa an­tes se cha­ma­va Ca­sa Pe­ren­ze e pa­ra Ca­ro­li­ne Ser­ra­no, Ad­mi­nis­tra­do­ra da em­pre­sa, a mu­dan­ça do no­me e dos pro­du­tos ocor­reu com o in­tui­to de tra­zer ao mer­ca­do um ni­cho que o con­su­mi­dor pro­cu­ras­se e pu­des­se aten­der de for­ma di­fe­ren­ci­a­da.

Os as­pec­tos éti­co e so­ci­al es­tão pre­sen­tes nos va­lo­res da em­pre­sa, que tra­ba­lha com for­ne­ce­do­res que com­par­ti­lham a mes­ma pre­o­cu­pa­ção de res­pei­to ao meio am­bi­en­te. Por meio

des­ta co­la­bo­ra­ção, a Ca­sa Pe­ren­ze traz ao Bra­sil pro­du­tos com até 15 anos de ga­ran­tia, ba­se­a­dos na de­di­ca­ção não só dos só­ci­os, mas de ca­da cos­tu­rei­ra, car­pin­tei­ro e tra­ba­lha­dor.

Tom­ber­lin

A Tom­ber­lin, em­pre­sa de mo­bi­liá­rio pa­ra ho­téis e gran­des am­bi­en­tes, le­vou pa­ra o even­to as ca­dei­ras com en­cos­to fle­xí­vel e as­sen­tos de es­pu­ma la­mi­na­da, ga­ran­tin­do mais con­for­to ao usuá­rio. Ou­tro des­ta­que foi a ca­dei­ra Ja­de, que ago­ra con­ta com um as­sen­to mais lar­go, o que pro­por­ci­o­na mai­or con­for­to. Além dis­so, o em­pi­lha­men­to fi­ca mais fá­cil e não cau­sa da­nos pa­ra as ou­tras ca­dei­ras.

A me­sa ama­dei­ra­da com con­jun­to de ca­dei­ras Dom tam­bém foi ou­tra no­vi­da­de. Com se­de no Pa­ra­ná, a Tom­ber­lin es­tá no mer­ca­do mo­ve­lei­ro há mais de 30 anos e tem um par­que fa­bril de 9000 m².

To­pe­ma

Em­pre­sa fa­bri­can­te de so­lu­ções com­ple­tas pa­ra co­zi­nhas in­dus­tri­ais, a To­pe­ma apre­sen­tou di­ver­sas no­vi­da­des di­vi­di­das em li­nhas: Eco, na qual apre- sen­ta a Eco­box, re­ci­cla­do­ra de re­sí­du­os or­gâ­ni­cos re­si­den­ci­al, além de uma no­vi­da­de: a Eco­le­tas, pro­du­to ino­va­dor pa­ra re­ci­cla­gem de la­tas de alu­mí­nio, que re­duz ra­pi­da­men­te o ta­ma­nho das la­tas em até 75%. A To­pe­ma exi­biu ain­da ou­tras li­nhas de pro­du­tos co­mo as Li­nhas Re­fri­ge­ra­ção, Coc­ção e Dis­tri­bui­ção.

Ou­tros pro­du­tos lan­ça­dos na fei­ra fo­ram a Cai­xa de Gor­du­ra In­te­li­gen­te, cri­a­da pa­ra aten­der a de­man­da nas co­zi­nhas in­dus­tri­ais, se­pa­ran­do o óleo da água, a fim de evi­tar o en­tu­pi­men­to, além de uma má­qui­na que se­ca ta­lhe­res e as ge­la­dei­ras com ga­ve­tas que eco­no­mi­zam 50% de ener­gia.

VAG

A VAG le­vou à Equi­po­tel des­te ano seus blac­kouts de­co­ra­ti­vos com op­ções de te­ci­do, o que não ha­via an­tes. A Di­re­to­ra da mar­ca, Va­nes­sa Sil­va, re­for­ça que es­sas pos­si­bi­li­da­des de te­ci­dos di­fe­ren­tes pa­ra o blac­kout aca­bam tor­nan­do a pe­ça par­te da de­co­ra­ção do quar­to, e não ape­nas um me­ro aces­só­rio.

Aber­tu­ra da Equi­po­tel 2018, mai­or fei­ra de hos­pi­ta­li­da­de da Amé­ri­ca La­ti­na

Ca­fé do Sa­ber, es­pa­ço na fei­ra de­di­ca­do à ca­pa­ci­ta­ção téc­ni­ca e aper­fei­ço­a­men­to pro­fis­si­o­nal

Ro­ber­to Ber­ti­no, Fundador e Presidente do Gru­po No­bi­le, abrin­do o Fó­rum Bra­si­lei­ro de Ho­téis In­de­pen­den­tes 2018

En­tra­da do Ho­tel De­sign na Equi­po­tel des­te ano

O Spa Con­cei­to mos­trou aos vi­si­tan­tes co­mo apli­car fra­grân­ci­as di­fe­ren­ci­a­das pa­ra ca­da ti­po de ba­nho

O Mo­tel De­sign foi uma fon­te de co­nhe­ci­men­to, ten­dên­ci­as, ins­pi­ra­ção e re­la­ci­o­na­men­to pa­ra pro­fis­si­o­nais do se­tor mo­te­lei­ro

As prin­ci­pais so­lu­ções e no­vi­da­des dos ex­po­si­to­res fi­ze­ram par­te do Se­lo Hos­pi­ta­li­da­de

Es­pa­ço Fit­ness by RenTV

Mi­chel Ote­ro, Di­re­tor de Pro­je­tos e Im­plan­ta­ções do gru­po No­bi­le

Ale­xan­dre Sam­paio, Presidente da FBHA e da CNC; Ma­no­el Li­nha­res, Presidente da ABIH Na­ci­o­nal; Lu­ci­a­no Carneiro, VP da ABIH; Gus­ta­vo Bi­nar­di, Di­re­tor da fei­ra e Os­mar Jo­sé Vai­lat­ti, Presidente da ABIH/SC

Pau­lo Man­cio em pa­les­tra no Ca­fé do Sa­ber

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.