GAS­TRO­NO­MIA

BE­BI­DA APRE­SEN­TA DI­VER­SOS ARO­MAS E SA­BO­RES SE­JA PU­RA, COMGELO OU ÁGUA DE CO­CO

Hotelnews Magazine - - ÍNDICE -

O es­pi­ri­tu­o­so uís­que

Quan­do se fa­la em uís­que, cer­ta­men­te a Es­có­cia é o país que nos vem à ca­be­ça, prin­ci­pal­men­te por

sua tra­di­ção na fa­bri­ca­ção dos me­lho­res ró­tu­los. En­tre­tan­to, di­fe­ren­te do que se pen­sa, es­tu­di­o­sos de­fen­dem

que a be­bi­da foi cri­a­da por mon­ges ir­lan­de­ses no sé­cu­lo 13, quan­do re­sol­ve­ram dar uma no­va fun­ção a um

pe­que­no ins­tru­men­to de bar­ro uti­li­za­do pe­los árabes pa­ra des­ti­lar per­fu­mes. Ape­nas mais tar­de o uís­que

te­ria si­do des­co­ber­to pe­los es­co­ce­ses e, de­pois, pe­los ou­tros paí­ses do mundo.

Ape­sar de pos­suir uma ori­gem con­tro­ver­sa, a be­bi­da é ex­tre­ma­men­te sim­ples em sua com­po­si­ção,

mas um tan­to com­ple­xa em seus aro­mas e sa­bo­res. O des­ti­la­do é fei­to ba­si­ca­men­te com grãos (ce­va­da, tri­go,

mi­lho ou cen­teio), água mi­ne­ral e le­ve­du­ra; e envelhecido em bar­ris de car­va­lho por pe­lo me­nos três anos.

Ex­pli­ca­do de uma for­ma sim­plis­ta, o pro­ces­so de fa­bri­ca­ção se dá em seis eta­pas: maltagem - quan­do

os grãos são mer­gu­lha­dos em água pa­ra que ger­mi­nem e se trans­for­mem em mal­te (xa­ro­pe es­cu­ro, ba­se

pa­ra a be­bi­da). Quan­do es­tão no pon­to cer­to, vão pa­ra se­ca­gem em for­nos que ge­ral­men­te uti­li­zam um car-

vão ve­ge­tal cha­ma­do tur­fa (res­pon­sá­vel pe­la im­preg­na­ção de al­guns aro­mas nos grãos).

Na se­gun­da eta­pa, de ma­ce­ra­ção e co­zi­men­to, adi­ci­o­na-se água quen­te aos grãos se­cos e moí­dos. Es­se

pro­ces­so é res­pon­sá­vel por ati­var as en­zi­mas e con­ver­ter os ami­dos em açú­ca­res, lí­qui­do cha­ma­do wort.

De­pois vem a fa­se de fer­men­ta­ção. O wort re­ce­be le­ve­du­ras res­pon­sá­veis por trans­for­mar os açú­ca­res em

ál­co­ol, lí­qui­do de­no­mi­na­do wash.

É nes­se re­ci­pi­en­te que a be­bi­da, pri­ma­ri­a­men­te trans­pa­ren­te, ga­nha sua tra­di­ci­o­nal cor dou­ra­da e tam­bém

Di­fe­ren­ças su­tis

De ac‘”d‘ c‘m Ian Wis­ni­ews­ki, em seu a”–ig‘ ’ubli­cad‘ n‘ liv”‘ ‘Whisky - ‘ guia mun­di­al e de­fi­ni-

ti­vo’,

es­cri­to por Michael Jack­son e edi­ta­do no Bra­sil pe­la Se­nac São Pau­lo, a qua­li­da­de dos in­gre­di­en­tes, os

mé­to­dos de pro­du­ção, o tem­po de en­ve­lhe­ci­men­to e, prin­ci­pal­men­te, o cli­ma da re­gião em que é pro­du­zi­da

”efle–em n‘ a”‘ma e n‘ sab‘” da be­bi­da. “Os des–ilad‘s sã‘ c”iad‘s c‘m uma va”ie­da­de de g”ã‘s. E a esc‘lha

dos me­lho­res ti­pos e de quan­do de­vem ser co­lhi­dos de­pen­de in­tei­ra­men­te do cli­ma do lo­cal”, diz.

Se­gun­do o es­pe­ci­a­lis­ta, a água uti­li­za­da na fa­bri­ca­ção da be­bi­da tam­bém po­de ofe­re­cer uma va­ri­e­da-

de de sa­bo­res e aro­mas, as­sim co­mo o pro­ces­so de fer­men­ta­ção e ma­tu­ra­ção, além do en­ve­lhe­ci­men­to em

bar­ris de car­va­lho, que trans­mi­tem o gos­to de bau­ni­lha, co­co, da­mas­co, en­tre ou­tros. Mu­dan­ças no cli­ma de

um ano pa­ra o ou­tro tam­bém pro­du­zi­rão di­fe­ren­ças nas sa­fras, co­mo, por exem­plo, em um te­or al­coó­li­co

mai­or quan­do a in­ci­dên­cia do sol es­ti­ver mais al­ta. “O sol au­men­ta a fo­tos­sín­te­se e ele­va o ní­vel de ami­do nas

se­men–es de ce­va­da, ‘ “ue ”esul–a em um –e‘” alc‘ólic‘ c‘””es’‘nden–emen–e mais al–‘”, afi”ma Wis­ni­ews­ki.

Pa­ra Ale­xan­dre Cam­pos, es­pe­ci­a­lis­ta em uís­que e des­ti­la­dos da lo­ja Sin­gle Malt Bra­sil, a be­bi­da não

pos­sui ter­roir. “É pos­sí­vel pro­du­zir um uís­que de qua­li­da­de em qual­quer par­te do mundo, bas­ta pa­ra tan­to

que o pro­du­tor te­nha um ex­ce­len­te do­mí­nio de téc­ni­cas de des­ti­la­ção e bus­que os me­lho­res bar­ris de car­va-

lho dis­po­ní­veis pa­ra o en­ve­lhe­ci­men­to da be­bi­da”.

Na ’enúl–ima e–a’a, a des–ila­çã‘, ‘ wash ’as­sa ’el‘ men‘s du­as ve­zes ’‘” um –‘nel ‘nde é ’u”ifi­cad‘ e –em a “uan–ida­de de álc‘‘l e ‘ sab‘” e“ui­lib”ad‘s. P‘” fim, ‘ ’”‘du–‘ é a”ma­ze­nad‘ em ba””is de ca”va­lh‘.

’a”–e de seu sab‘” fi­nal.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.