FI­LHO TEN­TA DES­DE JU­LHO MAR­CAR PE­RÍ­CIA PA­RA O PAI

Jornal da Metropole - - Bahia -

Um leitor que pre­fe­riu não se iden­ti­fi­car con­tou que des­de o iní­cio de ju­lho ten­ta, sem su­ces­so, agen­dar um aten­di­men­to pa­ra seu pai, de 71 anos, que rom­peu li­ga­men­tos do om­bro e per­deu parte dos mo­vi­men­tos. “Fi­ze­mos a pri­mei­ra ten­ta­ti­va em ju­lho, mas dis­se­ram que só em 1º de agos­to iri­am abrir agen­da. Quan­do li­guei em agos­to, dis­se­ram que já es­ta­va com­ple­ta e só no dia 1º de se­tem­bro. Nes­te dia eu li­guei ce­do, nin­guém aten­deu. Fui lá com meu pai e en­con­trei uma fi­la gran­de. Gen­te que che­gou 5h”, con­tou.

Ain­da se­gun­do ele, na oca­sião, a de­sor­ga­ni­za­ção dos ser­vi­do­res fi­cou evi­den­te. “As pró­pri­as pes­so­as or­ga­ni­za­ram se­nhas e a fi­la. [Os ser­vi­do­res] só pe­ga­ram no­me e nú­me­ro das pes­so­as di­zen­do que iam mar­car e en­trar em con­ta­to. Até ho­je, não li­ga­ram”, com­ple­tou.

“Até ho­je, não li­ga­ram pa­ra mar­car”

Lú­cio Gomes afir­mou que o De­tran co­gi­ta trans­fe­rir a pe­rí­cia pa­ra clí­ni­cas par­ti­cu­la­res

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.